Coletividade Evolutiva , Reduza seu risco de câncer em 60%: 10 coisas que você pode fazer, de acordo com o Dr. Paul Marik , Coronavírus , Covid-19 , saúde , Saúde e medicina ,

Reduza seu risco de câncer em 60%: 10 coisas que você pode fazer, de acordo com o Dr. Paul Marik

O Dr. Marik é o segundo médico intensivista mais publicado do mundo e escreveu mais de 500 artigos de periódicos revisados por pares.


Reduza seu risco de câncer em 60%: 10 coisas que você pode fazer, de acordo com o Dr. Paul Marik

O Dr. Paul E Marik é um especialista em cuidados pulmonares e intensivos, membro fundador e presidente da Aliança de cuidados intensivos da linha de frente COVID-19 (Frontline COVID-19 Critical Care Alliance (FLCCC)) e desenvolvedor do protocolo de tratamento altamente eficaz para hospitalização de COVID-19 chamado MATH+ e I-MASK+. Curriculum vitae.

O Dr. Marik é o segundo médico intensivista mais publicado do mundo e escreveu mais de 500 artigos de periódicos revisados por pares. Em sua apresentação: "A incidência de câncer está aumentando neste país e, até 2030, uma em cada três pessoas terá câncer"... "Então, apesar de todos os avanços que fizemos, a incidência de câncer está aumentando e não mostra sinais de desaceleração." relatou o Dr. Paul Marik durante uma apresentação que fez ao Conselho Mundial de Saúde

A Organização Mundial da Saúde define o câncer como "um grande grupo de doenças que podem começar em quase qualquer órgão ou tecido do corpo quando células anormais crescem descontroladamente, ultrapassam seus limites habituais para invadir partes adjacentes do corpo e/ou se espalham para outros órgãos". "O câncer é a segunda principal causa de morte no mundo, sendo responsável por cerca de 9,6 milhões de mortes, ou uma em cada seis mortes, em 2018."

A medicina convencional sugere que mutações no DNA dentro das células são a principal causa de câncer, mas "é realmente devido a mudanças no estilo de vida, resistência à insulina, deficiência de vitamina D, obesidade e alimentos processados que [estão] impulsionando esse aumento exponencial no risco de câncer", refutou Marik.

Em 1927, Otto Warburg observou um efeito particular presente em todas as células cancerosas: elas têm metabolismo mitocondrial defeituoso e dependem de meios anaeróbicos para o consumo de combustível. Como tal, as células cancerosas são fortemente dependentes de glicose. O Dr. Warburg "ganhou o Prêmio Nobel em 1931 por essa descoberta", relatou o Dr. Marik.



Com base na pesquisa do Dr. Otto Warburg sobre o metabolismo das células cancerosas, o Prof. Thomas Seyfried avançou ainda mais a compreensão do câncer. Ele mostrou de forma convincente que o câncer deve ser visto principalmente como um distúrbio metabólico e não como um mero defeito cromossômico. Como tal, ele argumenta que os tratamentos devem visar a natureza metabólica da doença e não apenas suas anomalias genéticas.



O Dr. Marik apresentou duas citações, enfatizando que o câncer é fundamentalmente uma doença metabólica.


A primeira veio de Travis Christofferson, autor de Tripping Over the Truth.

"Nenhum pesquisador pode apontar para qualquer mutação ou combinação de mutações e dizer com confiança que só ela é a causa do câncer. Os pesquisadores também não podem apontar para uma série de sistemas celulares tornados disfuncionais por mutações e fazer as mesmas afirmações com confiança."

"Então, ele faz um ponto muito forte, como o 
Prof. Thomas Seyfried faz, que as alterações cromossômicas ou genéticas são realmente fenômenos secundários e não, em quase todos os casos, a causa primária do câncer", acrescentou o Dr. Marik.

A próxima citação vem do Dr. James Watson, que, juntamente com Francis Crick, é creditado por determinar a estrutura de dupla hélice do DNA em 1953.


Dr. James Watson: Imagem – Wikipédia, a enciclopédia livre

"Podemos ter que desviar nosso foco principal de pesquisa da decodificação das instruções genéticas por trás do câncer e para entender o metabolismo dentro das células cancerosas."

"Acho que ele [James Watson] sabe mais sobre DNA e cromossomos do que qualquer outra pessoa neste planeta... Então, se James Watson acha que isso é uma doença metabólica, eu vou tirar isso dele; esta é uma doença metabólica", concluiu o Dr. Marik.

Então, se o câncer é uma doença metabólica, o que podemos fazer para preveni-lo?


O Dr. Marik apresentou um ensaio clínico randomizado e controlado publicado em uma prestigiosa revista revisada por pares, Frontiers in Aging, que basicamente mostra que "três intervenções simples podem reduzir o risco de câncer".

"E eles analisaram a vitamina D em uma dose baixa [2000 UI por dia], o ômega-3 era de 1 grama por dia, [e] um programa de exercícios caseiros simples. E, basicamente, o que eles mostraram é a combinação de vitamina D, ômega-3 e um programa de exercícios caseiros simples que pode reduzir sua taxa de risco em 0,6. Então, reduziu o risco de câncer em 60%", compartilhou o Dr. Marik.



Pense nisso: exercícios, sol/vitamina D e ômega-3 podem reduzir o risco de câncer em 60%. Nenhuma dessas intervenções, de forma alguma, são caras. Então, se esta é a primeira vez que você ouve essa informação, provavelmente não é mera coincidência.

O Dr. Paul Marik também apresentou suas dez principais "intervenções metabólicas para controlar o câncer".


1. Uma dieta pobre em carboidratos, rica em gordura, dieta cetogênica + alimentação com restrição de tempo.

• "Então, você essencialmente quer matar a célula cancerosa de glicose. Células humanas, células saudáveis, podem usar cetonas. As células cancerosas não podem usar cetonas. Na verdade, é tóxico para elas", acrescentou Marik.

2. catequinas de chá-verde: 500-1000 mg diariamente. [Sugestão: Chá Verde Orgânico 150g Clique aqui]

3. Melatonina: iniciar 2 mg e aumentar para 20-30 miligramas à noite (liberação prolongada / baixa). [Sugestão: Melatonina em Gotas Sublingual 0,21mg 30ml Sono Sabor Maracujá aqui ]

4. Vitamina D3: 20.000 a 50.000 UI/dia. [Sugestão: Vitamina D3 2000 ui  Aqui
]

  •  A dosagem deve ser ajustada pelos níveis sanguíneos de vitamina D visando um nível de 25-hidroxivitamina D de ~ 100 ng/dl.
  • "A vitamina D é altamente eficaz, e os dados que mostram que a vitamina D previne e trata o câncer são esmagadores. Um relatório no New England Journal of Medicine em 2002 forneceu evidências fortes do papel da vitamina D-3. E isso explica por que o risco de câncer é muito maior à medida que você vai mais para o norte ou para o sul [do equador]. Assim, à medida que sua exposição ao ultravioleta D diminui e sua vitamina D diminui, seu risco de câncer aumenta. Há uma relação muito forte entre os níveis de vitamina D e o risco de câncer", afirmou Marik.

• Nota: Se você estiver tomando uma alta dose de vitamina D, cientistas como o Dr. Simon Goddek enfatizam que você também pode combiná-lo com magnésio, zinco e vitamina K2.

5. Metformina: 1000 miligramas duas vezes ao dia (requer receita médica) Esse é um remédio para diabetes tipo 2.

6. Curcumina: (nanocurcumina) 600 miligramas duas vezes ao dia. [curcumina com pimenta-preta, também aumenta a biodisponibilidade no corpo e ajudar a para a proteína spike da vacina.  Sugestão: Veja aqui ]

7. Mebendazol: 100-200 mg diariamente (requer receita médica) Veja aqui. [Sugestão alternativa: A ivermectina é um poderoso remédio anticâncer, concluem 9 estudos revisados ​​por pares] e [Aqui ]

8. ÁCIDOS GRAXOS ômega-3: 4 gramas por dia. [sugestão: Vitafor - OMEGAFOR PLUS 1000mg aqui]

9. Berberina: 500 a 600 miligramas duas vezes ao dia. [Sugestão: Berberina 500mg Aqui]

  • A metformina e a berberina podem ser usadas juntas ou alternadas (durante um mês, em seguida, trocando), dependendo dos níveis de glicose no sangue.

10. Exercício: caminhada, treino intervalado de alta intensidade, ciclismo, etc.  Além disso, redução do estresse.

"Recomendamos que os pacientes não sigam uma única intervenção, mas várias intervenções que atuam sinergicamente e aditivamente juntas", concluiu o Dr. Marik.

Para obter mais informações, o guia Cancer Care do Dr. Marik detalha praticamente tudo o que você gostaria de saber sobre o câncer.

Essa é a apresentação completa do Dr. Marik ao Conselho Mundial de Saúde está disponível para assistir no vídeo abaixo:



Isenção de responsabilidade médica: Os pontos de vista médicos expressos no vídeo recortado da conferência do Conselho Mundial de Saúde e neste artigo são apenas para fins informativos e não se destinam ao autodiagnóstico ou autotratamento de qualquer condição relacionada à saúde.

Os leitores devem consultar um médico ou outro profissional de saúde antes de buscar grandes mudanças de estilo de vida, diagnósticos ou tratamentos. 
Este artigo original em: vigilantnews

Obtenha o Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco para melhor Imunidade e Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui


Siga-nos: | | e | Inscreva-se na nossa | Nos Apoie: Doar
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Fechar Menu
Entre em nosso Telegram

Entre para nosso canal do Telegram

ENTRAR

Nos siga no X (Twitter)

Compartilhamos nossos artigos e outras informações

SEGUIR

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR