COVID: Pfizer publica lista de efeitos colaterais e recomenda com que frequência tomar a vacina - mais além do que é dito

Do laboratório que produz o soro, também conhecido como Comirnaty, eles divulgaram a lista de eventos adversos relacionados à aplicação


COVID: Pfizer publica lista de efeitos colaterais e recomenda com que frequência tomar a vacina - mais além do que é dito

Do laboratório que produz o "soro", também conhecido como Comirnaty, eles divulgaram a lista de eventos adversos relacionados à aplicação e esclareceram que todas as faixas etárias precisarão aplicar uma dose anual de reforço contra a COVID.

Globalmente, segundo dados do OurWorldInData , 65% da população mundial recebeu pelo menos uma dose do soro Covid-19 , e 11,47 bilhões de doses foram administradas. Uma das vacinas mais utilizadas é a da Pfizer-BioNTech , aplicada em 158 países, atrás da Oxford-AstraZeneca , que é utilizada em 183 nações, segundo dados do site Statista .

Apesar das advertências sombrias dos efeitos adversos de longo prazo ainda desconhecidos, a empresa incentiva neste contexto -  que terá de continuar a vacinar-se contra a Covid nas campanhas seguintes. De acordo com a investigação, será necessária mais uma dose por ano para ser "protegido" da Covid-19 apesar, das evidências assustadoras que a injeção está mais mortal que o suposto Covid-19. 

No entanto, uma investigação da Agência Reguladora de Produtos de Medicina e Saúde do Reino Unido (MHRA) divulgou um Relatório de Cartão Amarelo, documentando o número total de mortes relatadas devido à vacinação contra a covid-19 de 21 de janeiro a 22 de julho. 

O total de óbitos para as vacinas contra a covid-19 foi comparado com o número médio de óbitos devido a todas as outras vacinas. Os dados mostram que as vacinas COVID são 7.402% mais mortais do que todas as outras vacinas combinadas. Historicamente, as vacinas COVID causaram 5,5 vezes mais mortes do que todas as outras vacinas licenciadas COMBINADAS nos últimos VINTE E UM ANOS! Isso é catastrófico para dizer o mínimo!

VACINA PFIZER COVID: REVELA MAIS DE 1000 EFEITOS COLATERAIS


Um relatório que relatou 1.291 efeitos colaterais detectados em pacientes que foram inoculados com a vacina da Pfizer-Biontech contra o Covid-19 , acrescentou preocupação:

  • lesão renal aguda,
  • mielite flácida aguda,
  • anticorpos antiesperma positivos,
  • embolia do tronco cerebral,
  • trombose do tronco cerebral,
  • parada cardíaca,
  • insuficiência cardíaca,
  • Trombose Ventricular Cardíaca,
  • Choque cardiogênico,
  • vasculite do sistema nervoso central,
  • morte neonatal,
  • trombose venosa profunda,
  • encefalite do tronco cerebral,
  • encefalite hemorrágica,
  • epilepsia do lobo frontal,
  • espuma na boca,
  • psicose epiléptica,
  • Paralisia facial,
  • Síndrome do sofrimento fetal,
  • amiloidose gastrintestinal,
  • convulsão tônico-clônica generalizada,
  • Encefalopatia de Hashimoto
  • Trombose Vascular Hepática,
  • reativação do herpes zoster,
  • hepatite imunomediada,
  • doença pulmonar intersticial,
  • Embolia da veia jugular,
  • epilepsia mioclônica juvenil,
  • Lesão hepática,
  • baixo peso de nascimento,
  • síndrome inflamatória multissistêmica em crianças,
  • miocardite,
  • convulsão neonatal,
  • pancreatite,
  • pneumonia,
  • morte fetal,
  • taquicardia,
  • Epilepsia do lobo temporal,
  • testicular Autoimunidade,
  • infarto cerebral trombótico,
  • Diabetes Mellitus tipo 1,
  • trombose venosa neonatal
  • trombose da artéria vertebral

Para Tom Shimabukuro, do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, “seus dados sugerem que 92% dos efeitos colaterais negativos não foram graves e menos de 1% das pessoas procuraram atendimento médico após a vacinação.



Uma análise mais profunda estima que entre 5 milhões e 12 milhões de pessoas foram mortas por injeções COVID em todo o mundo (até agora)


As vacinas contra o coronavírus Wuhan (COVID-19) mataram entre cinco milhões e 12 milhões de pessoas , segundo o empresário Steve Kirsch.

Vários comentaristas na página do Substack de Kirsch forneceram o detalhamento desse número, que o empresário atestou. Eles citaram a descoberta do Our World in Data de que 12,46 bilhões de vacinas COVID-19 foram injetadas nos braços das pessoas em todo o mundo.

“Na minha opinião, uma estimativa razoável é dividir o número de doses por 1.000. Um número mais conservador é dividir o número de doses por 2.500”, disse Kirsch, que também é defensora da segurança das vacinas.

Dividir as 12,46 bilhões de doses pela estimativa razoável de 2.500 rendeu quase cinco milhões de mortes, enquanto dividir esse total pela estimativa conservadora de 1.000 rendeu 12,46 milhões de mortes. 

“Essa estimativa conservadora leva você a cinco milhões de mortos, apenas 16 vezes o número de americanos mortos na Segunda Guerra Mundial”, observou Kirsch.

“Estamos nos aproximando dos seis milhões de judeus mortos no Holocausto ao longo de 12 anos em todo o mundo, a uma taxa pelo menos seis vezes mais rápida do que os alemães. Estamos matando quase 10.000 pessoas todos os dias; a taxa mais recente foi de aproximadamente 8,46 milhões de doses por dia”.

O empresário lamentou este holocausto de vacinas: “Estamos matando uma quantidade enorme de pessoas, mas os líderes mundiais estão olhando para o outro lado e não dizem nada enquanto todos nós assistimos ao alto número de relatos de mortes na mídia de pessoas que morreram 'inesperadamente' e não ouço nenhuma explicação.”

O que posso dizer é: Veja a quantidade de doenças desencadeadas pelas injeções e assista sendo totalmente não ligadas as injeções, mas ao Covid-19 e a falta de ter se vacinado com mais doses infinitas até a morte. Os dados mais recentes do EudraVigilance, um banco de dados europeu de ferimentos e mortes por vacinas, revela que mais pessoas estão adoecendo e morrendo por causa das injeções de coronavírus Covid-19 do que do próprio "vírus".
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Suplemento Multivitamínico

Fechar Menu