Maior taxa contra vacinação de crianças de todos os tempos nos EUA, preocupa o CDC

Isenções para vacinação infantil de rotina no nível mais alto de todos os tempos: relatório do CDC


Maior taxa contra vacinação de crianças de todos os tempos nos EUA, preocupa o CDC

O número de crianças cujos pais estão optando por não participar das vacinas infantis de rotina atingiu um recorde histórico, informaram os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) nesta quinta-feira, deixando potencialmente o CDC, indústrias farmacêuticas e outros que lucram com vacinas e doenças preocupados.

As taxas de vacinação entre as creches dos EUA para vacinas infantis de rotina ainda não voltaram aos níveis pré-pandemia, de acordo com novos dados federais publicados na quinta-feira.

Pesquisadores dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) analisaram quantas crianças atendiam aos requisitos escolares para a vacina contra sarampo, caxumba e rubéola (tríplice viral); a vacina contra difteria, tétano e coqueluche acelular (DTaP); a vacina contra o poliovírus (poliomielite); e a vacina contra varicela (varicela).

relatório do CDC não aprofundou as razões, ou pelo menos tentou evitar informar as razões, para o aumento das decisões dos pais não mais optar pela vacinação de rotina dos seus filhos, mas especialistas disseram que as descobertas refletem claramente o crescente desconforto dos americanos com a medicina em geral e potencialmente pelas descobertas das vacinações perigosas da Covid que causam uma série de doenças como miocardite e pericardite em jovens - possivelmente até a morte.

"Há uma desconfiança crescente no sistema de saúde". As isenções de vacinas "infelizmente têm tendência de alta", disse a Dra. Amna Husain, pediatra em consultório particular na Carolina do Norte, bem como porta-voz da Academia Americana de Pediatria. 

O relatório do CDC descobriu que 3% das crianças que entraram no jardim de infância durante o ano letivo de 2022-2023 receberam uma isenção de vacina de seu estado. Esta é a maior taxa de isenção já relatada nos EUA. A isenção, aqui no caso, é a optação dos pais de não vacinar suas crianças.

Quarenta estados tiveram aumento nas isenções dos pais de não vacinar as crianças. Em 10 estados - Alasca, Arizona, Havaí, Idaho, Michigan, Nevada, Dakota do Norte, Oregon, Utah e Wisconsin - a taxa de isenção subiu mais de 5%.

"Este é um salto e tanto". Há apenas três anos, segundo Seither apenas dois estados tinham uma taxa de isenção superior a 5%, disse Ranee Seither, epidemiologista do CDC e autora do novo relatório. 

Idaho foi um destaque no novo relatório. Mais de 12% das crianças que entram na educação infantil naquele estado tiveram isenção de vacina em 2022.

A tendência parece coincidir com as dúvidas sobre as vacinas contra a Covid.

"Muitas pessoas estavam relutantes em receber essa nova vacina". Ela temia que isso "tivesse um efeito cascata e impactasse a cobertura vacinal para nossas crianças", disse a Dra. Mysheika Roberts, comissária de saúde pública de Columbus. 

O relatório também descobriu que as taxas de vacinação entre crianças pequenas permaneceram estagnadas após uma queda na cobertura relacionada à pandemia. No ano letivo 2022-2023, a cobertura vacinal entre as creches manteve-se em 93%. Antes da pandemia, a taxa girava consistentemente em torno de 95%.

"O fato de não termos conseguido nos recuperar é preocupante". "Isso significa que há crianças que podem estar desprotegidas de doenças muito graves.", disse Shannon Stokley, vice-diretora de implementação científica da Divisão de Serviços de Imunização do CDC.

Embora os estados difiram em seus requisitos de vacinação para frequentar escolas públicas e a maioria das privadas, eles geralmente incluem vacinas para proteger contra sarampo, caxumba e rubéola (MMR), difteria, tétano e coqueluche acelular (DTaP), poliovírus e catapora.

Alguns estados exigem evidências médicas de que uma criança não pode receber uma vacina. Em outros, os pais citam preocupações religiosas ou outras preocupações pessoais sobre as vacinas.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Suplemento Multivitamínico

Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.