Vacinação

Vacinados com 3 doses tem 4,5 vezes mais probabilidade de teste positivo para Ômicron do que não Vacinados

Vacinação: Vacinados com 3 doses tem 4,5 vezes mais probabilidade de teste positivo para Ômicron do que não Vacinados... Os números também ilustram como os vacinados duplamente têm 2,3 vezes mais probabilidade de testarem positivo para Ômicron.

Coletividade Evolutiva
Compartilhe:
Vacinados com 3 doses tem 4,5 vezes mais probabilidade de teste positivo para Ômicron do que não Vacinados

De acordo com os dados divulgados pelo governo do Reino Unido por meio do Office for National Statistics, as pessoas que foram submetidas a vacinação tripla tem 4,5 vezes mais probabilidade de teste positivo para Ômicron do que aquelas que não foram vacinadas.

Os números também ilustram como os vacinados duplamente têm 2,3 vezes mais probabilidade de testarem positivo para Ômicron do que aqueles que não receberam nenhuma vacina.

Os dados, que são resumidos por Will Jones do Daily Sceptic neste artigo, reforçam as afirmações de que a variante Ômicron é eficaz na evasão de vacinas.

“Observe que esta é a probabilidade de uma infecção ser Ômicron se uma pessoa estiver infectada, então isso não nos diz qual é a probabilidade de uma pessoa ter um teste positivo em primeiro lugar”, escreve Jones.

“Isso significa que não nos diz que as vacinas estão piorando as coisas no geral, apenas que aumentam a probabilidade de uma pessoa vacinada estar infectada com Ômicron do que com outra variante. Em outras palavras, é uma medida de quão bem o Ômicron evita as vacinas em comparação com o Delta. O fato de que os vacinados triplos têm muito mais probabilidade de estar infectados com Ômicron do que os vacinados duas vezes confirma esta capacidade de evasão da vacina. ”



Jones conclui a partir dos dados que, "O surto atual de Ômicron é em grande parte uma epidemia de vacinados e está sendo conduzido, não pelos não vacinados, mas por aqueles que foram injetados duas ou três vezes."

Os números demolem completamente as afirmações de que o surto de Ômicron é uma 'pandemia de não vacinados'.

Como Will Jones também documenta neste artigo, as alegações de que os hospitais do NHS estão sendo sobrecarregados por pessoas não vacinadas não são sustentadas por nenhuma evidência real.

Apesar disso, no fim de semana o Secretário de Saúde do Reino Unido criticou pessoas não vacinadas por ocuparem leitos hospitalares, dizendo-lhes que "devem realmente pensar nos danos que estão causando à sociedade".

Cientistas britânicos vão apresentar hoje evidências de que a variante Ômicron é mais suave do que as cepas anteriores do COVID-19, algo que os especialistas em saúde da África do Sul vêm dizendo há semanas. Saiba mais em: Summit.news
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Veja mais sobre:

Coronavírus Covid-19 Vacina Vacinação
Compartilhe:
RELATAR ERROS:

: Ao reproduzir este artigo: Uso não comercial OK, cite | coletividade-evolutiva.com.br | com um link clicável. Siga Coletividade Evolutiva nas | REDES SOCIAIS | Se você gosta de informações como as que publicamos, por favor, considere fazer uma doação para nos ajudar a manter nosso trabalho e o Coletividade Evolutiva disponível | FAZER UMA DOAÇÃO |

MAIS RECENTES