Sociedade e governo

OMS recomenda restrições novamente, perseguição aos não vacinados, e prepara o mundo para bloqueio global

Coletividade Evolutiva
Nos Apoie: Doação
OMS recomenda restrições novamente e prepara o mundo para bloqueio global

A OMS sem noção está preparando o mundo para a próxima temporada de bloqueios, recusando-se a admitir que a emergência acabou e recomendando que os governos eleitos obedeçam suas recomendações e reimplementem os mandatos de máscaras e bloqueios, que sabemos, combateu tudo e todos, menos o chamado COVID.

“Estou preocupado que os casos de COVID-19 continuem aumentando, pressionando ainda mais os sistemas de saúde [sic] e os profissionais de saúde. Também estou preocupado com a tendência crescente de mortes. O comitê de emergência do COVID-19 se reuniu na sexta-feira da semana passada e concluiu que o vírus continua sendo uma emergência de saúde pública de interesse internacional”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom.

Adhanom continuou, dizendo que o Comitê está preocupado com as subvariantes do Omicron das quais a maioria das pessoas nunca ouviu falar porque desligou as notícias do COVID desde o final dos bloqueios. Ele acrescentou que houve um aumento nos casos e, ao mesmo tempo, alegando que não há testes ou vigilância suficientes para determinar a gravidade do COVID. Impressionante.

Ele então lamentou a queda na aceitação da vacina, dizendo que não há pessoas suficientes na fila para receber sua segunda, terceira, quarta, quinta, sexta, sétima, oitava, nona, décima… doses de reforço.

Adhanom recomenda que os países retornem aos dias de mandatos de máscaras, testes obrigatórios de COVID e vigilância em massa.

“À medida que as hospitalizações e as transmissões aumentam, os governos também devem implantar medidas testadas e comprovadas, como mascaramento, ventilação aprimorada e protocolos de teste e tratamento”, disse Adhanom. “… Os governos também devem trabalhar para reduzir sua redução na vigilância, testes e sequenciamento e compartilhar antivirais de forma eficaz.”

Ele concluiu elogiando a vacina, aconselhando os governos a ir mais uma vez atrás dos não vacinados e proclamando que a pandemia não acabou.

A OMS está buscando colapsar os países usando medidas restritivas usando seus lacaios governantes ignorantes


A Proposta dos financiadores e globalistas por trás da Organização Mundial da Saúde (OMS) em recomendar restrições, é conseguir  violar a soberania das nações e a liberdade dos cidadãos levando ao colapso, caso os países aceitem novamente as recomendações ignorantes dessa organização falida, tudo que veremos novamente será ruína e autoritarismo do chamado novo normal.

Essas são questões que devem ser consideradas profundamente, especialmente considerando que a OMS tem muitas partes interessadas, incluindo doadores privados e corporações. De fato, pode-se facilmente acompanhar o dinheiro para ver que o financiamento da OMS não é estritamente governamental, como se acredita.

Os conflitos de interesses aqui são simplesmente enormes e refletem agendas ocultas que podem ter profundas implicações para limitar a liberdade médica dos Estados membros e seus cidadãos no futuro.
Publicidade
Publicidade

Continua após publicidade

Siga Coletividade Evolutiva nas redes sociais!
Publicidade
Compartilhe:
Nos Apoie com um donativo
Este artigo pode conter afirmações que refletem a opinião do autor
Colapso Coronavírus Covid-19 descobrindo Fome no mundo Máscara Mundo Sociedade Sociedade e governo


RECENTES