O suprimento de carne dos EUA pode em breve ser contaminado com "vacinas" mRNA

vacinas de mRNA estão prestes a ser fortemente implementadas em toda a indústria da carne, com bovinos, frangos, porcos, cabras e outros


O suprimento de carne dos EUA pode em breve ser contaminado com "vacinas" mRNA para animais

Em breve, haverá outra razão para escolher opções de comida vegetariana ou obter sua carne de fontes locais confiáveis: as vacinas de mRNA estão prestes a ser fortemente implementadas em toda a indústria da carne, com bovinos, frangos, porcos, cabras e outros animais alvo de injeções regulares de mRNA.

Esse é mais um passo no golpe climático ou é outro negócio de bilhões de dólares para a indústria Farmacêutica - e talvez às custas de nossa saúde - Ou talvez vacinação em massa por meio dos alimentos, ou matar a agricultura para fornecer espaço para indústria da chamada carne sintética (Sem nutrientes reais) enquanto destroem a agricultura como fez com os negócios/ ganha-pão dos humanos na chamada pandemia Covid?

Como vimos com seres humanos, as injeções de mRNA podem:

  • Circulam por todo o corpo e acabam em sangue e órgãos.
  • Fazer com que o corpo produza proteínas tóxicas que podem causar efeitos tóxicos.
  • Entopem artérias e acabam matando ou prejudicando pessoas de derrames ou ataques cardíacos.
  • Alteram cromossomos e causam alterações genéticas permanentes no organismo.

As agulhas hipodérmicas, ao que parece, não são a única maneira pela qual essas instruções de mRNA podem ser introduzidas no corpo humano. Eles também podem ser engolidos, ou podem entrar pelo contato com a pele. 

O simples manuseio de carne crua contaminada com produtos de mRNA é provavelmente o equivalente a ser exposto a "derramamento" de receptores de vacinas. E mesmo que o ácido estomacal provavelmente destrua as sequências de mRNA, há absorção que ocorre na boca, sob a língua, e é por isso que muitos medicamentos e suplementos - incluindo óleos CBD e zinco - geralmente são melhor absorvidos sob a língua em vez de serem engolidos.

Assim, a simples introdução de produtos de carne animal vacinados com mRNA em sua boca, se não estiverem totalmente cozidos, pode expô-lo a uma espécie de "derramamento de alimentos" de produtos de mRNA que podem ser absorvidos pelo sangue e circulados por todo o corpo. Isso pode incluir proteínas que são estranhas ao corpo humano.

Pfizer, Bayer e outras gigantes farmacêuticas já anunciaram vacinas de mRNA para animais


Como o Dr. Robert Malone revelou em um artigo recente do substack, as gigantes Farmacêuticas começaram a anunciar vacinas de mRNA para animais já em 2016. De sua história:


Está claro que a indústria de animais de fazenda está prestes a ser ultrapassada por vacinas de mRNA, que provavelmente matarão um número chocante de animais de fazenda (e promoverão o aumento da infertilidade), bem como contaminarão o suprimento de carne com artefatos de mRNA, como proteínas spike. 

Considere isso uma espécie de agenda de "despovoamento de animais de fazenda" para eliminar a carne e forçar as pessoas a usarem larvas e grilos como fonte de proteína. 

Comer insetos ou carnes falsas de laboratório é a alternativa que os globalistas estão usando como meio de "salvar o planeta" de uma suposta destruição ambiental, mas, na verdade, é uma ferramenta para eliminar de forma gradual fazendeiros, pecuaristas e propriedades privadas e substituí-los por um produto alimentício ultraprocessado (Sem nutrientes) que pode ser controlado por patentes.

Em breve, se você comer produtos de carne convencionais, você estará comendo os resultados da produção biotecnológica de mRNA "vacinação" em massa de animais.

Se você come carne, saiba de onde ela vem


Daqui em diante, se você optar por comer carne, saiba de onde ela vem. Se vier de operações de animais de fábrica, é quase certo que em breve será contaminado com biotecnologia de mRNA.

Embora ainda seja uma suposição, é possível que o cozimento em alto calor possa destruir algumas proteínas delicadas geradas pela biotecnologia de mRNA. Por esta razão, certifique-se de evitar comer produtos de carne crua / rosa, como bifes raros. 

Ainda não sabemos ao certo que cozinhar destrói as proteínas spike, no entanto, tenha cuidado ao consumir produtos cárneos de fontes convencionais. (Espero que aprendamos mais sobre esse assunto e relatemos nossas descobertas a você.)

Se você comer carne, faça um esforço para encontrar fornecedores de carne locais que sigam práticas mais holísticas e naturais, como evitar injeções de mRNA para seus rebanhos. Apoie a agricultura local e você terá uma linha de fornecimento de alimentos mais limpos. Escolha sempre animais criados com ração orgânica não transgênica, se possível.
Ou você poderia comer larvas de farinha e "hambúrgueres de besouro" para apaziguar os globalistas

Parece óbvio que os globalistas estão tentando contaminar a oferta de carne e acabar com ela ao longo do tempo, substituindo carnes animais por larvas, larvas de farinha, grilos e larvas de mosca-soldado negro, entre outras criaturas. Um artigo StudyFinds.org destaca um estudo recente sobre larvas de farinha que afirma que essas larvas secas em breve substituirão o frango em nuggets de frango.

Não parece um almoço delicioso? Em breve, é isso que as massas empobrecidas serão oferecidas como fonte de proteína: Enquanto isso, sem dúvida, os globalistas desfrutarão de costela nobre em seus jatos particulares enquanto beliscam saladas orgânicas não transgênicas, porque sabem que alimentos limpos promovem longevidade.

Referência:  FoodScience.news
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Suplemento Multivitamínico

Fechar Menu