Francis Boyle Revela: Vacina mRNA e Covid-19 Desenvolvida em Laboratório como Arma Biológica

Pentágono Financiou Injeções de mRNA: A Verdade por Trás das Vacinas Contra a Covid-19 e da Covid.



O advogado internacional dos EUA, professor Francis Boyle, trouxeram à tona uma série de acusações alarmantes envolvendo a reguladora equivalente a ANVISA do Brasil, Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos, o Pentágono, e várias outras entidades de renome mundial no desenvolvimento da Covid-19 e "Vacinas" mRNA como armas biológicas.


Segundo o professor Francis Boyle, a reguladora, Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos tem sido acusada de estar envolvida no desenvolvimento da Covid-19 como uma arma biológica. A alegação é que a FDA colaborou com o laboratório UNCBSL3 para criar o vírus que desencadeou a pandemia global. Este laboratório é conhecido por suas pesquisas avançadas em patógenos altamente contagiosos.

O Pentágono (Pentágono é a sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos), segundo as acusações, financiou e pagou pelas injeções de mRNA que se tornaram a base das vacinas contra a Covid-19. Além disso, há alegações de que o Pentágono desempenhou um papel crucial na criação do próprio vírus.

O professor Francis Boyle, afirma que o objetivo final da DARPA, do Pentágono, do FDA, do CDC, da CIA, de Bill Gates, de Klaus Schwab, de Ralph Baric, de Peter Daszak, de Anthony Fauci, dos Rockefellers, dos Rothschilds e de muitos outros é o controle populacional por meio da redução enquanto ganha bilhões de dólares. Novos relatórios mostram um excesso de mortes em todo o mundo de 12 milhões de pessoas inocentes.

Rochelle Walensky, diretora do CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças), também é apontada como responsável pelos assassinatos e crimes de Nuremberg relacionados à Covid-19 e vacinas mRNA. O CDC, sob sua liderança, teria continuado uma longa tradição de envolvimento em armas biológicas ofensivas, uma prática que remonta à administração Reagan.

A Harvard Medical School e Ralph Baric


A Harvard Medical School, junto com o pesquisador Ralph Baric, é acusada de estar envolvida no desenvolvimento da Covid-19 no laboratório UNCBSL3. A colaboração entre essas instituições e a FDA supostamente facilitou a criação do vírus. Ralph Baric é conhecido por seu trabalho em coronavírus, o que o coloca no centro dessas alegações. A UNCBSL3 é um laboratório especializado em pesquisas avançadas em patógenos altamente contagiosos, supostamente envolvido no desenvolvimento da Covid-19.

Histórico de Armas Biológicas do CDC


O CDC tem um histórico documentado de envolvimento com armas biológicas. Durante a administração presidencial de Reagan, o CDC foi autorizado a enviar agentes de guerra biológica para Saddam Hussein no Iraque, com a esperança de que ele os utilizasse contra o Irã. Este histórico lança uma luz sombria sobre as atividades atuais do CDC.

Francis Boyle e a Convenção sobre Armas Biológicas


O Dr. Francis Boyle foi um dos primeiros indivíduos que afirmou abertamente que o SARS-CoV-2 é uma arma biológica geneticamente modificada que escapou de um laboratório de alto nível em Wuhan. Boyle, advogado de direitos humanos e professor de direito internacional na Faculdade de Direito da Universidade de Illinois, defende contra o desenvolvimento e o uso de armas biológicas há décadas e elaborou a Lei Antiterrorismo de Armas Biológicas, que foi sancionada por George Bush Sr. em 1989.

Objetivos de Controle Populacional


Boyle afirma que o objetivo final de entidades como a DARPA, o Pentágono, a FDA, e o CDC é o controle populacional e a redução, ao mesmo tempo em que lucram bilhões de dólares. Esta teoria sugere uma conspiração global para reduzir a população mundial através da disseminação de vírus mortais e vacinas.

O Memorando de Estudo de Segurança Nacional NSSM200 Implicações do Crescimento Populacional Mundial para a Segurança e Interesses Estrangeiros dos EUA (O RELATÓRIO KISSINGER) datado de 10 de dezembro de 1974 foi classificado e confidencial até ser desclassificado em 03/07/89. Leia o relatório inteiro para entender o que eles estão fazendo.

O Governo Chinês e a Covid-19


Há alegações de que o governo comunista chinês colaborou com o Pentágono e a FDA na criação da Covid-19. Eles teriam desenvolvido deliberadamente o vírus como uma arma biológica, utilizando DNA do HIV geneticamente modificado e nanotecnologia para aumentar sua disseminação.

A combinação de DNA do HIV com nanotecnologia permitiu que o vírus da Covid-19 fosse aerossolizado, aumentando sua capacidade de infecção a distâncias de até 30 pés. Esta tecnologia avançada indica um nível elevado de sofisticação no desenvolvimento de armas biológicas.

Conclusão

As alegações de que a Covid-19 foi desenvolvida como uma arma biológica e que várias entidades estão envolvidas em uma conspiração global são extremamente sérias. Este artigo abordou as principais acusações e forneceu uma visão geral das implicações dessas ações. É essencial que a verdade seja revelada e que os responsáveis sejam levados à justiça.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Uma pequena pausa antes de continuar


Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.