Saúde e medicina

Após Bill Gates "prever" uma possível pandemia de varíola, países começam registrar vários casos

Saúde e medicina: Após incansáveis vacinações de Covid-19 em massa, efeitos colaterais e novas doenças "erradicadas" começaram a disparar pelo mundo...

O dissidente
Compartilhe:
Nos Apoie: Doação

“Profeta do mal”: Após Bill Gates prever uma possível pandemia de varíola, vários países começam registrar vários casos


Após incansáveis vacinações de Covid-19 em massa, efeitos colaterais e novas doenças "erradicadas" começaram a disparar pelo mundo, no entanto, as autoridades nunca relacionam com as vacinas do Covid, é claro. 

Agora recentemente casos de varíola começaram ser registrados em vários países, como, Portugal, Europa e o mais recente nos Estados Unidos. Os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) admitem a possibilidade de existirem “mais casos”.

O profeta do mal, assim como eu o vejo, Bill Gates, advertiu repetidamente - com um sorriso assustador - que os governos deveriam estar prontos para um ataque terrorista de varíola em aeroportos(Meio perfeito para disseminação global e por meio de vacinação em massa). A varíola é a escolha mais provável dos globalistas que querem reduzir a população global, porque é extremamente contagiosa e quase ninguém tem imunidade contra ela.

Em 2017 Bill Gates já havia dado entrevista, cogitando a possibilidade de uma pandemia de varíola. Quando o profeta do mal, Bill Gates avisa sobre algo assim, geralmente é porque os globalistas estão planejando fazer isso.

Estados Unidos reportam um caso de infeção de varíola enquanto Portugal e a Europa são vários casos


Os Estados Unidos reportaram esta quarta-feira um caso de infeção pelo vírus Monkeypox (varíola dos macacos) e as autoridades de saúde estão a investigar se o contágio está relacionado com vários casos registados na Europa, incluindo Portugal.

O caso foi identificado do estado de Massachusetts, num homem que viajou recentemente para o Canadá, noticiou a agência Associated Press (AP).

O vírus Monkeypox é do género Ortopoxvírus (o mais conhecido deste género é o da varíola) e a doença é transmissível através de contacto com animais, ou ainda contacto próximo com pessoas infetadas ou com materiais contaminados.

Portugal tem 14 casos confirmados


Em Portugal, foram reportados esta quarta-feira 14 casos de infeção pelo vírus Monkeypox, adiantou a Direção-Geral da Saúde, adiantando que estão a ser feitos inquéritos epidemiológicos para identificar cadeias de transmissão e potenciais novos casos. 
 Também o Reino Unido reportou, recentemente, casos semelhantes de lesões ulcerativas, com a confirmação de infeção por vírus Monkeypox.

A autoridade de saúde portuguesa apela às pessoas que apresentem lesões ulcerativas, erupção cutânea, gânglios palpáveis, eventualmente acompanhados de febre, arrepios, dores de cabeça, dores musculares e cansaço, para procurar aconselhamento clínico.

Recomenda ainda que, “perante sintomas suspeitos, o indivíduo deverá abster-se de contatos físicos diretos”, explicando que “a abordagem clínica não requer tratamento específico, sendo a doença habitualmente autolimitada em semanas”.

Em declarações ao início da tarde aos jornalistas, no Porto, a diretora do Programa Nacional para as Infeções Sexualmente Transmissíveis e VIH/ ou HIV (vírus da imunodeficiência humana
) confirmou que os cinco primeiros casos confirmados foram detetados numa clínica ligada a doenças sexualmente transmissíveis em homens jovens com idades entre os 20 e os 50 anos. Esta é a primeira vez que é detectada em Portugal infeção pelo vírus Monkeypox.
Publicidade
Explore mais: Bill gates , Pandemias , saúde , Saúde e medicina
Compartilhe:
Nos Apoie com um donativo
Este artigo pode conter afirmações que refletem a opinião do autor
Siga Coletividade Evolutiva nas redes sociais!

RECENTES