Na Itália, comerciantes criam campanha e desobedecem às restrições que estar causando crises

Pandemias: Na Itália, comerciantes criam campanha e desobedecem às restrições que estar causando crises... Movimento “Eu abro” consiste em manter os estabelecimentos abertos ao público apesar da determinação do governo

Fabio Allves
Compartilhe:
Na Itália, comerciantes criam campanha e desobedecem às restrições que está causando crises

Proprietários de bares e restaurantes da Itália estão aderindo ao movimento “Eu abro”. A iniciativa consiste em manter os estabelecimentos abertos para o público apesar da determinação do governo, que proíbe o funcionamento depois das 18h em razão da pandemia da Covid-19. A partir desse horário, segundo o decreto italiano, os bares e restaurantes podem operar apenas por delivery. Nas redes sociais, as páginas de protesto lançadas pelos donos desses estabelecimentos contam com mais de 50 mil apoiadores pedindo pelo fim das medidas de restrição.


A associação que representa os bares e restaurantes italianos afirma que os estabelecimentos estão “esgotados” e que a situação “é grave”. Em nota, a associação diz, ainda, que apesar da importância de respeitar as determinações do governo, são necessárias medidas adicionais de assistência para dar “segurança aos empresários e alívio aos prejuízos das empresas”. No Twitter, o movimento italiano tem se espalhado: internautas afirmam que o mesmo movimento deve começar no Reino Unido a partir do próximo sábado, 30.
 

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Veja Também

Ajude manter o site no AR:

Transferência de PIX

Explore mais sobre:

Coronavírus , Covid-19 , Fome no mundo , Governo , Notícias alternativas , Pandemias , Coletividade Evolutiva , Na Itália, comerciantes criam campanha e desobedecem às restrições que estar causando crises ,
Compartilhe:
RELATAR ERROS:
Fabio Allves

Autor: Fabio Allves

Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar.