Nova geração infértil: "vacina" COVID prejudica o desenvolvimento sexual de crianças, revela investigação

Dra. Wolf refere-se a dados que indicam que às vacinais “ferem os testículos e machucam as partes dos testículos que desenvolvem a masculinidade


Nova geração infértil: "vacina" COVID prejudica o desenvolvimento sexual de crianças, revela investigação

Enquanto a decaída agência Anvisa, dando luz verde total às vacinas COVID para crianças de 6 meses a 12 anos - mesmo com as consequências vacinais nos países desenvolvidos sendo claras... novas evidências sugerem uma ligação entre as chamadas vacinas COVID e o desenvolvimento reprodutivo infantil.

A Agência de Segurança da Saúde do Reino Unido não está mais oferecendo a substância operacional de mRNA chamada de vacina para crianças de 5 a 11 anos em lugares como a Inglaterra. A Agência do Reino Unido anunciou recentemente que as crianças que não completaram cinco anos até o final de agosto de 2022 não seriam elegíveis para uma vacina COVID até completarem 12 anos. 

Consequências vacinais de longo prazo pode ocorrer infertilidade?


Em uma entrevista publicada on-line em 7 de setembro, a Dra. Naomi Wolf e Steve Bannon discutiram novas pesquisas que podem sugerir uma ligação entre as vacinas COVID e o desenvolvimento reprodutivo infantil.

Reconhecendo que a pesquisa não pode mostrar causa e efeito, a Dra. Wolf refere-se a dados que indicam que os golpes vacinais “ferem os testículos e machucam as partes dos testículos que desenvolvem a masculinidade e características sexuais secundárias de meninos, meninos e adolescentes. . Então, eles literalmente prejudicam as chances de seu filho crescer normalmente como um adulto humano do sexo masculino.”

Ela acrescenta que as evidências que ligam as injeções de COVID e a fertilidade não se tratam apenas da supressão da contagem ou mobilidade de espermatozóides, mas “algo ainda mais insidioso” porque essas nanopartículas lipídicas passam literalmente para os órgãos reprodutivos de meninos. Em outras palavras, pode está ocorrendo um tipo de castração sexual silenciosa, que a longo prazo, pode haver uma redução populacional em massa.

Dr. Robert Malone e mais 15 mil médicos e cientistas alertaram:

No ano passado, o inventor da tecnologia usada nessas chamadas vacinas, Dr. Robert Malone, um dos maiores virologista, imunologista e mais 15 mil médicos e cientistas de todo o mundo, alertou os pais de todo o mundo - Antes de vacinar seu filho, o que é irreversível e potencialmente prejudicial para sempre:

Segundo seu alerta: um gene viral será injetado nas células de seus filhos. Este gene força o corpo do seu filho a produzir proteínas tóxicas. Essas proteínas costumam causar danos permanentes nos órgãos críticos das crianças, incluindo;

  • Seu cérebro e sistema nervoso
  • Seu coração e vasos sanguíneos, incluindo coágulos sanguíneos.
  • Seu sistema reprodutivo, e
  • Esta vacina pode desencadear mudanças fundamentais em seu sistema imunológico.

O mais alarmante é que, uma vez ocorridos esses danos, eles são irreparáveis;

  • Você não pode consertar as lesões dentro de seu cérebro
  • Você não pode reparar cicatrizes no tecido cardíaco
  • Você não pode reparar um sistema imunológico geneticamente redefinido, e
  • Esta vacina pode causar danos reprodutivos que podem afetar as futuras gerações de sua família

O Daily Clout relatou anteriormente que as vacinas causaram uma queda surpreendente na fertilidade masculina adulta. Os próprios documentos da Pfizer e outros estudos médicos mostram:

Os ingredientes da vacina de mRNA podem ser transferidos de uma pessoa para outra através do contato pele a pele, inalação e via “relação sexual”, através de fluidos corporais. Ou seja, o “derramamento” da vacina pode ocorrer por contato sexual, inclusive pela exposição ao sêmen. [“Estudo de Fase 1/2/3, Controlado por Placebo, Randomizado, Oculto ao Observador, de Determinação de Dose para Avaliar a Segurança, Tolerabilidade, Imunogenicidade e Eficácia de Candidatos à Vacina de RNA SARS-CoV-2 Contra COVID-19 em Saúde Indivíduos”, Alteração do Protocolo 14,https://www.phmpt.org/wp-content/uploads/2022/03/125742_S1_M5_5351_c4591001-interim-mth6-protocol.pdf, p. , 2081, 2100, 2211, 2228 e 2337.]

Em outras palavras, de acordo com documentos internos da própria Pfizer, um homem vacinado pode expor sua parceira sexual aos ingredientes da vacina, via ejaculação. Também expomos essa realidade, veja aqui: O que acontece quando uma pessoa vacinada para Covid faz sexo com uma pessoa não vacinada?

De acordo com o Daily Clout:

  1. A Pfizer não testou “toxicidade reprodutiva masculina”. A toxicidade reprodutiva masculina é definida como efeitos adversos (impactos negativos) relacionados à função sexual e fertilidade em homens adultos [“Resumo do Relatório de Avaliação Pública para a Vacina COVID-19 Pfizer/BioNTech.” GOV.UK , GOV.UK,https://www.gov.uk/government/publications/regulatory-approval-of-pfizer-biontech-vaccine-for-covid-19/summary-public-assessment-report-for-pfizerbiontech-covid-19-vaccine.]
  2. A Pfizer também não testou efeitos adversos do sêmen de homens vacinados no desenvolvimento de seus descendentes. [“Toxicidade reprodutiva março de 2017 – SCHC.” org , Grupo de trabalho da folha de informações GHS/HazCom da Aliança SCHC-OSHA, março de 2017,https://www.schc.org/assets/docs/ghs_info_sheets/schc_osha_reproductive_toxicidade_4-4-16.pdf.]
  3. Os ingredientes da vacina de mRNA viajam por todo o corpo e se reúnem em órgãos, inclusive nos testículos. ["Estudo de distribuição tecidual de uma formulação de nanopartículas de mRNA de lipídios marcada com [3H] contendo ALC-0315 e ALC-0159 após administração intramuscular em ratos Wistar Han,"https://www.phmpt.org/wp-content/uploads/2022/03/ 125742_S1_M4_4223_185350.pdf _, pág. 24.]
  4. As vacinas de mRNA que resultam em “anticorpos antiesperma” – ou seja, anticorpos que tratam o esperma como um “invasor” e o danificam ou matam – é um evento adverso conhecido relacionado a essa forma de vacinação. ["5.3.6 Análise Cumulativa de Relatórios de Eventos Adversos Pós-Autorização de PF-07302048 (BNT162B2) Recebidos até 28 de fevereiro de 2021,"https://www.phmpt.org/wp-content/uploads/2022/04/reissue_5.3.6-postmarketing-experience.pdf, pág. 30.] [Salvador, Zaira e Sandra Fernández. “O que são anticorpos antiesperma? – Causas e Tratamento.” InviTRA , 8 de janeiro de 2019,https://www.invitra.com/en/antisperm-antibodies/.]
  5. As vacinas de mRNA causam uma queda impressionante na concentração de sêmen e na contagem total de motilidade. [Gat, Itai, et al. “Vacinação Covid-19 BNT162B2 prejudica temporariamente a concentração de sêmen e a contagem total de móveis entre doadores de sêmen.” Wiley Online Library , Andrologia, 17 de junho de 2022,https://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/andr.13209.]
Ao suprimir a discussão dessas informações, agências de saúde pública, profissionais médicos e governos negaram globalmente e continuam a negar aos homens o verdadeiro consentimento informado.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Suplemento Multivitamínico

Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.