Coletividade Evolutiva , Bebidas que dobram o risco de câncer de intestino, segundo a ciência , medicina , saúde , Saúde e medicina ,

Bebidas que dobram o risco de câncer de intestino, segundo a ciência

Também chamado colorretal, o câncer de intestino é aquele que envolve a parte inferior do sistema digestivo


Bebidas que dobram o risco de câncer de intestino, segundo a ciência
Bebidas que dobram o risco de câncer de intestino, segundo a ciência - republicação: Portal Catraca Livre

Má alimentação, o tabagismo e o consumo de álcool estão entre os principais responsáveis ​​para o desenvolvimento de câncer, segundo estudos recentes sobre o tema. Além disso, o consumo de bebidas açucaradas também é considerado um importante fator de risco para o surgimento da doença, indica pesquisa publicada pela revista Gut.

Evidências mostram que tomar duas ou mais bebidas açucaradas por dia duplica as chances de câncer de intestino em adultos antes dos 50 anos. Ou seja, com cada dose diária, o risco de câncer aumenta em 16% nas mulheres e 32% nos adolescentes.

Entre as maiores vilãs da saúde intestinal estão bebidas esportivas e energéticas, bebidas com sabor de frutas e refrigerantes, consideradas as maiores fontes de açúcares adicionados na dieta ocidental.

Como o estudo foi realizado?


A pesquisa publicada na revista Gut, que durou mais de duas décadas, resultou em informações de valor inestimável acerca da influência direta da ingestão de açúcar sobre a saúde da geração emergente.

A pesquisa envolveu uma grande amostra de aproximadamente 100 mil profissionais de enfermagem durante um período estendido de 1991 a 2015.

O oncologista e fundador do Instituto Vencer o Câncer, Fernando Maluf, disse que um dos maiores méritos dos cientistas foi englobar na amostra de pesquisa um importante grupo de 40 mil enfermeiras que incorporaram no seu estilo de vida, ainda na adolescência – entre 13 e 18 anos – o consumo regular das chamadas “bebidas doces”, como refrigerantes, energéticos e chás adoçados.

“Estamos começando a perceber um aumento considerável no risco de câncer em indivíduos que consomem mais de 250 ml de bebidas açucaradas por semana. Esses consumidores podem aumentar o risco de câncer de intestino entre 35 a 40% em comparação a quem não consome esses tipos de bebidas”, declarou o oncologista à CNN.

Quais são os possíveis efeitos das bebidas a longo prazo?


O médico enfatizou que, embora os resultados sejam alarmantes, ainda há esperança. Maluf ressaltou que “quanto mais tarde se inicia a ingestão dessas bebidas, menor é o risco de desenvolver câncer de intestino no futuro.”

O estudo serve como um aviso contundente para os pais coibirem o consumo excessivo de bebidas açucaradas pelas crianças.

Para combater esse problema de saúde pública, Maluf, então, propôs medidas regulatórias semelhantes às aplicadas contra o tabagismo. Ele defendeu a necessidade de uma fiscalização e propaganda mais rigorosas, incluindo a inclusão em suas embalagens de informações claras sobre os danos que podem causar à saúde.

Aumento do câncer de intestino no Brasil


Nos últimos anos, registou-se um aumento acentuado de casos de câncer do intestino (colorrectal) antes dos 50 anos de idade. A escalada, segundo especialistas, se dá por conta alimentação pobre em fibras e o aumento do consumo de carne tem sido apontados como grandes responsáveis.

No Brasil, a estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) indica o surgimento de 44 mil novos casos desse tipo de câncer por ano, com 70% concentrados nas regiões Sudeste e Sul.

O que é câncer de intestino e quais os sintomas?


Também chamado colorretal, o câncer de intestino é aquele que envolve a parte inferior do sistema digestivo: o intestino grosso e o reto. O diagnóstico precoce é vital, e é por isso que todos precisam estar cientes dos sinais e sintomas do câncer de intestino.

Quando a doença está no início, não é comum a ocorrência dos sintomas. Por isso, é importante a realização de exames preventivos para a detecção precoce. Os sinais e sintomas do câncer de intestino costumam aparecer quando o tumor já está avançado. Nessa fase, a pessoa pode apresentar:

  • Dor de estômago ou dores de gases frequentes;
  • Mudança nos hábitos intestinais (prisão de ventre ou diarreia);
  • Sangue nas fezes;
  • Fraqueza;
  • Baixo nível de ferro, comumente com anemia (anemia por deficiência de ferro);
  • Por fim, fezes pretas ou de cor escura.

Afinal, como evitar a doença?


Comer laticínios, grãos integrais e alimentos ricos em fibras diminuiu o risco de câncer colorretal. Assim como fazer exercício e a tomar suplementos de cálcio também ajudaram a reduzir o risco, descobriu o estudo da WCRF.

Em novembro de 2022, especialistas revelaram que manter uma dieta vegetariana saudável pode reduzir o risco de câncer de intestino em um quinto entre os homens.

Originalmente em: Catraca Livre

Obtenha o Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco para melhor Imunidade e Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui


Siga-nos: | | e | Inscreva-se na nossa | Nos Apoie: Doar
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Fechar Menu
Entre em nosso Telegram

Entre para nosso canal do Telegram

ENTRAR

Nos siga no X (Twitter)

Compartilhamos nossos artigos e outras informações

SEGUIR

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR