Vacinação

Cary Watkins confirma a coagulação do sangue em vacinados falecidos, confirmando a história do embalsamador Richard Hirschman

Vacinação: Para quem ainda não sabe, recentemente publicamos um artigo, onde o Embalsamador e Diretor Funerário certificado pelo conselho, Richard Hirs...

Coletividade Evolutiva
Compartilhe:
Nos Apoie
Cary Watkins confirma a história do embalsamador Richard Hirschman sobre os coágulos sanguíneos reveladores

Para quem ainda não sabe, recentemente publicamos um artigo, onde o Embalsamador e Diretor Funerário certificado pelo conselho, Richard Hirschman do Alabama dos Estados Unidos, com mais de 20 anos de experiência. Em 2021, ele começou a notar coágulos sanguíneos muito estranhos que nunca havia visto antes. Em janeiro de 2022, 65% de seus casos exibiam esses coágulos. A única conclusão racional é que os coágulos, que são mortais, estão todos associados às vacinas COVID.

Agora, para confirmar ainda mais essa historia de horror, o embalsamador, Cary Watkins que tem mais de 50 anos de experiência em embalsamamento de pessoas - Hirschman mostrou os coágulos a Watkins há mais de quatro meses. Watkins nunca tinha visto nada parecido também. Em suma, ele confirmou Hirschman e suas observações porque viu esses casos pessoalmente. 
Watkins confirma a história de Hirschman sobre coágulos sanguíneos incomuns que só começaram a acontecer depois que as vacinas foram lançadas.

Outros embalsamadores relatam taxas recentes entre 50% e 93% . Os coágulos não são consistentes com a vida: você não pode viver muito tempo com esses coágulos. As vítimas que Hirschman trabalhou morreram de ataques cardíacos e derrames, que tem sido um efeito colateral altamente relatado da vacina Covid 19.

Essas injeções mortais, especificamente a proteína Spike, causam coágulos sanguíneos mortais, por essa razão, a expectativa de vida de muitos são prematuramente canceladas por esses coágulos mortais que se formam silenciosamente no corpo, que podem desencadear ataque cardíaco, derrames ou falência dos órgãos, etc.

O CDC e agências brasileiras de saúde não está investigando isso. A grande mídia também não. Eles deveriam investigar isso, uma vez que esses coágulos parecem ser uma das principais causas de morte prematura após vacinas Covid e podem explicar o aumento completamente inesperado e inexplicável de 40% nas mortes de pessoas com menos de 65 anos relatados pela OneAmerica .

Recentemente, dois jogadores de basquete do ensino médio morreram no mesmo dia , um evento do Cisne Negro. Ambos exibiram sintomas consistentes com uma morte causada pela vacina. Ninguém está fazendo perguntas.

Essas organizações ditas de saúde e que afirmam que as vacinas COVID são completamente seguras, deve uma explicação ao povo porque, no caso de Hirschman, ele está vendo esses coágulos em 65% dos casos. Isso muito provavelmente faz com que a causa dessas mortes seja o maior assassino de pessoas na história da humanidade. No mínimo, é uma enorme causa de morte desconhecida (que de tudo o que vemos só poderia ser das vacinas COVID).

Observe que digo provável, porque só tenho três taxas de incidência recentes ( 65% de Hirschman e 93% da embalsamadora Anna Foster e 50% de outra embalsamadora de acordo com o jornalista investigativo Steve Kirsch
. Estou trabalhando para obter números de mais pessoas. A taxa média de incidência recente é superior a 50%, o que sugere que os coágulos são agora a causa número 1 de morte nos Estados Unidos (uma vez que seria matematicamente impossível que qualquer outra causa fosse > 50%).

A arma fumegante


A vacina parece ser a única causa plausível.

Existem mecanismos claros de ação para as vacinas COVID que causam coágulos também. Uma alta porcentagem de pessoas pós-vacina tem d-dímeros elevados e/ou coágulos sanguíneos.

Por exemplo, confira:

A especialista em medicina de emergência, Dra. Rochagné Kilian, denuncia o aumento preocupante dos níveis de dímero D em pacientes após receber uma vacina COVID-19

A doutora Zandre Botha está na África do Sul. Ela viu uma série de sintomas negativos em seus pacientes vacinados: coágulos sanguíneos, crises de artrite, hipertensão, ataques cardíacos e, o pior de tudo, câncer metastático em pacientes vacinados que estavam anteriormente em remissão.

Um médico canadense afirma ter visto coágulos sanguíneos na maioria de seus pacientes que receberam injeções de COVID-19 e emitiu uma perspectiva “sombria” de que o pior “ainda está por vir "Devido ao potencial dano" permanente "causado pelas injeções do coronavírus Covid.



O prestigioso Salk Institute, fundado pelo pioneiro da vacina Jonas Salk, escreveu e publicou um artigo científico revelando que a proteína spike SARS-CoV-2 é o que está realmente causando danos vasculares em pessoas vacinadas, que tem promovido derrames, ataques cardíacos, enxaquecas, coágulos sanguíneos e outras reações prejudiciais que já mataram milhares de pessoas.
 

Veja também entrevista com a Dra. Jane Ruby Show: Exclusivo em todo o mundo: Embalsamadores encontram veias e artérias cheias de coágulos de borracha nunca antes vistos. Imagens chocantes::

Publicidade
Publicidade
Explore mais em: Proteína Spike , saúde , Saúde e medicina , Vacina , Vacinação
Compartilhe:
Nos Apoie com um donativo
Este artigo pode conter afirmações que refletem a opinião do autor

Para impulsionar sua saúde:

MAIS RECENTES