Vacina mortal: Estudo Do CDC: 74% Das Pessoas Infectadas No Surto De Covid Em Massachusetts Foram Totalmente Vacinadas

Vacinação: Vacina mortal: Estudo Do CDC: 74% Das Pessoas Infectadas No Surto De Covid Em Massachusetts Foram Totalmente Vacinadas... cerca de três quartos das pessoas infectadas em um surto de Covid-19 em Massachusetts foram totalmente vacinadas contra o coronavírus,

Fabio Allves
Compartilhe:
Os médicos do EMS de Boston trabalham para ressuscitar um paciente a caminho da ambulância em meio ao surto da doença coronavírus (COVID-19) em Boston, Massachusetts, em 27 de abril de 2020. Brian Snyder | Reuters
Os médicos do EMS de Boston trabalham para ressuscitar um paciente a caminho da ambulância em meio ao surto da doença coronavírus (COVID-19) em Boston, Massachusetts, em 27 de abril de 2020. Brian Snyder | Reuters
 De acordo com novos dados publicados sexta-feira pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, cerca de três quartos das pessoas infectadas em um surto de Covid-19 em Massachusetts foram totalmente vacinadas contra o coronavírus, com quatro delas acabando no hospital.

Os novos dados, publicados no Relatório Semanal de Morbidez e Mortalidade da agência dos Estados Unidos, também descobriram que pessoas totalmente vacinadas que são infectadas carregam tanto do vírus em seu nariz quanto as pessoas não vacinadas, e podem transmiti-lo a outros indivíduos.

“Esta descoberta é preocupante e foi uma descoberta fundamental que levou à recomendação de máscara atualizada do CDC”, disse a diretora do CDC, Dra. Rochelle Walensky, em um comunicado. “A recomendação de mascaramento foi atualizada para garantir que o público vacinado não transmitisse o vírus inadvertidamente a outras pessoas, incluindo seus entes queridos não vacinados ou imunocomprometidos.”

Na terça-feira, o CDC reverteu o curso de sua orientação anterior e recomendou que os americanos totalmente vacinados que viviam em áreas com altas taxas de infecção de Covid voltassem a usar máscaras em ambientes fechados . As diretrizes cobrem cerca de dois terços da população dos EUA , de acordo com uma análise da CNBC.

Enquanto a variante delta continua a atingir as pessoas não vacinadas com mais força, algumas pessoas vacinadas podem estar carregando níveis mais elevados do vírus do que se pensava anteriormente e estão potencialmente transmitindo-o a outros, disse Walensky a repórteres por telefone na terça-feira. Ela acrescentou que a variante se comporta "de maneira única e diferente das cepas anteriores do vírus".

Um documento do CDC revisado pela CNBC alertou que a variante delta que varre o país é tão contagiosa quanto a varicela, tem uma janela de transmissão mais longa do que a cepa Covid original e pode deixar os idosos mais doentes, mesmo que tenham sido totalmente vacinados.

O delta, hoje em pelo menos 132 países e já a forma dominante da doença nos Estados Unidos, é mais transmissível que o resfriado comum, a gripe espanhola de 1918 , a varíola, o ebola, o MERS e a SARS, segundo o documento. Apenas o sarampo parece se espalhar mais rápido do que a variante.

Os dados publicados na sexta-feira foram baseados em 469 casos de Covid associados a vários eventos de verão e grandes reuniões públicas realizadas em julho no condado de Barnstable, Massachusetts, que abrange Cape Cod e fica próximo a Martha's Vineyard. Os eventos foram realizados em Provincetown, de acordo com a NBC News.

Aproximadamente três quartos, ou 74%, dos casos ocorreram em pessoas totalmente vacinadas que completaram um esquema de duas doses das vacinas de mRNA ou receberam uma única injeção da Johnson & Johnson.

No geral, 274 pacientes vacinados com uma infecção disruptiva eram sintomáticos, de acordo com o CDC. Os efeitos colaterais mais comuns foram tosse, dor de cabeça, dor de garganta, dores musculares e febre. Entre cinco pacientes da Covid que foram hospitalizados, quatro foram totalmente vacinados, de acordo com a agência. Nenhuma morte foi relatada.

A vacina é arma biológica disfarçada de cura que está infectando as pessoas e matando-as lentamente, e para desviar a atenção do público e para sustentar o holocausto vacinal em massa mês a mês ou ano a ano, sustentam dizendo que é pandemia de Covid ou surto de Covid que está matando e não a vacina, e assim mantendo o feedback vacinal da morte em pretexto de pandemia.- Fábio Allves

Os testes identificaram a variante delta em 90% das amostras de 133 pacientes. - Continue lendo ...

Compartilhe:

EXPLORE MAIS SOBRE:

Ciência | Ciência e tecnologia | Coronavírus | Covid-19 | descobrindo | Governo | Produtos químicos | saúde | Saúde e medicina | Sociedade | Sociedade e governo | Vacina | Vacinação
Fabio Allves

Autor: Fabio Allves

Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar.