Uma Perspectiva Perturbadora: Imagem espelhada do novo retrato do rei Carlos III supostamente revela rosto de Baphomet

A cor vermelha está associada a Satanás, a borboleta monarca simboliza o controle da mente e os olhos negros em um sonho simbolizam entidade demoníaca

A Revelação Inesperada do Retrato Oficial do Rei Carlos III: Uma Perspectiva Perturbadora

A recente revelação do primeiro retrato oficial do rei Carlos III desde sua coroação trouxe à tona uma série de reações inesperadas e, em alguns casos, inquietantes. A obra de arte, caracterizada por seus tons vermelhos vibrantes e pela representação detalhada do rei em seu uniforme da Guarda Galesa, foi inicialmente concebida como um tributo ao longo serviço do monarca. No entanto, um fenômeno visual envolvendo a imagem espelhada do retrato capturou a imaginação do público de maneira surpreendente.

O retrato, pintado pelo renomado artista Jonathan Yeo, retrata Carlos III contra um fundo de "tons vermelhos vívidos", uma escolha que alguns consideram talvez muito vívida. O monarca veste o uniforme da unidade militar da Guarda Galesa, da qual foi feito Coronel Regimental em 1975. Uma borboleta tremula logo acima de seu ombro direito, adicionando um toque peculiar e, para muitos, perturbador à composição.

Yeo explicou que seu objetivo ao criar o retrato era fazer referência às tradições do retrato real, mas de uma maneira que refletisse uma monarquia do século 21 e comunicasse a profunda humanidade do sujeito. No entanto, os comentários dos observadores não foram tão amáveis. Muitos compararam a obra a uma representação infernal do rei, com alguns chegando a questionar se todo o "sangue" nas mãos dele estaria representado na pintura.

Rei Carlos III revelando seu primeiro retrato oficial pintado desde sua coroação.

A cor vermelha está associada a Satanás, a borboleta monarca simboliza o controle da mente e os olhos negros em um sonho simbolizam uma entidade demoníaca.

Quando eles lhe disserem quem são, acredite neles.

O retrato, encomendado em 2020 para celebrar os 50 anos do então príncipe de Gales como membro da The Drapers' Company em 2022, foi destinado a ser pendurado no Drapers' Hall. No entanto, o discurso em torno da obra tomou um rumo ainda mais bizarro quando os usuários das redes sociais realizaram um experimento simples, mas revelador: espelharam a imagem. A imagem espelhada, colocada ao lado da original, supostamente revela uma semelhança com Baphomet - uma figura associada a práticas ocultas e satânicas.

Os comentaristas não foram gentis com a arte, basicamente dizendo 'parece que ele está no inferno'. Até o NY Post o chamou de retrato de Charles de "aparência fantasmagórica", mas as pessoas foram muito mais duras.


Essa reviravolta inesperada desencadeou uma onda de debates e teorias da conspiração sobre mensagens secretas e símbolos sinistros escondidos na pintura. Alguns interpretaram isso como evidência de forças malévolas em ação dentro dos mais altos escalões do poder. A revelação espelhada levanta questões sobre se é apenas uma coincidência, uma conspiração artística cuidadosamente orquestrada ou simplesmente um truque do olho.


Independentemente da interpretação, a imagem espelhada do retrato do rei Carlos III continua a provocar uma ampla gama de reações, desde a admiração até o desconforto, e permanece como um exemplo notável de como a arte pode inspirar interpretações divergentes e incitar a imaginação pública.

Essa revelação espelhada é apenas uma coincidência, uma conspiração artística cuidadosamente orquestrada ou simplesmente um truque do olho? O que você acha?
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Sugestão de suplemento

Postar um comentário

0 Comentários

Fechar Menu