O sistema imunológico das crianças estão falhando contra resfriados nos EUA

Pós-medidas tomadas contra o SARS-CoV-2, pós-vacinação experimental em massa e o pós-Covid parece está levantando uma onda de epidemia sem precedentes

O sistema imunológico das crianças estão falhando contra resfriados nos EUA

Pós-medidas tomadas contra o SARS-CoV-2, pós-vacinação experimental em massa e o pós-Covid parece está levantando uma onda de epidemias sem precedentes: a extensão em que o sistema imunológico das crianças foi danificado no curso da chamada pandemia não é evidente apenas nos hospitais. 
Em muitos casos, eles estão tão gravemente doentes com resfriados que não representam um problema para uma criança com o sistema imunológico intacto.

Há também uma licença médica maciça nas escolas. Em uma escola de ensino médio na Virgínia, por exemplo, metade dos alunos faltou na semana passada – não por causa do Covid-19, mas por causa dos sintomas do resfriado. Números preocupantes de casos de doenças também estão sendo relatados em outros distritos escolares. Relacionado: Pandemia vacinal em ascensão? O "misterioso" aumento de mortes na Europa 

Report24 informou sobre a lotação das enfermarias pediátricas dos hospitais: As doenças respiratórias causadas pelo VSR ou pelo vírus do resfriado comum atingem com tanta força as crianças que elas têm que apresentá-las ao pronto-socorro. Especialistas atribuem isso ao enfraquecimento do sistema imunológico como resultado das medidas do Covid e das vacinações em massa. Muitas clínicas estão cada vez mais atingindo seus limites de capacidade.

O problema também é evidente nas escolas: uma escola de ensino médio no condado de Stafford, Virgínia, registrou licença médica de mais de 1.000 alunos na semana passada - e onde apenas 2.100 alunos estão matriculados na escola. As crianças apresentavam sintomas de resfriado e algumas apresentavam problemas gastrointestinais. Em uma carta aos pais na sexta-feira, o diretor da escola Allen Hicks relatou um "surto de doença" - vários funcionários também foram afetados.

O fenômeno não se limita a esta escola. Números igualmente preocupantes estão sendo relatados no Distrito Escolar Unificado de San Diego , por exemplo, onde uma escola de ensino médio também teve 1.000 alunos doentes devido à gripe. 2.600 crianças estão matriculadas nesta escola. 

Um porta-voz do distrito anunciou: "Até agora, os testes de COVID deram negativo, mas vários alunos deram positivo para a gripe. Os sinais e sintomas típicos incluem tosse, dor de garganta, coriza, febre e outros sintomas de infecção respiratória superior. Estamos em contato próximo com a Saúde Pública do Condado de San Diego".

Enquanto isso, o oficial assistente de saúde do condado está usando o desenvolvimento para promover vacinas: "Infelizmente, esperávamos que esta fosse uma temporada de gripe difícil e outros vírus respiratórios estão voltando rapidamente ao lado do COVID-19. Se você ainda não o fez, agora é a hora de se vacinar contra influenza e COVID-19 para obter a proteção extra que as vacinas oferecem.” 

Segundo os médicos, a onda de gripe chega muito cedo e com muita violência. Isso é comumente atribuído às consequências das medidas restritivas do COVID que causou impacto negativo no sistema imunológico. Mas também há ligação de impacto de vacinação COVID, desestabilizando o sistema imunológico, como bem foi alertado por alguns especialistas.

As vacinas Corona não são mais apenas anedóticas. O fato de que as consequências das medidas e vacinações podem ser usadas como justificativa para pedidos de novas medidas e vacinações deve ser motivo de reflexão. Fonte: Report24
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Sugestão de suplemento

Postar um comentário

0 Comentários

Fechar Menu