Vacinação

EM AUDIÊNCIA PÚBLICA; Seus filhos não pertencem ao Estado, as crianças pertencem aos pais

Vacinação: Assista o vídeo: Deputada Bia Kicis diz: “Os filhos não pertencem ao Estado, pertencem aos pais... A Secretaria Extraordinária de Enfrentame...

Coletividade Evolutiva
Compartilhe:
Nos Apoie: Doação
Assista o vídeo: Deputada Bia Kicis diz: “Os filhos não pertencem ao Estado, pertencem aos pais...

A Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 (Secovid) realizou nesta terça-feira (4) uma audiência pública para "debater" com representantes das entidades pro-vacina na área de saúde sobre a vacinação contra a covid-19 das crianças de cinco a 11 anos. 

Esses promovedores de vacinas de mRNA , que não são vacinas, estão cometendo um crime de experimento vacinal que viola o código de ética médica de Nuremberg, e o de Helsink, leis validas globalmente que sobrepõe a qualquer imposição ou lei de qualquer país, pode se recorrer ao Tribunal Mundial.

Entretanto, a maioria dos chamados especialistas da saúde presente para debater o assunto, na verdade, eram representantes de entidades da área da saúde que propagam a vacinação da Covid cegamente, os quais estão possivelmente ligados a fortes conflitos de interesses.

Por que haveria um impulso para vacinar bebês de 6 meses ou crianças de 10 anos por meio de uma vacina experimental que distribui código genético em suas células, instruindo-as a produzir uma porção do vírus (a proteína 'S' ou Spike) , ainda sem dados de segurança e com base em ensaios que não duraram a duração necessária para avaliar adequadamente a segurança da vacina?

Na audiência pública o Dr. Nasser explicou claro e com ciência real e disse:

 – disse que “uma criança não pode ser um experimento”, que a mídia apresenta números errados e usa a métrica do “medo, ansiedade e controle”. “Vacinar as pessoas no meio da pandemia é uma gravidade científica. é um erro científico que você fabrica variantes”;...

Por que colocar nossos filhos em risco indevido quando eles podem ser infectados de forma natural e inofensiva como parte da vida cotidiana, por meio do convívio? Isso é ilógico, irracional, doentio e, argumentamos, uma posição absurda de especialistas que deveriam saber mais.

Não há base para vacinar crianças de COVID-19 como está sendo sugerido pelo Dr. Fauci (de 6 meses a 11 anos ). As crianças correm um risco muito baixo de contrair doenças, especialmente doenças graves causadas pelo COVID-19, e as crianças não transmitem a doença. Os dados mais atualizados da Academia Americana de Pediatria mostraram que “As crianças foram 0,00 por cento – 0,19 por cento de todas as mortes do COVID-19 e 10 estados [dos EUA] relataram zero mortes de crianças. Nos relatórios dos estados, 0,00 por cento-0,03 por cento de todos os casos de crianças COVID-19 resultaram em morte. ”

Não fizemos os testes de segurança nem nenhum estudo proposto será capaz de coletar esses dados para o período de tempo necessário. O tamanho da amostra nunca pode compensar o tempo. Lembre-se do desastre com a vacina contra a poliomielite em 1955 e o incidente de Cutter; lembre-se da vacina contra a dengue em 2017 (Dengvaxia) e a perigosa síndrome de vazamento de plasma, onde a vacina representava um risco para aquelas crianças sem infecção prévia; lembre-se da vacina H1N1 2009 e da narcolepsia; lembre-se da vacina para o RSV na década de 1960; lembre-se da vacina contra o sarampo na década de 1960 e o impacto nas crianças; lembre-se da vacina DPT de 1977 e assim por diante.

De forma alarmante, estão se acumulando evidências de que a própria proteína spike pode ser patogênica e mortal por si só, e estamos preocupados com a implicação disso, visto que estamos injetando o spike completo ou mRNA para codificá-la.  Defenda a sua liberdade e a liberdade dos seus filhos, pois corporações gananciosas e seus asseclas junto com o Estado estão ansiosos para destruir.

Publicidade
Explore mais: Brasil , Covid-19 , Governo , Proteína Spike , Sociedade , Vacina , Vacinação
Compartilhe:
Nos Apoie com um donativo
Este artigo pode conter afirmações que refletem a opinião do autor
Siga Coletividade Evolutiva nas redes sociais!

Talvez algo nessa loja te interresse

RECENTES