Chia emagrece e age na prevenção de câncer; conheça 7 benefícios

Entenda como a super semente de chia pode te ajudar a emagrecer, fortalecer sua imunidade e prevenir doenças graves


Chia emagrece e age na prevenção de câncer; conheça 7 benefícios
Chia emagrece e age na prevenção de câncer; conheça 7 benefícios - artigo roginalmente em: Catraca Livre

No mundo dos alimentos saudáveis, a chia tem se destacado como um superalimento. Pequena em tamanho, mas gigante em nutrientes, essa sementinha tem uma lista imensa de benefícios para a saúde, que vão desde melhorias no sistema digestivo até ações antioxidantes.

Originária do México, a chia é uma semente que pertence à família da menta. Ela tem sido bastante utilizada na alimentação de quem busca uma vida mais saudável.

De acordo com dados nutricionais, apenas duas colheres de chia contêm 79 calorias, 7g de fibra, 3,8g de proteína e 126mg de cálcio. Abaixo, conheça os benefícios das sementes de chia.

Perda de peso


Uma das vantagens mais conhecidas da chia é a sua capacidade de facilitar a perda de peso. Devido ao alto teor de fibra e proteína, aumenta a sensação de saciedade e assim, auxilia na redução do consumo de alimentos.

Para que isso aconteça de maneira efetiva, é importante que o seu consumo esteja aliado a uma dieta equilibrada e a prática de exercícios físicos. Pois, ao contrário do que muitos pensam, nenhum alimento sozinho é capaz de promover a perda de peso.
Combate o envelhecimento celular.


Os antioxidantes são substâncias que ajudam a combater os radicais livres, evitando o envelhecimento precoce das células.

Nesse sentido, a chia é uma grande aliada, pois contém uma quantidade significativa de antioxidantes que colaboram para a saúde da pele e de todo o organismo.

Prevenção de câncer


Como se não bastasse, os antioxidantes da chia podem ajudar a prevenir a formação de tumores. É isso mesmo que você leu!

Além disso, as fibras da semente induzem o peristaltismo intestinal (movimentos do intestino essenciais para a digestão) e ajudam a prevenir o câncer de cólon.

Proteção contra doenças cardíacas


Graças à presença do ômega 6, antioxidantes, fibras, proteínas e ainda o ômega 3, a chia tem a capacidade de proteger o sistema cardiovascular. Este último ácido graxo ajuda a controlar os níveis de colesterol e a pressão arterial.

Isso evita a formação de coágulos sanguíneos e o acúmulo de placas nas artérias, fatores que poderiam levar a problemas cardíacos, como infarto e acidente vascular cerebral (AVC).

Regula os níveis de glicose


Pessoas que sofrem de diabetes tipo 2 podem se beneficiar do consumo de chia. Essas sementes auxiliam na regulação da glicose no sangue, ajudando a manter os níveis de açúcar estáveis e evitando picos e quedas súbitas.

Recuperação muscular


As proteínas e nutrientes da chia colaboram na recuperação de massa muscular, ideal para atletas ou pessoas que realizam atividades físicas intensas.

Além disso, a chia contém ácido alfa-linolênico, um tipo de ômega-3 que ajuda a minimizar inflamações, trazendo alívio à dor nas articulações.

Fonte de energia


A combinação equilibrada de carboidratos, proteínas e gorduras fazem da chia uma fonte de energia sustentável, perfeita para um start no café da manhã ou um lanche pós-treino.

A chia oferece uma série de outros benefícios à saúde, como melhorar a função cerebral e fortalecer o sistema imunológico.

O que devo observar ao comer chia?Se você não come sementes de chia pré-inchadas, deve beber bastante água. Caso contrário, pode levar a uma constipação.
Mastigue bem, caso contrário os ácidos graxos ômega-3 não serão “liberados”.
Há evidências de que algumas pessoas são alérgicas às sementes de chia, por isso é preciso ter cuidado.

Como consumir?


Por se tratar de um alimento muito versátil, a forma como incorporar a chia na rotina alimentar depende do gosto de cada um. Ela pode ser consumida em shakes, em bebidas, incorporada a receitas de pães e bolos, em pudins e até mesmo em geleias.

Para aproveitar todos os benefícios, é importante integrar a chia ao cardápio de maneira gradual e sempre dentro de uma dieta equilibrada.

Além disso, não esqueça de consultar um nutricionista ou um profissional de saúde antes de fazer qualquer mudança significativa na sua alimentação.

Artigo originalmente em Catraca Livre
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Uma pequena pausa antes de continuar


Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.