Epidemia de câncer deve bater recorde em 2024... O que mudou?

Um relatório recente publicado pela Sociedade Americana de Câncer previu que novos casos de câncer devem atingir um novo recorde em 2024.


Casos de câncer devem bater recorde em 2024... O que mudou?

Desde o lançamento desta vacina COVID que não é realmente vacinas, mas uma terapia gênica de mRNA mortal, tem havido cada vez mais casos de câncer turbo/ agressivo e de rápido progresso. Médicos e cientistas estão revelando um aumento drástico, incluindo em Crianças e adolescentes também são afetados.

De acordo com isso, são principalmente os jovens entre 20 e 40 anos que são afetados. Mas esse fenômeno também não parece parar em crianças e adolescentes. Como o Report24 relatou anteriormente, vários estudos apontam para o perigo do câncer turbo a partir das injeções do gene da Pfizer. Um perigo que não é realmente conhecido do grande público.

Um relatório recente publicado pela Sociedade Americana de Câncer previu que novos casos de câncer devem atingir um novo recorde em 2024. São esperados mais de 2 milhões de novos casos de câncer.

A incidência de câncer tem aumentado para seis dos cânceres mais comuns: mama, próstata, endométrio, pâncreas, rim e melanoma. Como Leo Hohmann relatou anteriormente.

O Wall Street Journal relata que os médicos estão perplexos com o aumento repentino do câncer entre os jovens.

O Jornal escreve:

"O câncer está atingindo mais jovens nos EUA e em todo o mundo, desconcertando os médicos. As taxas de diagnóstico nos EUA aumentaram em 2019 para 107,8 casos por 100.000 pessoas com menos de 50 anos, um aumento de 12,8% em relação aos 95,6 em 2000, mostram dados federais. Um estudo da BMJ Oncology no ano passado relatou um aumento global acentuado de cânceres em pessoas com menos de 50 anos, com as taxas mais altas na América do Norte, Austrália e Europa Ocidental.

Como Leo mencionou em sua reportagem no The Gateway Pundit, a palavra "vacina" não aparece em nenhum lugar do artigo. Continua depois da publicidade Os médicos estão "correndo para descobrir o que os está deixando doentes e como identificar os jovens que estão em alto risco. 

Eles suspeitam que as mudanças na forma como vivemos – menos atividade física, mais alimentos ultraprocessados, novas toxinas – aumentaram o risco para as gerações mais jovens."

Talvez os médicos devam começar a se concentrar no óbvio.

Marina Zhang no The Epoch Times relatou:

Em um relatório publicado em 17 de janeiro, a American Cancer Society (ACS) estimou que os novos casos de câncer ultrapassarão 2 milhões em 2024, atingindo um recorde.

Embora o risco de morrer de câncer tenha diminuído, a incidência de câncer tem aumentado para seis dos cânceres mais comuns: mama, próstata, endométrio, pâncreas, rim e melanoma.

As novas estimativas representam um aumento de 2% em relação às estimativas da ACS para 2023.

"A incidência geral de câncer é estável em homens e aumenta ligeiramente em 0,1% ao ano em mulheres. O número de casos de câncer aumenta a cada ano principalmente por causa do envelhecimento e do crescimento da população", disse Rebecca L. Siegel, principal autora do relatório, epidemiologista do câncer e diretora científica sênior de pesquisa de vigilância da Sociedade Americana de Câncer, ao Epoch Times.

"O câncer de próstata é o que mais cresce – 3% ao ano – principalmente devido ao diagnóstico de doenças em estágio avançado", acrescentou Siegel.

O relatório descobriu que os cânceres também têm aumentado em pessoas mais jovens, especificamente o câncer colorretal em pessoas com menos de 55 anos e o câncer de colo de útero em mulheres de 30 a 44 anos. Os cânceres orais associados ao papilomavírus humano (HPV) e ao câncer de fígado em mulheres também aumentaram.

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Suplemento Multivitamínico

Fechar Menu