Vacinação

Anvisa libera vacinação de crianças de 3 a 5 anos: elas estão correndo um grande risco sem precedentes

Fabio Allves
Nos Apoie: Doação
Anvisa libera vacina para experimento em crianças de 3 a 5: elas estão correndo um grande risco sem precedentes

Por apenas opiniões alheias e evidência científicas fracas, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e seus lacaios liberou o uso emergencial (experimental) da vacina Coronavac contra a covid-19 para crianças de 3 a 5 anos sem quaisquer evidências sólidas de segurança e eficácia em média e longo prazo.

As crianças tem risco zero de adoecer e morrer da chamada covid, mas com as injeções possuem grandes riscos, grandes riscos de morte prematura e novas doenças e até a reguladora americana FDA sabe que essas substâncias mortais possuem efeitos adversos de médio e longo prazo ainda não previstos. Veja isso: Eles sabem que estão matando os bebês com suas "vacinas" COVID, caros amigos, desculpe anunciar um genocídio: Dra. Naomi Wolf no “Relatório Confidencial” da Pfizer

Até então, a substância era autorizado apenas para crianças a partir de 6 anos e , portanto, vimos um número significativamente alto de crianças sofrendo com doenças supostamente "misteriosas" chamada de hepatite - (causada pela vacina Covid, estudo confirma, veja aqui), - Também vimos um aumento significativo de infartos em crianças aumentar de forma orbitante, algo que era considerado raro - tudo isso após a vacinação das crianças e adolescentes.

As vacinas, enfraquecem a imunidade com o tempo e leva a causar doenças "inexplicáveis", como varicela zoster, infartos e muito mais... como vem ocorrendo em adolescentes, jovens adultos e atletas que eram completamente saudáveis.

Dados alarmantes que foram publicados recentemente pelo Office for National Statistics no Reino Unido mostram uma diferença chocante nas taxas de mortalidade entre crianças que receberam vacinas COVID-19 e aquelas que permanecem não vacinadas. 

Estão prometendo salvar vidas sem nem mesmo ter a certeza do que vai ocorrer nas vidas de milhares de inocentes


Segundo as informações, a recomendação veio da Área Técnica da Anvisa, ou seja, lacaios que possuem possivelmente conflitos de interesses - para opinar sua opinião favorável a vacinação das crianças baseados em dados fracos para um esquema vacinal de duas doses, com intervalo de 28 dias, a mesma dose usada para adultos.

Segundo a mídia corporativa, a equipe técnica da Anvisa concluiu que a totalidade das evidências científicas disponíveis sugerem que há indicativos de benefícios para a utilização da vacina na população pediátrica. Ouviram isso? Há indicativos para apoiar a vacinação de crianças? Onde está a certeza? Onde estão os dados científicos de curto, médio e longo prazo sobre a segurança e eficacia dessas substâncias? Quem será responsabilizado por danos?

"Assim, mesmo considerando as limitações e incertezas relatadas pela área técnica, permitir que os gestores de saúde façam a avaliação do real custo de efetividade de usar a Coronavac, bem como o direito dos pais que desejam vacinar os seus filhos, passa pelo escopo dessa avaliação", disse a diretora Meiruze Freitas

O impulso para vacinar crianças pequenas ocorre apesar do fato de que as crianças  enfrentam risco extremamente baixo de COVID-19 . Isso, combinado com os milhares de relatos de eventos adversos graves e mortes após as injeções, levou vários especialistas a  alertar o impulso  de injetar injeções experimentais principalmente em crianças.

Recentemente, pesquisadores da Johns Hopkins School of Medicine  descobriram  uma “taxa de mortalidade de zero entre crianças sem uma condição médica pré-existente, como leucemia” quando “analisaram [d] aproximadamente 48.000 crianças menores de 18 anos com diagnóstico de COVID em dados de seguro saúde de abril a agosto de 2020. ”

Em resposta à descoberta, o pesquisador principal, Dr. Marty Makary, acusou o CDC de basear sua defesa da vacinação COVID em fase escolar em “dados fracos”. Semelhantemente, a Anvisa e deus lacaios basearam suas aprovações emergenciais em dados fracos, ou talvez, foram por conflitos de interesses? 

Olhem ao seu redor e veja o número exorbitante de problemas de saúde surgindo após vacinação e faça uma escolha consciente, aceitar expor seu filho em risco confiando em pessoas que não conhecem? Em empresas que buscam lucro? Em pessoas e empresas que não se responsabilizarão por danos? Faça sua escolha!

Publicidade
Publicidade

Continua após publicidade

Siga Coletividade Evolutiva nas redes sociais!
Publicidade
Compartilhe:
Nos Apoie com um donativo
Este artigo pode conter afirmações que refletem a opinião do autor
Coronavírus Covid-19 Opinião Pandemias Vacina Vacinação


RECENTES