Dra. Carrie Madej: Pesquisadora encontrou PARASITAS, nanobots e grafeno em vacinas COVID-19

A médica e pesquisadora americana Dra. Carrie Madej encontrou várias substâncias perigosas nas injeções do COVID.




Recentemente, a médica e pesquisadora americana Dra. Carrie Madej esteve presente no canal espanhol da Twitch El Arconte. Neste programa, ela respondeu a várias perguntas sobre o transumanismo e o que encontrou nos frascos que analisou. Uma das perguntas que lhe fizeram foi relacionada a introdução da Hydra vulgaris, nanotecnologia e grafeno no corpo humano.

A médica e pesquisadora americana Dra. Carrie Madej desde o inicio vem alertando sobre os perigos das injeções de mRNA - encontrou várias substâncias perigosas nas injeções do COVID, incluindo óxido de grafeno, nanobots e organismos vivos.

Hydra vulgaris é um pólipo de água doce muito pequeno . Pode crescer entre 10 a 30 milímetros de comprimento e cerca de um milímetro de largura. Uma característica aterrorizante, mas convincente, desse organismo é que, como a própria Madej apontou, é funcionalmente imortal.

“Este é o organismo favorito dos transumanistas porque, no laboratório, é imortal. Não morre. E os transumanistas querem ser imortais”, disse ela.

Em uma entrevista diferente, Madej observou que os transumanistas gostam de realizar estudos intermináveis ​​sobre a hidra . “Eles sentem que este é um organismo incrível para a imortalidade. É imortal no ambiente de laboratório. Produz continuamente suas próprias células-tronco.”

“Nunca para. Você pode cortá-lo em pedacinhos, colocá-lo em uma placa de Petri e ele se forma de novo e de novo”, continuou ela. “Eles estão pensando, não seria ótimo se pudéssemos colocar isso dentro do genoma de um corpo humano e, se sua mão fosse cortada por algo, você pudesse criar uma nova mão?”

Madej explicou durante sua entrevista com El Arconte que, dado esse exemplo de imortalidade funcional encontrado na natureza, os transumanistas não acreditam que seja muito forçado fazer experimentos com seres humanos para alcançar tal imortalidade.

Além disso, Madej disse que os transumanistas responsáveis ​​​​por inserir a hidra nas vacinas COVID-19 também são capazes de controlá-las remotamente.

“Eles são capazes de usá-los remotamente e influenciar os parasitas, que podem produzir neuropeptídeos, toxinas, todo tipo de coisa”, explicou Madej. “Então, o que eles estão fazendo é controlar remotamente, digamos, um peixe com o parasita e fazer o peixe se mover ou fazer alguma coisa.”

“Eu não sei por que estamos vendo a hidra nesses frascos. Não sei. Tudo o que sei é olhar para a pesquisa dos transumanistas para ver o que eles estão fazendo com isso, e as [três] coisas em que estão interessados ​​são imortalidade, regeneração … e também a capacidade de controlar remotamente alguma coisa”, disse. 


Ainda não está claro se essa capacidade de controlar organismos que são hospedeiros dos parasitas das vacinas foi transferida para humanos, mas Madej explicou que os transumanistas estão trabalhando nessa tecnologia.

Nanobots, grafeno também encontrado em vacinas COVID-19


Madej também alertou que pode ter visto nanobots nas vacinas durante sua pesquisa. Junto com todas essas substâncias, Maden confirmou que também viu grafeno nas vacinas – fato confirmado por muitas outras equipes de pesquisa ao redor do mundo.( Recomendado: As vacinas COVID-19 da Pfizer contêm nanotecnologia para rastrear pessoas, semelhante ao Bluetooth, dizem cientistas)

“Tenho muitos vídeos e fotos para compartilhar… e um dos vídeos mostrou o que acredito ser um nanobot”, disse ela. “Também havia muitos objetos redondos que parecem estar cheios de substâncias que seriam liberadas no fluido ao longo do tempo. Portanto, existem substâncias de entrega que parecem um hidrogel.”

“Não sou só eu que estou dizendo isso. Temos diferentes países dizendo isso. Polônia, África do Sul, Itália e, claro, Espanha. Temos muitas coisas que estamos vendo nesses frascos. Também vi substâncias semelhantes ao grafeno... mas são diferentes. Eles não são os mesmos”, disse Madej.

“Isso não é ciência. Isso não é boa ciência. Isso não é um bom remédio. Estamos sendo enganados e estamos sendo experimentados”, disse Madej. “Só acho que temos esses cientistas loucos, esses psicopatas no comando, e eles não deveriam mais estar no comando. E eles estão experimentando em nós.” 

Assistir:

Referência: Naturalnews.com
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Suplemento Multivitamínico

Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.