Coletividade Evolutiva , Água livre de flúor: Manter-se hidratado é o segredo da longevidade? , Bem-estar , Ciência , Ivermectina , Vida saudável ,

Água livre de flúor: Manter-se hidratado é o segredo da longevidade?

A hidratação adequada parece ser um elemento-chave nisso.


Manter-se hidratado - o segredo da longevidade?

De acordo com um novo estudo, quem sempre bebe bastante água pode reduzir o risco de doenças crônicas e, assim, prolongar sua vida. A hidratação adequada parece ser um elemento-chave nisso. Entretanto, lembre-se de sempre buscar uma fonte de água nascente ou procure um filtro/ purificador que elimine toxinas/químicos da água do abastecimento público, como, por exemplo, o terrível flúor... 

Existem muitos fatores que afetam a expectativa de vida de uma pessoa. Fumo, consumo excessivo de álcool, comida gordurosa e salgada e muito açúcar na dieta estão entre os mais desfavoráveis.

Já o consumo de hortaliças e frutas é considerado positivo. Mas obter água suficiente (para diluir os níveis de sódio no sangue) obviamente também desempenha um papel muito importante, mostra um novo estudo revisado por pares .

Pesquisadores dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH) dos Estados Unidos descobriram que, em média, as pessoas vivem mais e desenvolvem menos doenças crônicas se se certificarem de que bebem bastante água.

"Os resultados sugerem que a hidratação adequada pode retardar o envelhecimento e prolongar a vida livre de doenças", disse Natalia Dmitrieva, Ph.D., principal autora do estudo e pesquisadora do Laboratório de Medicina Regenerativa Cardiovascular do National Heart, Lung, and Blood Institute (NHLBI), que faz parte do NIH, em um comunicado.

O estudo baseou-se nos níveis séricos de sódio de um total de 11.255 indivíduos adultos. Quanto maior a ingestão de líquidos, menor esse nível. E um alto nível sérico de sódio é considerado um fator contribuinte para o desenvolvimento de doenças crônicas e uma aceleração do processo de envelhecimento biológico.

Segundo os pesquisadores, pessoas com níveis elevados (acima de 142 mEq/L) têm maior probabilidade de morrer de doenças crônicas em uma idade mais jovem do que aquelas com níveis mais baixos.

O risco de doenças crônicas como acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca, fibrilação atrial, diabetes, demência, doença arterial periférica e doença pulmonar crônica aumenta em quase dois terços em relação a valores tão altos, de acordo com o pesquisador.

Essas pessoas, em particular, devem tentar compensar isso bebendo mais líquidos. Além disso, alimentos com alto teor de potássio, como banana, batata-doce, vegetais verdes e similares, podem ajudar a reduzir os efeitos negativos dos níveis mais altos de sódio na pressão sanguínea e nos vasos sanguíneos. ( Referência: Report24)

Obtenha o Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco para melhor Imunidade e Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui


Siga-nos: | | e | Inscreva-se na nossa | Nos Apoie: Doar
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Fechar Menu
Entre em nosso Telegram

Entre para nosso canal do Telegram

ENTRAR

Nos siga no X (Twitter)

Compartilhamos nossos artigos e outras informações

SEGUIR

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR