É o Brasil que está no mesmo patamar da China, da Coreia do Norte e de Cuba diz Allan dos Santos após Telegram cumprir mandato do ministro Alexandre de Moraes do STF

Não é o MEU CANAL que foi derrubado. É o Brasil que está no mesmo patamar da China, da Coreia do Norte, de Cuba etc, em um Twitter


É o Brasil que está no mesmo patamar da China, da Coreia do Norte e de Cuba diz Allan dos Santos após Telegram cumprir mandato do ministro Alexandre de Moraes do STF

Não é o MEU CANAL que foi derrubado. É o Brasil que está no mesmo patamar da China, da Coreia do Norte, de Cuba etc, em um Twitter logo abaixo.

O Telegram cedeu a determinação imposta pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Com isso, o aplicativo bloqueou apenas o acesso dos brasileiros aos canais,  Artigo 220, Allan dos Santos e Terça Livre da plataforma dentro do Brasil.

O magistrado tinha dado um prazo de 24 horas para a resposta. Caso não houvesse o cumprimento, o app teria uma multa e poderia ser bloqueado no Brasil por até dois dias.

Até o último sábado (26), Allan tinha 128 mil inscritos no Telegram. Depois do bloqueio imposto, todos os usuários brasileiros que buscavam acessar um dos três canais acabou se deparando com a mensagem de violação de leis locais. "Esse canal não pode ser exibido porque violou as leis locais", aparecia na tela.

Allan dos Santos, ao saber da decisão, gravou um vídeo, afirmando ser vítima de censura e perseguição, assim como acontece em países ditatoriais. Em suas redes sociais, Allan chamou Alexandre de Moraes de "psicopata". “O psicopata mandou intimar o Telegram pelos sócios do escritório de advocacia! Esse marginal precisa ser parado. Acabou a liberdade de expressão no Brasil”, escreveu.

Assista

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Uma pequena pausa antes de continuar


Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.