Coletividade Evolutiva , Curar o intestino também cura o fígado e o sistema imunológico? , Bem-estar , Ciência , Curas-naturais , Ivermectina , Vida saudável ,

Curar o intestino também cura o fígado e o sistema imunológico?

O homeopata Robert Scott Bell observou que curar o intestino também curará o fígado e o sistema imunológico.


Curar o intestino também cura o fígado e o sistema imunológico?

De acordo com a pesquisa, pacientes com danos no fígado têm níveis mais altos de bactérias "ruins" em seu intestino do que pessoas saudáveis – tornando-os mais propensos a pegar patógenos que os antibióticos regulares não podem tratar. O homeopata Robert Scott Bell observou que curar o intestino também curará o fígado e o sistema imunológico.

O
 homeopata Robert revela que existem várias maneiras de prevenir infecções em pessoas com cirrose – cicatrizes hepáticas graves. Ele mencionou que o nutriente selênio, ao lado de diferentes ervas e preparações homeopáticas, é eficaz para o suporte à drenagem hepática.

"Curar o intestino é curar o fígado também, e curar o sistema imunológico – a casa para o microbioma. Para protegê-lo da infecção quando você tem doença hepática, por exemplo, falamos sobre muitas coisas que podem resolver a infecção. [Estes incluem] prata, outros imunomoduladores, equinácea e probióticos em geral", disse ele durante um episódio recente do "The Robert Scott Bell Show" no Brighteon.TV.

Naylor, produtor executivo e co-apresentador do programa, mencionou um artigo sobre um tratamento experimental chamado "crap-sules" que está sendo testado no Reino Unido. O referido ensaio clínico busca testar a eficácia de transplantes fecais para pacientes que sofrem de doença hepática avançada. Ele examinará se as fezes de pessoas saudáveis liofilizadas e transformadas em cápsulas reduzem a probabilidade de pacientes com cirrose contraírem infecções.

A professora do King's College London, Dra. Lindsey Edwards, uma das líderes do ensaio clínico, espera que os testes ajudem pacientes com doenças hepáticas avançadas a diminuir a necessidade de avanço de antibióticos.

"Há uma necessidade urgente e não atendida de combater a infecção e a resistência antimicrobiana na doença hepática crônica", disse ela. "Se pudermos aumentar a própria imunidade dos pacientes de fígado para reduzir as infecções, modificando o microbioma, podemos reduzir a necessidade da prescrição de antibióticos."


Naylor: As pessoas podem hesitar sobre a ideia de "porcarias"


Os pesquisadores teriam encontrado evidências de que as "porcarias"/ fezes de pessoas saudáveis com bactérias boas têm um efeito positivo.

"O que isso significa? Isso significa que seu sistema imunológico é de fato originado principalmente no intestino com o microbioma. Melhorar a saúde do intestino é melhorar a resposta imunológica", disse o homeopata Robert.

Naylor concordou, dizendo que o artigo reconhece a conexão fígado-intestino. Ele continuou que um intestino saudável é necessário para curar o fígado, e as "porcarias" naturais podem servir a esse propósito.

O produtor executivo comentou que as pessoas não devem ser avessas a tomá-lo – especialmente se for sanitário, estéril e em cápsula.

De acordo com Naylor, as pessoas que se juntaram ao ensaio clínico provavelmente experimentaram outras coisas convencionais que provavelmente não funcionaram. "Esta não é a primeira linha de defesa deles. Isso pode ser o que eles vão quando tentam coisas que não funcionaram."

O homeopata Robert finalmente observou que as "porcarias" são uma solução que não é uma droga sintética, mas um material natural que pode ser ingerido.


Alimentos prebióticos e probióticos são universalmente considerados os melhores alimentos para apoiar uma microbiota intestinal saudável. Frutas frescas, folhas verdes e grãos integrais fornecem uma forma de fibra alimentar chamada prebióticos que podem promover o crescimento de micróbios intestinais benéficos. Enquanto isso, alimentos fermentados como iogurte, kefir e kombucha contêm probióticos, ou bactérias vivas boas, que ajudam a manter os micróbios ruins sob controle.

Mas, de acordo com um estudo publicado na revista Gut Microbes, os alimentos prebióticos e probióticos não são os únicos alimentos que podem ajudar a manter uma microflora intestinal saudável. Alguns alimentos comumente consumidos contêm compostos com efeitos antimicrobianos que também podem ajudar a controlar o crescimento de certas comunidades bacterianas.

Obtenha o Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco para melhor Imunidade e Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui


Siga-nos: | | e | Inscreva-se na nossa | Nos Apoie: Doar
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Fechar Menu
Entre em nosso Telegram

Entre para nosso canal do Telegram

ENTRAR

Nos siga no X (Twitter)

Compartilhamos nossos artigos e outras informações

SEGUIR

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR