"Gripe do Tomate" ou efeitos colaterais da vacina Covid? Pesquisadores alarmados com "novo vírus" em crianças

"Gripe do tomate": Pesquisadores alarmados com novo vírus em crianças


"Gripe do Tomate" ou efeitos colaterais da vacina Covid? Pesquisadores alarmados com "novo vírus" em crianças
Os sintomas de uma “gripe do tomate” são inicialmente febre, fadiga e dores de cabeça e, portanto, são semelhantes aos do Covid-19.

Crianças na Índia contraíram um suposto novo vírus. Os pesquisadores dizem que os sintomas da "gripe do tomate" são semelhantes aos de uma doença Covid 19. Os cientistas estão preocupados, mas alertam contra o pânico.

"Gripe do Tomate" é o que os cientistas chamam de uma nova doença viral. Na Índia, 82 crianças foram infectadas com o suposto novo vírus até agora. 
Semelhante a outros tipos de gripe, a “gripe do tomate” é “muito contagiosa” de acordo com os pesquisadores. Não há medicamentos para uma infecção. Portanto, é imperativo isolar um caso confirmado, bem como uma suspeita.

Os cientistas alertam para novos surtos após o Corona e a varíola. Crianças menores de cinco anos são particularmente afetadas. Os pesquisadores ainda estão intrigados com o real gatilho da "gripe do tomate". A doença viral apresenta sintomas semelhantes aos do coronavírus ( Sars-CoV-2 ), mas ainda é desconhecido sua relação.

“A rara infecção viral é endêmica e não é considerada uma ameaça à vida”, escrevem os pesquisadores. Devido à experiência com o Corona, no entanto, é desejável uma gestão vigilante para evitar surtos. O novo vírus, responsável pela gripe do tomate, não está relacionado à Sars, enfatizam os cientistas.

“A gripe do tomate pode ser um efeito posterior da chikungunya ou da dengue em crianças, e não uma infecção viral”, diz o artigo da Lancet . O vírus também pode ser uma nova variante da doença viral da mão, pé e boca. A doença mão , pé e boca também é uma doença infecciosa comum em crianças na Alemanha, que geralmente é inofensiva.

Descoberto novo vírus: surto de “gripe do tomate” na Índia


Assim, o vírus foi detectado pela primeira vez em 6 de maio de 2022 no estado de Kerala, no sul da Índia, na cidade portuária de Kollam. Em julho, o número de casos subiu para 82. De acordo com hospitais locais, a maioria das crianças afetadas tem menos de cinco anos de idade. Outras 26 crianças de até dez anos são suspeitas de ter “gripe do tomate”.

A gripe do tomate recebeu esse nome incomum por causa de seus sintomas. A doença viral espalha bolhas vermelhas e dolorosas por todo o corpo, que crescem lentamente até o tamanho de um tomate, explicam os autores no artigo da Lancet .

Sintomas da gripe do tomate


Os sintomas de uma “gripe do tomate” são inicialmente febre, fadiga e dores de cabeça e, portanto, são semelhantes aos do Covid-19. Além disso, podem ocorrer outros sintomas, como erupções cutâneas, vômitos e diarreia, bem como inchaço nas articulações e dores no corpo. 

Aqui está uma lista de sintomas da “gripe do tomate”:

  • Febre
  • fadiga
  • dor de cabeça
  • erupções cutâneas
  • Vomitar
  • Diarréia
  • Inchaço e dor nas articulações

 Para evitar que a infecção se espalhe, os cientistas consideram sensata uma quarentena de cinco a sete dias. Medidas adequadas de higiene e desinfecção devem ser realizadas para este fim. Se você ficar doente, descanse, muitos líquidos e uma esponja de água quente são recomendados para aliviar a irritação e as erupções cutâneas. 

Um painel de especialistas do regulador de medicamentos da Índia recomendou o uso emergencial da vacina Covaxin para Covid-19 em pacientes na faixa etária de 2 a 18 anos em (12/10/ 2021). Com isso, o imunizante da farmacêutica Bharat Biotech se tornou a primeira vacina na Índia a obter a aprovação para uso em crianças abaixo de 12 anos.

TIRE SUA CONCLUSÕES - Efeitos colaterais da vacina COVID-19


Assim como em qualquer outra vacina, e à semelhança do que acontece com a vacinação em adultos, a vacina da COVID-19 em crianças pode levar ao surgimento de alguns efeitos colaterais. Os mais comuns incluem:

  • Dor, inchaço e/ou vermelhidão no local da injeção;
  • Dor de cabeça, febre e/ou calafrios;
  • Diarreia e/ou vômitos;
  • Cansaço e falta de vontade para brincar.

Reações graves à vacinação covid

O desenvolvimento de reações graves à vacina da COVID-19 em crianças é muito raro, no entanto, poderão surgir sintomas de reação alérgica grave como vermelhidão e coceira na pele, inchaço do rosto e/ou sensação de falta de ar. As reações graves de alergia são mais comuns nos primeiros 30 minutos após a vacinação e, por isso, é aconselhado permanecer no centro de vacinação por esse tempo. Ainda assim, se esses sintomas surgirem em casa, deve-se chamar a ajuda médica ou levar a criança rapidamente ao hospital.

Uma das principais preocupações com a vacinação de crianças contra a COVID-19, é o possível aparecimento de problemas cardíacos, como miocardite ou pericardite. Porém, num relatório liberado pelo CDC [1] sobre a vacina da Pfizer, esse efeito parece ser extremamente raro, tendo sido identificado em apenas 11 casos, que recuperaram após tratamento. As fontes: Tua Saúde / DW / Merkur
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Uma pequena pausa antes de continuar


Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.