Coletividade Evolutiva , FDA aprova nova substância vacinal bivalente da Pfizer-VSR para mulheres grávidas passar suposta imunidade para bebês ainda no útero , saúde , Saúde e medicina , Vacina , Vacinação ,

FDA aprova nova substância vacinal bivalente da Pfizer-VSR para mulheres grávidas passar suposta imunidade para bebês ainda no útero

Se a gigante Pfizer vencer, as futuras mães e seus bebês em todo o mundo serão coagidas a receber mais toxinas.


FDA aprova nova substância vacinal bivalente da Pfizer-VSR para mulheres grávidas passar suposta imunidade para bebês ainda no útero

agência corrupta, equivalente a Anvisa do Brasil, Food and Drug Administration (FDA-EUA) aprovou na segunda-feira a nova substância "vacinal" da Pfizer contra o vírus sincicial respiratório (VSR / ou RSV na sigla em inglês) para uso em mulheres grávidas para que elas passem para seus bebês a suposta imunidade da doença. 

Em termos claros, vacinação Pfize-VSR que transfere suposta imunidade para bebês ainda no útero. Logo a decaída Anvisa, que aprovou a aplicação de substâncias experimentais e perigosas e mRNA na era "pandemia Covid", também provavelmente aprovará essa nova substância para encher ainda mais os bolsos da gigante Farmacêutica.

A vacina da Pfizer, conhecida como Abrysvo, deve ser tomada perto do final da gravidez - entre 32 e 36 semanas - e supostamente deve conferir proteção aos bebês até os primeiros seis meses de vida após o nascimento.  No início deste ano, a FDA também aprovou a vacina da Pfizer para administração direta em adultos com 60 anos ou mais. (Leitura obrigatória: A vacina do vírus Sincicial Respiratório (VSR) da Pfizer pode causar distúrbios do sistema nervoso - 
síndrome de Guillain-Barré)

32 – 36 Semanas de Gestação Nesta fase o desenvolvimento do bebê já está quase completo e com 36 semanas ele pode já estar virado, com a cabeça para baixo. Seus pulmões já estão totalmente formados e ele continua ganhando peso. A gestante segue vivenciando mudanças também.

Estamos falando de uma vacina bivalente baseada na proteína F de prefusão do VSR (RSVpreF sigla em inglês) em mulheres grávidas e seus bebês, de acordo o estudo de ensaio clínico duplo-cego de fase 3 - basicamente um estudo observacional que durou poucos meses. - sem evidências sólidas para potenciais efeitos em médio e longo prazo. (Veja também: EXPERIMENTO ATÉ A MORTE: vários tipos de injeções de mRNA, incluindo influenza, HIV, RSV, pneumocócica, zika e muitos mais)

RSVpreF é uma vacina que funciona induzindo uma resposta imune contra as proteínas F do RSV, que são essenciais para o vírus se fundir com as células humanas e causar infecção. Nesse caso, basicamente a proteína F de prefusão do VRS da vacina é que se fundirá com as células para criar suposta imunidade contra a proteína do suposto vírus Real. A vacina contém duas formas estabilizadas da proteína F, uma para cada tipo de RSV (A e B). 

vacina bivalente baseada na proteína F de prefusão do VSR (RSVpreF)


Pfizer Inc. anunciou que a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA aprovou a ABRYSVO (Vacina contra o 
vírus sincicial respiratório), a vacina bivalente de pré-fusão F de RSV (RSVpreF) da empresa, para a prevenção de Doença do trato respiratório inferior (LRTD) e LRTD grave provocado por RSV / (LRTD Também pode ser causada por Covid - apesar das crianças serem praticamente imune a ela) em bebês de nascimento de até seis meses de idade por imunização ativa de gestantes de 32 a 36 semanas de idade gestacional.

ABRYSVO é composto por duas proteínas preF selecionadas para otimizar a proteção contra as cepas A e B do RSV e foi considerado seguro e eficaz.  vice-presidente sênior e chefe Diretor Científico, Pesquisa e Desenvolvimento de Vacinas, Pfizer, é claro, elogia a vacina da Pfizer dizendo:

“A aprovação da ABRYSVO como a primeira e única imunização materna para ajudar a proteger os recém-nascidos contra o VSR imediatamente após o nascimento até seis meses marca um marco significativo para a comunidade científica e para a saúde pública”, disse Annaliesa Anderson, Ph.D.

“Estamos extremamente gratos aos participantes dos ensaios clínicos e às equipas de investigadores do estudo em todo o mundo, bem como aos nossos colegas da Pfizer, pelo seu compromisso em disponibilizar esta vacina. Hoje, foi alcançado um objectivo há muito almejado de fornecer uma vacina materna que ajude a proteger os bebés com seis meses de idade ou menos – quando correm maior risco de possíveis consequências graves do VSR.”

A decisão da FDA é baseada nos dados do ensaio clínico principal de Fase 3 (NCT04424316), um estudo de Fase 3 randomizado, duplo-cego e controlado por placebo, projetado para avaliar a eficácia, segurança, e imunogenicidade da vacina contra LRTD e LRTD grave devido a RSV em lactentes nascidos de indivíduos saudáveis vacinados durante a gravidez. Esses resultados foram publicados no The New England Journal of Medicine em abril de 2023.

“Recém-nascidos e crianças pequenas – cujos sistemas imunitários ainda estão em desenvolvimento e ainda não são suficientemente fortes para se defenderem contra infecções – podem agora ser protegidos do VSR desde o momento do nascimento através da imunização materna”, disse Eric A.F. Simões, M.D., Professor Clínico, Pediatria -Doenças Infecciosas, Escola de Medicina da Universidade do Colorado e Hospital Infantil do Colorado, Aurora. 
“A aprovação do ABRYSVO da Pfizer é um grande triunfo, pois ajuda a garantir que não haja atraso na proteção potencial contra o VSR durante os primeiros seis meses de vida mais vulneráveis de uma criança e oferece aos prestadores de cuidados de saúde uma nova oportunidade para ajudar a prevenir o VSR grave.”

O RSV é um vírus supostamente contagioso e uma causa comum de doenças respiratórias em todo o mundo. O vírus pode afetar os pulmões e vias respiratórias de um indivíduo infectado, podendo causar doenças graves ou morte. 

Segundo os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, as infecções por RSV matam entre 6.000 e 10.000 idosos todos os anos e resultam em 60.000 a 120.000 hospitalizações. No Brasil, o monitoramento do VSR é realizado utilizando-se do sistema de vigilância da influenza, portanto, não se sabe as estimativas exatas do VSR em crianças, segundo a FrioCruz

Obtenha o Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco para melhor Imunidade e Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui


Siga-nos: | | e | Inscreva-se na nossa | Nos Apoie: Doar
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Fechar Menu
Entre em nosso Telegram

Entre para nosso canal do Telegram

ENTRAR

Nos siga no X (Twitter)

Compartilhamos nossos artigos e outras informações

SEGUIR

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR