A vacina do vírus Sincicial Respiratório (RSV) da Pfizer pode causar distúrbios do sistema nervoso

Após a vacinação com a vacina RSV da Pfizer para adultos mais velhos, duas pessoas desenvolveram a síndrome de Guillain-Barré


A vacina do vírus Sincicial Respiratório (RSV) da Pfizer pode causar distúrbios do sistema nervoso

A Pfizer não só tem problemas com a injeção do gene Covid em termos de efeitos colaterais, como a vacina do vírus Sincicial Respiratório (RSV) também não parece ser muito melhor nesse aspecto. As pessoas que recebem a vacina RSV da Pfizer para adultos mais velhos devem ser monitoradas quanto à síndrome de Guillain-Barré, dizem os cientistas.

Após a vacinação com a vacina RSV da Pfizer para adultos mais velhos, duas pessoas desenvolveram a síndrome de Guillain-Barré e recomenda-se o monitoramento do que é, na verdade, um distúrbio neurológico muito raro . Um estudo clínico publicado no New England Journal of Medicine afirma que a vacina seria eficaz na prevenção de doenças do trato respiratório inferior em adultos com 60 anos ou mais, sem preocupações aparentes de segurança.

No entanto, esses eventos adversos devem ser monitorados de perto em estudos futuros e vigilância pós-comercialização da vacina RSVpreF, enfatizam os cientistas. O estudo foi apoiado pela Pfizer, o que reduz muito a credibilidade em relação à eficácia e efeitos colaterais. Afinal, também houve muitas discrepâncias nos estudos de aprovação da injeção de genes da Pfizer contra a Covid-19.

A reguladora americana Food and Drug Administration (FDA) também está pedindo um monitoramento rigoroso de possíveis ligações entre a vacina da Pfizer e a síndrome de Guillain-Barré. A FDA pediu à empresa para realizar um estudo de segurança e citar Guillain-Barré como um risco potencial se a vacina for aprovada. Os conselheiros da FDA endossaram a vacina em fevereiro, apesar das divergências.

Os cientistas do estudo explicam que os dois casos de Guillain-Barré ocorreram em pessoas com risco aumentado de desenvolver a síndrome. Outros fatores além da vacina podem ter contribuído para que os indivíduos desenvolvessem a síndrome. A Pfizer não acredita que os casos estejam relacionados à vacina, mas o FDA discorda e acredita que uma conexão é bastante provável.

Apesar das recentes campanhas de mídia que promoveram o RSV como um vírus perigoso, a infecção não é uma ameaça para pessoas saudáveis. A necessidade de vacinas é correspondentemente controversa. 

Com um benefício tão pequeno, eles teriam que ser pelo menos extremamente seguros para uma relação dano-benefício positiva - mas não parece ser o caso. Guillain-Barré está associada a fraqueza muscular e paralisia e é até mesmo fatal se os músculos respiratórios e de deglutição forem afetados. - Referência: Report24
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Suplemento Multivitamínico



Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.