O POVO NÃO QUER O PT: Não há mais democracia quando o povo não consegue mais reformar seu governo pacificamente

Os protestos gigantescos em quase todo o Brasil contra a suposta vitória "limpa" de Luiz Inácio Lula da Silva do (PT) nas eleições de 2022

O POVO NÃO QUER O PT: Não há mais democracia quando o povo não consegue mais reformar seu governo pacificamente

Um número crescente de pessoas já despertaram e está começando a desvendar a infinidade de verdades ocultas que estão bem ali para vermos se simplesmente cavarmos além da superfície e pensarmos logicamente.

Tudo começou com verdades mais simples como a grande mídia/ imprensa sendo ridiculamente podre desde o início do governo Bolsonaro e "pandemia – Covid", bloqueios, criminalização de cidadãos trabalhando, o sistema bancário sendo um esquema Ponzi vs o novo sistema PIX (preparando o campo para a moeda digital mundial), e as INJEÇÕES experimentais sendo destrutivas para nossa saúde. 

Com o tempo as revelações desconfortáveis ​​começaram a progredir para verdades muito mais profundas e desconfortáveis ​​sobre os esquemas de votações eletrônicas não auditáveis que não condiz com a realidade que víamos e estamos vendo agora no pós-votação/ resultado.

Os protestos gigantescos em quase todo o Brasil contra a suposta vitória "limpa" de Luiz Inácio Lula da Silva do (PT) nas eleições de 2022 entraram no quinto dia neste domingo, 6. Desde quarta-feira, 2, Dia de Finados, milhares de cidadãos indignados com o resultado das urnas não auditáveis ocupam os portões de bases militares em todo o país como forma de “pedir socorro” às Forças Armadas por que acreditam que os resultados das urnas não condiz com a verdade.



Em São Paulo, por exemplo, os manifestantes estão no Comando Militar do Sudeste, no Ibirapuera. No Rio de Janeiro, o local escolhido foi o Comando Militar do Leste, na Praça Duque de Caixas. Diversos cartazes com a mensagem “SOS Forças Armadas” foram exibidos. Nesta semana, os militares devem apresentar o relatório que atestará ou não a segurança das urnas no pleito presidencial.


Também é forte o caráter anticomunista da manifestação patriota dos brasileiros. “Não queremos a volta do comunismo” foi uma frase presente em diversos cartazes, bandeiras e faixas. Algumas das plataformas de governo do Lula e sua proximidade com ditaduras comunistas ou socialistas como Cuba, Nicarágua e Venezuela deixam os protestantes temerosos. 

Lula já falou diversas vezes sobre sua ideia de regular a imprensa, o que, na avaliação de diversos especialistas, pode descambar para censura. Não precisa nem mesmo um especialista dizer algo que está mais que óbvio. Não à toa, uma parcela significativa das pessoas que foi às ruas colocou esparadrapos na boca para demonstrar o medo de não ter mais voz — a crítica é estendida ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que derrubaram diversos perfis de políticos e civis conservadores antes, durante e depois do período eleitoral já demonstrando o que se pode esperar na volta do PT ao poder. 

Além disso, o Foro de São Paulo, uma organização que reúne diversos partidos de esquerda da América Latina — inclusive os mais radicais — foi fundado em 1990 após uma convocação de Lula e Fidel Castro, líder da ditadura cubana.

Os protestantes — entre eles muitos que não votaram em Jair Bolsonaro (PL), mas não aceitam a volta do PT — acreditam que o documento provará a “fraude” que reconduziu Lula à Presidência, ainda mais após o canal argentino “La Derecha Online” apresentar uma auditoria mostrando supostas contradições estatísticas. 

Considerações finais


Eu sei que isso pode ser extremamente difícil para muitas pessoas ouvirem, muito menos entender, mas parece haver muita verdade sendo escondida nesses campos de pesquisa. Não estou pedindo que acredite em minha palavra, porque todos deveriam pesquisar essa informação por si mesmos, mas a realidade parece ser muito mais maligna e complexa do que a maioria das pessoas quer acreditar. 

A toca do coelho é muito profunda e durou muitas gerações, tornando ainda mais difícil chegar a um acordo. No entanto, não podemos nos esconder dessas verdades; e em vez disso deve aprender a aceitá-los e seguir em frente.

Uma das verdades mais profundas e profundas que vem à tona gira em torno do sistema legal e está amplamente enraizada no conceito desconhecido do que é conhecido como “homem de palha legal”. Para resumir brevemente essa ideia, a premissa principal é que cada cidadão é, por definição legal, uma corporação, que é então de propriedade de uma corporação maior, o governo , que parece ser de propriedade de uma corporação maior, a Coroa da Inglaterra e/ou a Vaticano. 

Então, em essência, as pessoas são legalmente consideradas o estoque de seu governo, que é uma corporação em si. Isso significa que tudo o que você pensa que possui é de fato propriedade do governo, uma vez que ele é o dono de você.

Os (Patriotas) chamados agora de manifestantes anti-democráticos: manifestações gigantescas por todo o Brasil em pró da liberdade, "democracia", eleições limpas e auditáveis continuam: e a "imprensa" brasileira chama de bolsonaristas e arruaceiros? Onde estão os apoiadores do Lulismo? Onde estão os lulistas "sensatos" comemorando o pró-abordo, censura, invasão de terras, propriedade privada, contra o agro, etc...? Após decretar fim da propriedade privada, será que os petistas vão invadir as propriedades uns dos outros? Porque a agenda globalista avançará com tudo para esse nível!
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Sugestão de suplemento

Postar um comentário

0 Comentários

Fechar Menu