Saúde e medicina

Ingrediente de pasta de dente gera “superbactérias” e causa efeitos adversos à saúde

Saúde e medicina: Quando você pensa em sua rotina de higiene dental de manhã e à noite, sua mente provavelmente não pensa em superbactérias. No entanto,  Ing...

Coletividade Evolutiva
Compartilhe:
Nos Apoie: Doação
Ingrediente de pasta de dente gera “superbactérias” e causa efeitos adversos à saúde

Quando você pensa em sua rotina de higiene dental de manhã e à noite, sua mente provavelmente não pensa em superbactérias. No entanto, 
Ingrediente comum de pasta de dente gera cepas de bactérias resistentes a antibióticos.

 A triste verdade é que sua pasta de dente provavelmente contém ingredientes nocivos que podem prejudicar sua saúde, criando superbactérias que, em última análise, colocam sua boca e sua saúde geral em risco.

Embora poucos estejam cientes disso, os ingredientes da pasta de dente e até mesmo alguns tipos de enxaguatório bucal têm o potencial de gerar germes nocivos resistentes a antibióticos.

Segundo os pesquisadores, os níveis de triclosan na pasta de dente e em outros produtos domésticos estão aumentando, tornando muito mais difícil combater as bactérias. O triclosan é usado em muitas marcas de creme dental, mas foi banido de outros produtos de higiene pessoal e domésticos, como sabonetes líquidos. O problema com o triclosan é que ele tem o potencial de tornar até mesmo uma breve estadia em um hospital fatal.

Os compostos antibacterianos nos produtos que as pessoas usam diariamente, em última análise, preparam o terreno para a criação de germes que se mostram resistentes a antibióticos e prejudicam a saúde humana.  Recomendado: Você está se envenenando com creme dental comercial?

O pior cenário é que o triclosan e outros compostos levem ao surgimento de germes que os antibióticos atualmente disponíveis não serão capazes de repelir. Sem dúvida, os germes que tornam os antibióticos ineficazes representam um enorme perigo e colocam em risco a vida das pessoas.

Além disso, a pesquisa mostra que o triclosan na pasta de dente e no enxaguatório bucal também pode diminuir a eficácia de certos antibióticos, potencialmente até mesmo estimulando a inflamação no intestino. 

A questão premente é se as empresas fabricantes de produtos de consumo devem continuar a usar triclosan e outros produtos químicos antimicrobianos em cremes dentais e outros produtos.

O estudo mencionado acima revela que algumas enzimas microbianas no intestino podem estimular a toxicidade do triclosan, potencialmente levando a danos no cólon e sintomas de colite, um tipo de doença inflamatória intestinal (DII). Além disso, outros estudos mostraram que a exposição ao triclosan pode sobrecarregar o sistema imunológico.
As autoridades de saúde estão prestando atenção aos crescentes perigos da resistência aos antibióticos?

Os pesquisadores notaram que o triclosan gerava resistência a uma infinidade de antibióticos. No entanto, um dos antibióticos foi particularmente notável. Cipro, também conhecido como ciprofloxacina, um antibiótico usado regularmente para o tratamento de infecções do trato urinário, foi o antibiótico mais reconhecido com resistência após a introdução do triclosan. Essa resistência é significativa, pois o Cipro está se tornando mais popular, pois as infecções do trato urinário ocorrem com bastante frequência.

Não há dúvida de que a resistência aos antibióticos é um grave problema de saúde. Infelizmente, a grande mídia ignorou essa crise, concentrando-se em questões de saúde pública mais “aceitáveis”, como o COVID-19.

A mudança dos chamados produtos antibacterianos e uma dependência reduzida de antibióticos prescritos ajudariam muito na busca contínua de superar bactérias resistentes a antibióticos. O mais indicado é que você considere usar: Creme Dental com óleos naturais de Menta e Melaleuca Vegano e Natural, Sem Flúor, Sem Triclosan, Boni Natural, Branco

Veja mais sobre os problemas com creme dental que contém flúor. Assista;

Publicidade
Explore mais: Produtos químicos , saúde , Saúde e medicina
Compartilhe:
Nos Apoie com um donativo
Este artigo pode conter afirmações que refletem a opinião do autor
Siga Coletividade Evolutiva nas redes sociais!

RECENTES