Harvard Alerta: Risco de Cegueira Induzida por Dois Medicamentos

Alerta Médico: Harvard Identifica Ligação Entre Medicamentos e Risco de Cegueira


Harvard Alerta: Risco de Cegueira Associado a Dois Medicamentos

Pesquisadores da Universidade de Harvard recentemente emitiram um alerta preocupante sobre os medicamentos Ozempic e Wegovy, amplamente utilizados no tratamento de diabetes tipo 2 e obesidade. Este artigo explora os achados do estudo publicado na JAMA Ophthalmology, destacando os riscos associados e as implicações para pacientes e profissionais de saúde.

O estudo, conduzido pelo Mass Eye and Ear, hospital afiliado a Harvard especializado em oftalmologia e otorrinolaringologia, identificou uma ligação entre o uso de Ozempic e Wegovy e um risco aumentado de desenvolver neuropatia óptica isquêmica anterior não arterítica (NOIA-NA). Esta condição, embora rara, pode resultar em perda de visão significativa e até cegueira permanente.

Os medicamentos foram desenvolvidos para diabetes, mas acabaram sendo também indicados para a obesidade. Ozempic e Wegovy têm como princípio ativo a semaglutida. Há ainda a substância liraglutida, usada nos medicamentes Victoza e Saxenda .

Injetáveis como Ozempic e Wegovy têm sido a aposta de famosos que admitem o uso para auxiliar na perder de peso. É o caso da apresentadora americana Oprah Winfrey, que deixou o conselho da empresa Vigilantes do Peso após revelar que aderiu ao tratamento com as canetas.

Joseph Rizzo, diretor do Serviço de Neuro-Oftalmologia do Mass Eye and Ear, destacou que embora os medicamentos ofereçam benefícios substanciais, é crucial considerar a NOIA-NA como um risco potencial em discussões entre médicos e pacientes.


Entendendo a NOIA-NA


A NOIA-NA ocorre devido à diminuição do fluxo sanguíneo para o nervo óptico, causando danos que podem resultar em perda de visão irreversível. Esta condição é frequentemente indolor e pode progredir rapidamente ao longo de dias.

O estudo foi iniciado em resposta a relatos de perda de visão entre pacientes que utilizavam semaglutida, o componente ativo de Ozempic e Wegovy. Apesar de rara, a incidência aumentada observada levou os pesquisadores a analisar dados extensivos de pacientes tratados ao longo de seis anos.

Resultados Alarmantes


Entre os pacientes com diabetes tipo 2, aqueles que usavam Ozempic apresentaram uma incidência significativamente maior de NOIA-NA em comparação com aqueles que utilizavam outros tratamentos. O risco ajustado foi 4,28 vezes maior para esses usuários. Similarmente, pacientes obesos tratados com Wegovy apresentaram um risco ajustado 7,64 vezes maior de desenvolver a condição em comparação com seus pares.

Limitações do Estudo e Respostas dos Fabricantes


Embora os resultados sejam observacionais e não possam estabelecer causalidade direta, eles fornecem um ponto de partida importante para novas investigações. A Novo Nordisk, fabricante dos medicamentos, enfatizou seu compromisso com a segurança do paciente e afirmou que a NOIA-NA não está listada como um efeito adverso conhecido dos medicamentos de semaglutida.

Considerações Finais


Este estudo destaca a importância de uma avaliação cuidadosa dos riscos e benefícios ao prescrever Ozempic e Wegovy, especialmente para pacientes com histórico de problemas no nervo óptico ou perda visual. A pesquisa continuada é essencial para confirmar os achados e informar práticas clínicas que maximizem a segurança dos pacientes.

Em conclusão, enquanto Ozempic e Wegovy oferecem vantagens significativas no tratamento de condições crônicas como diabetes tipo 2 e obesidade, é essencial que pacientes e médicos estejam conscientes dos riscos potenciais, como a NOIA-NA, para uma tomada de decisão informada e cuidados de saúde otimizados.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Uma pequena pausa antes de continuar


Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.