Firefox e Mozilla vão censurar conservadores no próprio navegador... mais polícia do pensamento

Últimas-notícias: Firefox e Mozilla vão censurar conservadores no próprio navegador... mais polícia do pensamento - Em um anúncio, a Mozilla expressou planos urgentes para começar a filtrar como eles dizem, a“desinformação” no nível do navegador

Fabio Allves
Firefox e Mozilla agora vão censurar conservadores no próprio navegador... mais polícia do pensamento 
Em um anúncio, a Mozilla expressou planos urgentes para começar a filtrar como eles dizem, a“desinformação” no nível do navegador antes mesmo que o conteúdo tenha a chance de aparecer em uma busca na Internet ou em um site.

Essa iniciativa pelo que parece, ser mais uma orquestração no controle da informação e no combate ao livre pensamento, e a liberdade de expressão, com o pretexto agora do "cerco" e "tomada de controle" no Capitólio em Washington, DC nos Estados Unidos, que resultou em um punhado de pessoas ganhando acesso ao prédio do Capitólio em 6 de janeiro, a Mozilla diz que todas as ferramentas do arsenal precisam ser implantadas para evitar que a “supremacia branca” seja “reforçada online.

Banir o presidente Donald Trump das redes sociais enquanto silencia seus apoiadores que ousam protestar simplesmente não é suficiente para impedir que “violência e ódio” se espalhem na internet, segundo a Mozilla , a empresa por trás do navegador Firefox.

“… Por mais repreensíveis que sejam as ações de Donald Trump, o uso desenfreado da Internet para fomentar a violência e o ódio e reforçar a supremacia branca envolve mais do que qualquer personalidade”, escreveu Mitchell Baker, da Mozilla.

“Donald Trump certamente não é o primeiro político a explorar a arquitetura da internet dessa forma e não será o último. Precisamos de soluções que não comecem após danos incalculáveis. ”

Descrevendo aqueles que desafiam as eleições fraudulentas como engajados em "dinâmicas perigosas", Baker diz que há uma necessidade urgente de fazer "mais do que apenas silenciar temporariamente ou remover permanentemente maus atores das plataformas de mídia social".

Para evitar que os conservadores nunca mais tenham a oportunidade de se fazer ouvir sobre qualquer coisa, a Mozilla quer descobrir quem está pagando por anúncios em sites não pertencentes à esquerda, bem como quanto eles estão pagando.

Descobrir quem está sendo “alvejado” com esses anúncios também é importante, diz a Mozilla, já que eles também precisam ser silenciados e impedidos de acessar qualquer coisa que não seja o conteúdo da mídia tradicional e informações de políticos “aprovados” como Joe Biden e Kamala Harris .

A Mozilla está ainda focando em algoritmos de plataforma para garantir que apenas o conteúdo politicamente correto seja “ampliado”, especialmente para as pessoas que mais precisam ser doutrinadas.

Por padrão, todas as atualizações mais recentes do Firefox também incluirão “ferramentas” que são projetadas para “amplificar vozes factuais sobre desinformação”. Essas “vozes factuais” incluem veículos de notícias falsas como The New York Times e The Washington Post .

Finalmente, a Mozilla deseja colaborar com “pesquisadores independentes” com o propósito de conduzir “estudos aprofundados” sobre as formas como o Facebook e o Twitter impactam as pessoas em toda a sociedade. Isso, diz a empresa, ajudará a determinar “o que podemos fazer para melhorar as coisas”.

“Essas são ações com as quais as plataformas podem e devem se comprometer hoje”, conclui Baker.

“A resposta não é acabar com a internet, mas construir uma melhor, que resista e se prepare contra esses tipos de desafios. É assim que podemos começar a fazer isso. ”

É hora de desinstalar o Firefox que agora é um anti-liberdade


De natureza semelhante ao plug-in NewsGuard da Microsoft , que marca todos os meios de comunicação de massa como "verificados" e todo o resto como "falso", a Mozilla quer que o Firefox se torne mais uma polícia do pensamento na rede de controle estatal profundo sobre o mundo.

Se você quer escapar dessa polícia do pesamento de controle, é hora de desinstalar  o navegador que até costumava ser um tanto confiável, mas agora é apenas mais uma engrenagem na roda do controle da nova ordem mundial sobre a fala, sem mencionar uma afronta à Primeira Emenda da Constituição.

“Brave é melhor em todas as métricas”, escreveu um comentarista do Twitter, referindo-se ao popular navegador Brave .
CONTINUE LENDO APÓS PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO APÓS PUBLICIDADE

Compartilhe :Firefox e Mozilla vão censurar conservadores no próprio navegador... mais polícia do pensamento

MARCADORES [Coletividade Evolutiva] Ciência | Ciência e tecnologia | Governo | manipulação | Notícias alternativas | Sociedade | Tecnologia | Últimas-notícias


Autor: Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. REDES:Telegram -Instagram -BomPerfil -Likabout