Notícias Recentes

Mutação do DNA humano com vacinas? Relatório revela o que há nas vacinas

Vacinas está mudando o DNA humano? Relatório revela o que há nas vacinas

Mesmo que o cerco das vacinas continuam se fechando sobre a população, e mesmo que a população em sua maioria continuam acreditando que as vacinas de supostamente imunizar  dos dias de hoje, são de alguma forma, uma formula milagrosa de evitar doenças, e que os governos estão preocupados com o bem estar da nação, à realidade, é muito pelo contrario do que as pessoas são levadas a acreditar. Um relatório impressionante foi divulgado pela  Families 4 Vaccine Choice  que nos trás a tona o que realmente contém nas vacinas e RNA/DNA. Se você tem um estômago fraco, prepare-se.

Vacinas e RNA, o que é isso?

O que exatamente é RNA e o que isso tem a ver com vacinas? Para entender isso, precisamos primeiro entender que as vacinas são consideradas biológicas.Eles então citam a Organização de Inovação em Biotecnologia para saber como é definido um biológico.

 O que isso significa, significa que é:
Fabricado em um sistema vivo, como um microorganismo ou células vegetais ou animais. A maioria dos produtos biológicos são moléculas muito grandes e complexas ou misturas de moléculas. Muitos produtos biológicos são produzidos usando a tecnologia de DNA recombinante.… É difícil, e às vezes impossível, caracterizar um biológico complexo testando os métodos disponíveis em laboratório, e alguns dos componentes de um biológico acabado podem ser desconhecidos.Portanto, para produtos biológicos, "o produto é o processo". Como o produto acabado não pode ser totalmente caracterizado em laboratório, os fabricantes devem garantir consistência, qualidade e pureza, garantindo que o processo de fabricação permaneça substancialmente o mesmo ao longo do tempo.Os sistemas vivos usados ​​para produzir produtos biológicos podem ser sensíveis a mudanças muito pequenas no processo de fabricação. Pequenas diferenças de processo podem afetar significativamente a natureza do produto biológico final e, o mais importante, o modo como ele funciona no corpo. ”

O relatório então pergunta o que é "tecnologia de DNA recombinante" ou RNA. De fato, o relatório menciona o fato de que a maioria das pessoas não tem idéia de como o RNA é produzido. No entanto, a Enciclopédia Britânica fornece a resposta.


Tecnologia de DNA recombinante , unindo moléculas de DNA de duas espécies diferentes que são inseridas em um organismo hospedeiro para produzir novas combinações genéticas que são valiosas para a ciência , medicina , agricultura e indústria. Como o foco de toda a genética é o gene , o objetivo fundamental dos geneticistas de laboratório é isolar, caracterizar e manipular genes. Embora seja relativamente fácil isolar uma amostra de DNA de uma coleção de células, encontrar um gene específico nessa amostra de DNA pode ser comparado a encontrar uma agulha no palheiro. Considere o fato de que cada célula humana contém aproximadamente 2 metros (6 pés) de DNA. Portanto, uma pequena amostra de tecido conterá muitos quilômetros de DNA. No entanto, o ADN recombinante tecnologia tornou possível isolar um gene ou qualquer outro segmento de ADN, que permitiu aos investigadores a determinar o seu nucleótido sequência, estudar os seus transcritos, se transformar-lo em formas altamente específicas, e reinserir a sequência modificada em um organismo vivo. "

Então, o que isso significa quando é adicionado a uma variedade de vacinas?

Famílias 4 Vaccine Choice ilustrou os vários DNA de nossas vacinas modernas e cada uma delas pode ser descoberta, juntamente com as vacinas em que são colocadas no site do CDC .

  1. culturas de células de fibroblastos diplóides humanos (cepa WI-38), também conhecidas como células fetais abortadas encontradas em: Adenovírus, MMR (MMR-II, MMRV (ProQuad) (Congelado), MMRV (ProQuad) (Refrigerator Stable)
  2. As células MRC-5 (uma linha de células diplóides humanas normais) também abortaram as células do feto encontradas em DTaP-IPV (Quadracel), DTaP-IPV / Hib (Pentacel), Hep A (Havrix), Hep A (Vaqta), Hep A / Hep B (Twinrix), MMRV (ProQuad) (Congelado), MMRV (ProQuad) (Estável em Geladeira), Raiva (Imovax), Varicela (Varivax) Congelada, Varicela (Varivax) Geladeira Estável, Zoster (Shingles) (Zostavax) Congelada, Zoster (Shingles) (Zostavax) Geladeira estável,
  3. soro fetal bovino (proveniente do sangue coletado de um feto bovino): Adenovírus, MMR (MMR-II), Rotavírus (RotaTeq), Varicela (Varivax) Congelado
  4. albumina sérica humana (proteína no plasma sanguíneo humano): Adenovírus, Raiva (RabAvert), Varíola (Vaccinia) (ACAM2000)
  5. albumina humana recombinante: MMR (MMR-II), MMRV (ProQuad) (estável em geladeira)
  6. extrato bovino: DTaP (Infanrix), DTaP-IPV (Kinrix), DTaP-HepB-IPV (Pediarix), Td (Mass Biologics), Tdap (Boostrix)
  7. Meio Latham derivado da caseína bovina: DTaP (Infanrix), DTaP (Infanrix), DTaP-HepB-IPV (Pediarix), Tdap (Boostrix)
  8. Células VERO (células epiteliais renais extraídas de um macaco verde africano.): DTaP-IPV (Kinrix), DTaP-HepB-IPV (Pediarix), poliomielite (IPV - Ipol), rotavírus (RotaTeq), rotavírus (Rotarix)
  9. células diplóides humanas normais (fetos humanos abortados): DTaP-IPV (Quadracel)
  10. Meio CMRL 1969 suplementado com soro de vitelo: DTaP-IPV (Quadracel), DTaP-IPV / Hib (Pentacel)
  11. albumina sérica bovina, proteína de albumina de vacas: DTaP-IPV / Hib (Pentacel), encefalite japonesa (Ixiaro)
  12. meio Mueller e Miller modificado (o procedimento envolve o uso de uma cepa variante e um tanto instável de Clostridium Tetani e um meio de cultura contendo digestão pancreática de caseína com cistina e tirosina adicionais, infusão de coração de vaca, glicose e sais inorgânicos.): DTaP- IPV / Hib (Pentacel), Hib (ActHIB)
  13. albumina bovina: Hep A (Vaqta)
  14. DNA de levedura: Hep B (Heplisav-B)
  15. proteína de levedura : DTaP-HepB-IPV (Pediarix), Hep B (Engerix-B), Hep B (Recombivax), Hep B (Heplisav-B), Hep A / Hep B (Twinrix), Papilomavírus Humano (HPV) (Gardasil) 9)
  16. Madin Darby Rim canino: gripe (Flucelvax) quadrivalente
  17. cultura de células embrionárias de pintos: MMR (MMR-II), MMRV (ProQuad) (Congelado), MMRV (ProQuad) (Refrigerador Estável)
  18. fibroblastos de frango: Raiva (RabAvert)
  19. células vero [DNA dos circovírus porcino (PCV) 1 e 2: Rotavírus (RotaTeq), Rotavírus (Rotarix)
  20. Células de rim de macaco verde africano (Vero): Varíola (Vaccinia) (ACAM2000)
.
Agora aprendemos que, com o RNA, como mencionado acima, "moléculas de DNA de duas espécies diferentes que são inseridas em um organismo hospedeiro para produzir novas combinações genéticas". Isso significa que eles estão dividindo o DNA humano com o DNA dos animais e dos fetos abortados e injetando-o novamente em nossos corpos, na esperança de que isso nos faça criar o antígeno necessário para nos imunizar contra um vírus. Você notou que a maioria das pessoas com DNA humano e animal está dentro do cronograma para que nossos filhos sejam injetados antes de se desenvolverem e antes de começarem a escola e ao longo de nossas vidas? Podemos até dizer que o ser humano que está com o cronograma de vacinas do governo em dia, está sendo geneticamente modificado ao longo da geração?

Não apenas isso é antiético e até criminoso, mas há bilhões de dólares sendo investido em mais e mais vacinas, ao mesmo tempo em que se envolve em uma agenda global de controle populacional/Redução populacional. Uma das pessoas que apóia financeiramente um pouco disso é ninguém menos que Bill Gates, da Microsoft.

O relatório ainda afirma o seguinte: CISA significa Projeto de Avaliação de Segurança de Imunização Clínica (CISA). “A CISA aborda questões de segurança de vacinas, realiza pesquisas clínicas de alta qualidade e avalia eventos adversos clínicos complexos após a vacinação. A CISA facilita a colaboração do CDC com especialistas em segurança de vacinas nos principais centros médicos acadêmicos e fortalece a capacidade nacional de monitoramento de segurança de vacinas.

Por que eles teriam algum incentivo para garantir que as vacinas estivessem seguras quando os fabricantes de vacinas nem mesmo são responsabilizados por seu produto quando ferem ou matam alguém. O único produto que você não pode processar por danos causou-lhes seus produtos.

Também achei muito interessante ao pesquisar tudo isso que a Fundação Gates investiu "US $ 52 milhões (46 milhões de euros) na CureVac, uma empresa biofarmacêutica líder em estágio clínico especializada em tecnologias de vacinas baseadas em RNA".

“Como parte do acordo, a fundação também fornecerá financiamento separado para vários projetos para desenvolver vacinas profiláticas baseadas na plataforma proprietária de RNA mensageiro (mRNA) do CureVac. Além disso, o investidor de longa data da CureVac, dievini Hopp BioTech, anunciou um compromisso de US $ 24 milhões (€ 21 milhões) em patrimônio adicional.



No entanto, ouça essa pequena palestra que Bill Gates deu no TED 2010 com referência às mudanças climáticas e às emissões e redução populacional com vacinas.



"Primeiro, temos população", disse Gates. “O mundo hoje tem 6,8 bilhões de pessoas. Isso chega a cerca de nove bilhões. Agora, se fizermos um ótimo trabalho em novas vacinas, serviços de saúde e serviços de saúde reprodutiva, poderíamos diminuir isso em, talvez, 10 ou 15%. "




Receba as notícias do Coletividade Evolutiva em primeira mão. Siga-nos nas redes sociais! Facebook - Twitter - Instagram - Receber por e-mail - Ajudar o Site



Coletividade Evolutiva

Site: Coletividade Evolutiva
O Coletividade Evolutiva, esta ligado ao dever e justiça de informar a sociedade de forma que ajudarão a viver melhor, enxergar através das cortinas que nos limitam o pensamento, quebrando assim as velhas formas de pensar. Examinamos o que percebemos como os problemas mais importantes em nossa sociedade atual, discutimos possíveis soluções e alternativas que podem nos ajudar a reconstruir nossa sociedade.Publicamos informações que nos desafiam o pensamento e os nossos preconceitos. (Saber Mais)