Coletividade Evolutiva , Óleos processados ligados ao câncer, doenças cardiovasculares e outros problemas graves de saúde, e quais alternativas , Bem-estar , Ciência , Ivermectina ,

Óleos processados ligados ao câncer, doenças cardiovasculares e outros problemas graves de saúde, e quais alternativas

Sementes processadas e óleos vegetais – como soja, canola, girassol, milho, amendoim, semente de uva e cártamo – são onipresentes na nossa dieta.


Óleos processados ligados ao câncer, doenças cardiovasculares e outros problemas graves de saúde, e quais alternativas

Sementes processadas e óleos vegetais – como soja, canola, girassol, milho, amendoim, semente de uva e cártamo – são onipresentes na nossa dieta. Esses óleos também têm sido associados a vários problemas de saúde , com um crescente corpo de pesquisa apoiando-o.

O oftalmologista Dr. Chris Knobbe expôs os perigos desses óleos. De acordo com Knobbe, fundador da organização sem fins lucrativos Cure AMD Foundation, a proliferação de sementes e óleos vegetais nas dietas ocidentais é nada menos que um "experimento humano global... sem consentimento informado".

Primeiro, ele citou que o alto consumo de ácidos graxos ômega-6, um tipo de ácido graxo poliinsaturado (PUFA), pode anular o efeito positivo dos ácidos graxos ômega-3 mais saudáveis. Este último pode ser encontrado em peixes gordurosos, nozes e sementes de chia. Enquanto isso, os óleos de sementes são fontes abundantes de ômega-6.

Uma revisão publicada em Prostaglandins, Leukotrienes & Essential Fatty Acids observou que uma dieta rica em ômega-6 “inibe o efeito anti-inflamatório e de resolução de inflamação dos ácidos graxos ômega-3”. A apresentação de Knobbe também abordou a inflamação, dizendo que é “a resposta de cura do corpo” e que “é a consequência, não a causa, da doença”.

Em segundo lugar, Knobbe mencionou que as gorduras dos óleos de sementes e vegetais tendem a oxidar com muita facilidade. Isso pode promover a disseminação de radicais livres, moléculas que danificam o DNA do corpo.

Por fim, Knobbe argumentou que os altos níveis de PUFAs na dieta e radicais livres de óleos facilmente oxidáveis ​​contribuem para doenças crônicas como câncer, doenças cardiovasculares, obesidade, mal de Alzheimer e degeneração macular relacionada à idade – uma doença que sua organização busca eliminar.

Que óleos você deve usar no lugar dos óleos processados?


O óleo de abacate é um bom substituto para sementes processadas e óleos vegetais, e também é perfeito para cozinhar em altas temperaturas devido ao seu ponto de fumaça mais alto de 250 F (121 C). Embora possa ser um pouco caro do que a maioria dos óleos, pode-se obter os mesmos nutrientes e compostos benéficos na fruta da qual é extraído. Esses nutrientes incluem folato, cobre, ferro, magnésio, manganês, potássio e vitaminas A, B, C, D e E. (Azeite de abacate natural)

Ghee ou manteiga clarificada é outro bom substituto. Este ingrediente que tem origem na Índia é usado tanto em terapias tradicionais Ayurveda como em várias cozinhas do subcontinente indiano. Além de ter um sabor amanteigado, contém um ácido graxo chamado ácido butírico que ajuda na digestão e combate a inflamação.

Mas nada supera o azeite como substituto de sementes e óleos vegetais altamente processados, dado o processamento mínimo envolvido em sua produção. Conhecido como o mais saudável das plantas oleaginosas, o azeite extra virgem (EVOO) é o padrão-ouro entre todos os azeites de oliva, pois sofre menos processamento. “EVOO é especialmente benéfico quando não é cozido, mas mesmo sob cozimento tem uma porcentagem muito alta de ácidos graxos monoinsaturados”, disse o professor Francisco Barba, da Universidade de Valência, na Espanha.

Outra alternativa é a banha que nossos avós usavam no passado: a banha de porco.. Veja mais com doutor Lair Ribeiro


Obtenha o Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco para melhor Imunidade e Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui


Siga-nos: | | e | Inscreva-se na nossa | Nos Apoie: Doar
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Fechar Menu
Entre em nosso Telegram

Entre para nosso canal do Telegram

ENTRAR

Nos siga no X (Twitter)

Compartilhamos nossos artigos e outras informações

SEGUIR

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR