Intervenção civil em todo o Brasil: Resultados das eleições deixam milhares de brasileiros indignados e clamam por intervenção

Não se pode ter uma forma democrática do governo... Quando o governo se considera superior aos cidadãos,

Intervenção civil em todo o Brasil: Resultados das eleições deixam milhares de brasileiros indignados e clamam por intervenção federal

Após dois dias do resultado do segundo turno das eleições 2022, O presidente Jair Bolsonaro (PL) fez nesta última terça, o primeiro pronunciamento após supostamente perder as eleições nas urnas duvidosas. Agora, milhares de defensores da liberdade e da democracia brasileira se reuniram na manhã desta quarta-feira (02) em vários pontos das cidades/ capitais: e milhares em frente a quartéis do exército clamando por uma ação imediata contra os resultados eleitorais duvidosos das urnas. 

Vários Twitters abaixo mostra: Vestidos com camisas verde e amarela, simbolo de patriotismo brasileiro, pela liberdade e democracia —   carregando bandeiras do Brasil, os pró-democracia levantaram cartazes pedindo a intervenção federal:  "Somos resistência civil, queremos intervenção federal", "não ao comunismo", "STF contra o Brasil".

Prós-democracia pedem uma solução contra os resultados duvidosos das eleições:


Por fim, deixamos esse pequeno trecho para que você possa refletir sobre o que está acontecendo no país : Não se pode ter uma forma democrática do governo... Quando o governo se considera superior aos cidadãos, quando não opera mais em benefício do povo, quando o povo não é mais capaz de agir pacificamente para reformar seu governo, quando os funcionários do governo deixarem de agir como servidores públicos, quando os eleitos não representarem mais a vontade do povo, quando o governo violar rotineiramente os direitos do povo e perpetrar mais violência contra os cidadãos do que contra a classe criminosa, quando o governo os gastos são inexplicáveis ​​e inexplicáveis ​​quando o judiciário atua como tribunais de ordem em vez de justiça, e quando o governo não está mais sujeito às leis da Constituição. 












Anúncio
Anúncio
Anúncio
Sugestão de suplemento

Postar um comentário

0 Comentários

Fechar Menu