Vitamina D: os efeitos para a saúde

Compartilhar
Vitamina D: os efeitos para a saúde

A luz solar é a principal fonte de vitamina D. Quando sua pele é exposta ao Sol, ela produz vitamina D. Esse nutriente, conhecido como vitamina do sol, tem muitas funções no corpo e é essencial para a saúde. De fato, estudos recentes tem provado que a deficiência de vitamina D está associada a efeitos graves da Covid-19. Todos precisam tomar banho de sol pelo menos uns 15 a 20 minutinhos todos os dias para manter os níveis adequados de vitamina D no corpo – crianças, jovens e idosos. Sol é vida, é fonte de energia, é sinônimo de saúde e bem- estar geral. Esse pro-hormônio chamado comumente de vitamina D desempenha um papel importantíssimo no sistema imunológico, nossa linha de defesa contra doenças.

A existência de quase toda a vida na Terra é alimentada pela luz do Sol. Além de nos manter aquecidos, há inúmeras vantagens associadas à exposição dos raios solares. 

Fortalece o sistema imunológico


A luz solar ajuda na produção da vitamina D. Hoje a vitamina D é considerada o principal estimulador do sistema imunológico, podendo prevenir várias doenças e fortalecer o organismo. Saiba mais sobre a vitamina D.

Melhora o humor


Quando o corpo recebe a luz solar que chega ao cérebro por meio do nervo óptico, os níveis de serotonina aumentam regulando o humor e gerando a sensação de bem-estar.

Regula o sono


A melatonina, hormônio que regula os ciclos do sono é ativado pela luz solar produzindo um efeito sedativo e sensação de calma e tranquilidade.

Previne a miopia


A iluminação a que estamos expostos a maior parte do tempo é muito fraca. Dentro de casa varia em torno de 50 lux, assistindo TV na sala, e 500 lux, nos escritórios e salas de aula. Para prevenir a miopia, o nível de luminosidade necessária é de 10.000 lux.

Auxilia nas funções cognitivas


Há receptores de vitamina D espalhados por todo o sistema nervoso central e hipocampo. Sabe-se que a luz solar afeta o fluxo sanguíneo no cérebro e este por sua vez interfere nas funções cognitivas.

Níveis de cálcio e fosfato


A vitamina D ajuda a regular a quantidade de cálcio e fosfato no organismo. Esses nutrientes são vitais para manter ossos e músculos saudáveis. A vitamina D também pode proteger contra infecções respiratórias, declínio cognitivo, demência e muito mais.

Exposição à luz solar pode ajudar a prevenir a obesidade


O UV na luz solar não apenas fornece ao corpo vitamina D, mas também é uma fonte vital de óxido nítrico, essencial para o corpo humano como uma ferramenta para regular importantes processos fisiológicos, incluindo circulação sanguínea e metabolismo. A exposição adequada ao óxido nítrico do sol ajudará a manter seu metabolismo funcionando sem problemas e lhe desencorajará a cometer excessos alimentares.

Risco reduzido de transtorno afetivo sazonal


A exposição regular ao sol pode reduzir o risco de transtorno afetivo sazonal (SAD). O transtorno afetivo sazonal é um tipo de depressão que acontece no outono ou inverno e que provoca sintomas como tristeza, sono em excesso, aumento do apetite e dificuldade de concentração. O tratamento inclui terapia de luz (fototerapia), psicoterapia e medicamentos. No inverno, os tratamentos para o transtorno afetivo sazonal clássico incluem a terapia de luz (foto), que envolve sentar em frente a uma caixa especializada que emite luz muito brilhante (e filtra os raios UV prejudiciais). Geralmente, são necessários 20 minutos ou mais por dia e a exposição à luz é feita durante a manhã.

Os perigos para a saúde de não receber luz solar suficiente


A falta de luz solar pode levar a uma deficiência de vitamina D. Isso pode levar a vários problemas de saúde, incluindo aumento do risco de osteoporose, doenças cardíacas, alguns tipos de câncer, doenças infecciosas e até gripe, de acordo com a Harvard School of Public Health.

Cegueira da neve


A luz do sol pode induzir cegueira na neve ou fotoceratite. Essa é uma condição ocular dolorosa causada pela exposição dos olhos que não foram bem protegidos aos raios UV provenientes da luz solar intensa ou de fontes artificiais, incluindo o arco elétrico de uma ferramenta de soldagem. O reflexo da neve e do gelo serve para aumentar a intensidade dos raios UV.

Doença cardíaca


Uma pesquisa apontou que as deficiências de vitamina D nos homens causadas pelo deficit de luz solar os tornam duas vezes mais propensos a desenvolver doenças cardíacas.

A falta de luz solar pode prejudicar a visão de uma criança


As crianças que passam mais tempo fora de casa reduzem o risco de miopia (dificuldade de ver de longe). A miopia se desenvolve em jovens quando a lente pára de compensar o crescimento contínuo do olho. Pessoas que foram expostas a níveis mais altos de radiação UV - um fator que está intimamente relacionado ao tempo que uma pessoa passa ao ar livre e é exposto à luz solar - acaba por ter menos tendência a adquirir esse problema de visão.

Compartilhar
Ajude-nos abrindo uma publicidade - Cique aqui
Ajude-nos abrindo uma publicidade - Cique aqui
Continue lendo após publicidade
Estar havendo uma extrema censura por parte dos gigantes da tecnologia. Por isso, incentivamos que todos que desejam receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se inscrever acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar sua inscrição.
Siga nas redes | Instagram | Facebook |Twitter |Telegram

Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram