A nova ordem mundial está chegando com o grande reset global

Compartilhe
A nova ordem mundial está chegando com o grande reset global

Uma Nova Ordem Mundial, que está sendo apresentada como O Grande Reset Global defendido pelos globalistas do Fórum Econômico Mundial está prestes a emergir. Sobre o pretexto de "pandemia", líderes de uma variedade de indústrias poderosas - agricultura, alimentos, biotecnologia, farmacêuticas, finanças, fabricação de armas e coleta de dados, monitoramento, vigilância, "mudança climática", tecnologia, entre outros mais estão juntos nesse objetivo, certamente será o controle de tudo aquilo que representa o essencial para a vida humana livre.

Na realidade, é um projeto para um corporativismo tecnocrático totalitário global, que promete um enorme desemprego, desindustrialização e colapso econômico intencionalmente, para que todo o poder seja transferido para as mãos de poucos poderosos do mundo.

Pandemia marca início de uma nova ordem mundial, alerta especialista norte-americano


O especialista e investigador Edward Fishman agora é quem alerta o que muitos já há muito tempo vem dizendo, que as orquestrações da pandemia marca o início de uma nova ordem mundial. “É importante aceitarmos que não haverá um regresso ao normal e que uma crise desta magnitude não desaparece simplesmente de um dia para o outro”, avisa. O especialista logo abaixo argumenta como "democracia", claro, democracia de partes interessadas de grandes corporações que controlará cada setor da humanidade.

As alterações forçadas pela pandemia de covid-19 irão levar ao estabelecimento de uma nova ordem mundial nos próximos um a cinco anos, considera o ex-responsável de planeamento do Departamento de Estado norte-americano Edward Fishman.

“Estou convencido de que este será um momento de transição”, afirmou o especialista, que é investigador não residente do Conselho do Atlântico e investigador adjunto do Centro para uma Nova Segurança Americana, falando numa sessão organizada pela Associação de Correspondentes Estrangeiros nos Estados Unidos.

“Há um desejo inerente de voltar à normalidade e uma nostalgia para regressar à vida pré-pandemia”, afirmou. “É importante aceitarmos que não haverá um regresso ao normal e que uma crise desta magnitude não desaparece simplesmente de um dia para o outro”.

Fishman, que trabalhou como conselheiro para o Secretário de Estado da administração Obama, John Kerry, projetou uma nova ordem mundial com um sistema de dois níveis. Um nível global em que participam todas as grandes potências e um nível paralelo que reunirá o que descreve como democracias com afinidades, cujos princípios são semelhantes.

“O nível global tem de ter um âmbito estrito, focar-se apenas nos problemas de ação colectiva: alterações climáticas, cibersegurança e pandemias”, declarou o especialista. “O nível das democracias com afinidades deve focar-se em problemas mais divisivos e ambiciosos: desinformação, evasão fiscal e desigualdade”.

O ex-conselheiro afirmou que este momento deverá levar a uma “retirada ordeira e pensada da globalização”, frisando as “consequências muito negativas” que teve na sociedade, que o período pós-pandemia justifica a criação de cadeias de fornecimento alternativas (por exemplo para produtos farmacêuticos) e que as infra-estruturas devem ser construídas entre democracias com afinidades.

A aliança D10 proposta pelo Reino Unido para contornar a importância da China e da Huawei no fornecimento de equipamento 5G é, segundo ele, um exemplo disso.

O estabelecimento do nível de democracias com afinidades não será, considerou, feito através de um único grande acordo ou conferência. “Estou céptico de que a nova ordem nasça numa grande conferência”, disse, referindo que haverá vários eventos importantes.

“À medida que os líderes puderem encontrar-se em pessoa começaremos a ver essas coisas a acontecer”, considerou, referindo a proposta do candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, para a realização de uma “Cimeira para a Democracia”.

“É erróneo pensar que as consequências das eleições de 2020 não são imensas para o estabelecimento da nova ordem mundial”, acrescentou.

O especialista afirmou que nesta transição será necessário planear com tempo e decidir quais são os princípios que políticos, líderes cívicos, cidadãos e empresas querem ver na nova ordem mundial, que poderá trazer uma economia mais equitativa. “Estas transições são muito raras”, disse. “É importante que não estraguemos esta oportunidade”.

Você pode nos ajudar e ajudar você mesmo, comprando o E-book (Cultivando Horta Orgânica)- Nessa "pandemia" um colapso está chegando, principalmente de alimentos, - Cultive seus próprios alimentos em casa enquanto há tempo, mesmo sendo iniciante produza alimentos orgânicos, livres de agrotóxicos e fique preparado para o colapso...Comprar E-book

Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Por favor, considere apoiar o nosso site.Fazer uma doação!
Compartilhe
Continue lendo após publicidade
Continue lendo após publicidade

Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram
Tags: , , , , , ,