Dois adolescentes encontrados mortos na cama dias após serem "vacinados" com Pfizer

De acordo com os dados, os meninos “foram encontrados mortos na cama 3 e 4 dias após receberem a segunda dose da vacina Pfizer-BioNTech COVID-19”.


Dois adolescentes caem mortos dias depois de serem “vacinados” com Pfizer

Pesquisadores da Universidade de Yale e da Universidade de Michigan publicaram um artigo sobre dois meninos que foram encontrados mortos em suas camas após receberem uma segunda injeção de terapia genética experimental, chamada popularmente de “vacina” do coronavírus de Wuhan (Covid-19) da Pfizer.

De acordo com os dados, os meninos “foram encontrados mortos na cama 3 e 4 dias após receberem a segunda dose da vacina Pfizer-BioNTech COVID-19”. Os pesquisadores dizem que os diagnósticos de miocardite fatal dos meninos não eram “típicos”, mas se assemelhavam ao que é conhecido como cardiomiopatia tóxica.

O cardiologista Dr. Peter McCullough destacou o estudo e as mortes associadas em um post no Twitter, revelando que essas crianças infelizes não tinham “chance de ressuscitação” no momento em que foram encontradas.

“Descobertas claras na autópsia”, escreveu McCullough. “Eu testemunhei no Senado dos EUA em 24/01 que 'um caso é demais!' Pais e filhos devem saber que mais mortes acontecerão.

Os nomes e idades dos dois meninos, ambos adolescentes, não foram revelados, nem o local onde morreram. O artigo foi publicado na revista médica The Archives of Pathology & Laboratory Medicine .

“Ambos os meninos foram declarados mortos em casa sem tentativa de ressuscitação”, explica o estudo. 

Quantos milhões de pessoas “totalmente vacinadas” morreram neste momento?



Em seu artigo, os cientistas escreveram que um exame microscópico revelou características semelhantes a lesão induzida por catecolaminas, que não é uma patologia típica de miocardite.

“A lesão miocárdica observada nesses corações pós-vacinação é diferente da miocardite típica e tem uma aparência que mais se assemelha a uma cardiomiopatia de estresse (tóxica) mediada por catecolaminas”, disseram eles.

“Entender que esses casos são diferentes da miocardite típica e que a tempestade de citocinas tem um ciclo de feedback conhecido com catecolaminas pode ajudar a orientar a triagem e a terapia”.

Essas duas mortes, por mais tristes que sejam, representam apenas uma pequena fração do número total de mortes que estão ocorrendo após a injeção. A grande maioria das mortes induzidas por covid nunca é relatada, ao que parece.

“Os homens jovens são mais afetados que as mulheres”. “Parece que o tiro mortal foi projetado para remover humanos do planeta antes que eles possam se reproduzir. Nas mulheres, ataca seu sistema reprodutivo e prolonga seus períodos. É um programa de despovoamento silencioso que já está mais que na cara de todos.”
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Uma pequena pausa antes de continuar


Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.