Dois deputados de Rondônia assinaram novo pedido de Impeachment contra Lula

Deputados de Rondônia Assinam Pedido de Impeachment de Lula por Pedaladas Fiscais


Dois deputados de Rondônia assinaram novo pedido de Impeachment contra Lula

Dos oito deputados federais de Rondônia, dois assinaram o novo pedido de impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), acusando-o de crime de pedaladas fiscais. O pedido foi protocolado na Câmara dos Deputados nesta semana pelo deputado Sanderson Ubiratan (PL-RS) e já conta com pelo menos 50 assinaturas.

Os parlamentares de Rondônia que apoiam o pedido são Coronel Chrisóstomo (PL) e Cristiane Lopes (UB). Ambos aparecem como signatários no documento. Até o momento, os demais parlamentares do estado não se manifestaram sobre o assunto.

Acusações Contra o Governo Lula


De acordo com Sanderson, o governo Lula alterou dados da Previdência Social para reduzir em cerca de R$ 12 bilhões a projeção de despesas com benefícios previdenciários (aposentadorias, pensões) em 2024. O deputado afirma que o crescimento vegetativo mensal foi reduzido artificialmente de 0,64% para 0,17%. Essa manobra teria permitido ao governo omitir deliberadamente cerca de R$ 12 bilhões em despesas públicas, passando a projeção de gastos com benefícios previdenciários de R$ 912,3 bilhões para R$ 902,7 bilhões e a projeção de gastos com compensações previdenciárias de R$ 10,2 bilhões para R$ 7,96 bilhões.

“Segundo verificamos, o governo Lula alterou dados da Previdência Social para reduzir em cerca de R$ 12 bilhões a projeção de despesas com benefícios previdenciários (aposentadorias, pensões) em 2024, diminuindo, artificialmente, o crescimento vegetativo mensal de 0,64% para 0,17%. Constatado o desatendimento à meta de resultado primário, cumpria ao Presidente LULA DA SILVA atender ao disposto no art. 9° da Lei de Responsabilidade Fiscal e adotar medidas de austeridades fiscais. Mas Lula não fez isso (…) Assim, com a manobra clandestina feita pelo governo federal, a projeção de gastos com benefícios previdenciários passou de R$ 912,3 bilhões para R$ 902,7 bilhões. Em relação a projeção de gastos com compensações previdenciárias, a projeção passou de R$ 10,2 bilhões para 7,96 bilhões. Somados, essa manobra permitiu a omissão deliberada de cerca de R$ 12 bilhões em despesas públicas”, justificou Sanderson.


Justificativa para o Impeachment


Sanderson argumenta que essa "sobra" de dinheiro público permitirá ao governo realizar obras e ações em ano eleitoral, caracterizando abuso de poder político e desvio de finalidade, passíveis de cassação de mandato. "Se fosse publicada a real projeção de gastos, deveria o governo, por exigência legal, adotar imediatamente medidas de austeridade fiscal, o que, de fato, não aconteceu", concluiu o parlamentar.
Reações dos Deputados de Rondônia

O deputado Coronel Chrisóstomo foi o primeiro de Rondônia a se pronunciar sobre o assunto, criticando duramente a gestão do petista. "Lula não pode continuar dirigindo o Brasil como um bêbado irresponsável. É preciso pará-lo. Por isso, com mais outros parlamentares de direita, assinei o pedido de impeachment de Lula. Os crimes fiscais não podem continuar neste país. Pedalada fiscal é crime!", afirmou.

A deputada Cristiane Lopes também assinou o pedido, mas até o momento não fez declarações públicas sobre o tema. Os outros seis parlamentares de Rondônia ainda não se posicionaram oficialmente sobre o pedido de impeachment.

Contexto e Próximos Passos


O pedido de impeachment ainda está em fase inicial de tramitação na Câmara dos Deputados. Para avançar, ele precisa ser aceito pelo presidente da Câmara, que decidirá se o processo terá continuidade. Caso seja aceito, o pedido será analisado por uma comissão especial antes de ser votado no plenário da Câmara.

A situação gera tensão no cenário político, com implicações significativas para o governo e para os parlamentares envolvidos no pedido. A continuidade do processo pode resultar em um período de instabilidade política e impactar a agenda legislativa e as ações do governo federal.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Uma pequena pausa antes de continuar


Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.