A China sabe algo que não sabemos sobre as injeções de "terapia genética" de mRNA do COVID-19?

Por que a China – marco zero da nova pandemia de COVID – absteve-se de administrar essas injeções baseadas em mRNA a seus cidadãos?


A China sabe algo que não sabemos sobre as injeções de "terapia genética" de mRNA do COVID-19?

Enquanto o mundo assiste com admiração o protesto massivo que está acontecendo no Canadá agora – um protesto pacífico que, apesar do que a mídia tradicional diz, está pedindo liberdade, paz e unidade – algo incomum está acontecendo silenciosamente na China.

De fato, apesar de sugerir no verão passado que eles podem começar a trabalhar em uma vacina de mRNA, a China teria administrado NENHUMA desses produtos genéticos a seus cidadãos após mais de dois anos da pandemia.

A China está protegendo seus cidadãos da tecnologia de mRNA ?


Em julho de 2021, um artigo publicado pela Fortune começa com a seguinte declaração: “A China é a única grande economia do mundo a não aprovar ou distribuir vacinas COVID-19 que usam a tecnologia de mRNA comprovadamente uma das ferramentas mais eficazes na prevenção a propagação do COVID-19 ” (grifo nosso).

Lembra quando os “casos inovadores” eram chamados de raros? Lembra quando os líderes e agências que agora sabemos são cheias de conflitos de interesses mentiu e continuam mentindo abertamente para o público dizendo: “Você não vai pegar COVID se tomar essas vacinas”?

É evidentemente claro agora que essas injeções perigosas propagadas de vacinas COVID não interrompem significativamente a transmissão nem impedem que alguém pegue COVID-19, pelo contraio, facilita a infecção, hospitalizações, danos e mortes. (De repente, é claro, recebemos bombardeios de propaganda midiática para nos fazermos acreditar que as vacinas do COVID nunca foram para interromper a transmissão, mas simplesmente para interromper doenças graves, hospitalizações e mortes. Observe a propaganda inconstante?)

De qualquer forma, a China – marco zero da nova pandemia de coronavírus – absteve-se de administrar essas injeções baseadas em mRNA a seus cidadãos e, em dezembro de 2021, não havia notícias sobre quando ou mesmo se as autoridades chinesas as entregariam ao governo. público.

Isso, apesar de 2 bilhões de doses desses produtos de mRNA dadas a mais de 1 bilhão de pessoas desde o início do lançamento dessa terapia genética experimental em massa.

Aqui está uma surpresa: a China testou a tecnologia de mRNA em pessoas ANTES do início do lançamento global da vacina, e os testes atuais mostram que duas doses não estão funcionando


Por que a China pressionou a pausa nessas novas terapias genéticas não está claro. Mas, curiosamente, conforme relatado pelo The Gateway Pundit e outros, as empresas farmacêuticas chinesas começaram seu primeiro teste em humanos de sua própria versão de uma vacina de mRNA em dezembro de 2020 – antes da primeira pessoa no mundo, uma inglesa chamada Margaret Keenan receber qualquer mRNA disparado fora de um ensaio clínico.

A versão chinesa das vacinas de mRNA, chamada ARCoV, é semelhante às criadas pela Pfizer e Moderna e é um projeto conjunto da Academia de Ciências Médicas Militares (AMMS), Suzhou Abogen Biosciences e Walvax Biotechnology. Ele foi testado inicialmente em uma pequena coorte de apenas 230 pessoas, e já faz mais de um ANO desde que o teste terminou.

Agora, está sendo testado em ensaio clínico de fase III envolvendo indivíduos de outros países, possivelmente até mesmo aqui no Brasil, já que veio injeções da China comunista amplamente distribuída e aplicada sem evidência claras sobre essas substâncias, outros incluindo Indonésia e México. Curioso que a República Popular da China NÃO esteja usando seu próprio povo para testar seu produto de terapia genética. É por causa de sinais de segurança preocupantes? Eles estão lutando para encontrar voluntários dispostos a participar do estudo?

Caso você esteja se perguntando, este estudo mostrou que duas doses de ARCoV não são eficazes para fornecer proteção contra SARS-CoV-2. Cerca de 87,1% da população chinesa foi atingida com outras injeções desenvolvidas internamente que NÃO são baseadas na tecnologia de mRNA. Referência: Naturalhealth365.com
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Uma pequena pausa antes de continuar


Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.