Défice de vitamina D aumenta risco de Covid-19 grave

Compartilhar

A deficiência da vitamina D, significa sistema imunológico fraco, isso porque esse pro-hormônio é fundamental para manter o sistema imune forte, no qual é a principal linha de defesa contra doenças em nosso meio. Um número crescente de estudos recentes revelaram que a vitamina D diminui a probabilidade de contrair Covid severa, de complicações futuras e inclusive o risco de morte associado à doença, provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2.

E agora uma equipa de cientistas belgas é a mais recente a divulgar uma pesquisa que sugere que o défice dessa vitamina apresenta uma ligação nefasta com a incidência de casos graves de Covid-19, conforme explica um artigo publicado no portal BGR.

Investigadores do instituto AZ Delta analisaram a relação entre a carência de vitamina D no organismo e a propensão de contrair Covid, sendo que o estudo foi aceito para publicação no American Journal of Clinical Pathology.

A vitamina D regula a densidade óssea, mas também fortalece o sistema imunológico inato (natural) e evita uma reação exagerada do sistema imunológico. O estudo da AZ Delta mostra que existe uma ligação clara entre a falta de vitamina D à admissão, o estágio do COVID-19 e o risco de morte. Isso é diferente das condições relacionadas à vitamina D, como doenças pulmonares crônicas, doenças cardiovasculares e diabetes.

Um segundo estudo da AZ Delta a ser apresentado em 20 de novembro de 2020 no simpósio anual da Royal Belgian Association for Laboratory Medicine, mostra ainda que, em 2019, quase metade dos 16.274 pacientes ambulatoriais e hospitalizados testados eram deficientes em vitamina D. Pacientes do sexo masculino com COVID / SARS-CoV-2, em particular, mostraram graves deficiências de vitamina D.

Para efeitos dessa pesquisa, os cientistas testaram os níveis de vitamina D de 186 pacientes com Covid-19 admitidos em hospitais e detetaram "uma associação clara" entre a falta da substância e a severidade da patologia. .

A exposição ao sol gera vitamina D, assim como determinados alimentos e suplementos à venda em farmácias e em para-farmácias.

Outros pesquisadores britânicos compararam a estatística de "fatalidades e recuperações" do coronavírus em diferentes regiões. Foi comprovado que em locais onde habitantes têm deficiência da vitamina D, como no Hemisfério Norte, casos da Covid-19 grave são registrados com mais frequência.

A vitamina D é essencial para a função imunológica. Quando o nível da vitamina D está elevado, "o sistema imune inato está forte", segundo Davies, citado pelo tabloide Daily Express.

O vírus tem como alvo a proteína na superfície da célula chamada ACE2 que faz parte do sistema renina-angiotensina-aldosterona (S-RAA). O R-SAA regula pressão sanguínea e resposta inflamatória. A replicação do coronavírus enfraquece a proteína ACE2, causando tempestade de citocinas (reação que também pode ocorrer com vacinas e, é fatal) -  e, consequentemente, a morte de infectados. O nível alto da vitamina D pode ajudar a evitar inflamação descontrolada, de acordo com cientista.

Alimentação influencia a capacidade do ser humano de lutar contra os vírus, comentou o estudo britânico o cientista da Academia de Ciências da Rússia, que direciona o Laboratório de Biotecnologia e Virologia da Faculdade de Ciências Naturais da Universidade Estatal de Novgorod, Sergei Netesov.


Considerações

Armazene o máximo possível de vitamina D3 (não D2) em seu corpo. A vitamina D3 não é realmente uma vitamina. É o hormônio esteroide mais poderoso do corpo. Ele não apenas apoia a saúde geral melhor do que qualquer uma das vitaminas reais, mas também atua como um regulador imunológico, estimulando seu sistema imunológico quando necessário e diminuindo-o para reduzir uma tempestade de citocinas! Faça sua própria pesquisa sobre vitamina D. Existem muitos dados disponíveis na Internet agora.
Compartilhar
Ajude-nos abrindo uma publicidade - Cique aqui
Ajude-nos abrindo uma publicidade - Cique aqui
Continue lendo após publicidade
Estar havendo uma extrema censura por parte dos gigantes da tecnologia. Por isso, incentivamos que todos que desejam receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se inscrever acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar sua inscrição.
Siga nas redes | Instagram | Facebook |Twitter |Telegram

Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram