Vídeos

IVERMECTINA SUPERA VACINAS: Milhares morreram porque foram enganados sobre a eficácia

Vídeos: A ivermectina foi atacada por conflitos de interesses, apesar de ser um medicamento barato, seguro e comprovado para o tratamento e prevençã...

Fabio Allves
Compartilhe:
Nos Apoie: Doação
IVERMECTINA SUPERA VACINAS: Milhares morreram por que foram enganados sobre a eficácia
A ivermectina foi atacada por conflitos de interesses, apesar de ser um medicamento barato, seguro e comprovado para o tratamento e prevenção de COVID-19.

Apesar de uma montanha de evidências clínicas e de testes mostrando que ele realmente funciona, a Grande Media, a Gigante Farmacêutica e integrantes dos governos lutaram obstinadamente contra seu uso. Seu uso em vários países, principalmente na Índia, inclusive em uma cidade do Brasil, provou sua eficácia contra o COVID.

Foi comprovado mais uma vez, que o uso da ivermectina salva vidas, mostrando em um dos maiores estudos até agora já feito em uma cidade inteira do Brasil, que as taxas de hospitalização e mortalidade foram reduzidas pela metade em um período de sete meses no grupo que tomaram ivermectina, provando a eficácia do tratamento simples, barato e seguro.

Entre julho e dezembro de 2020, cerca de 220.000 pessoas em Itajaí receberam um curso de tratamento de dois dias de 0,2 mg / kg / dia uma vez a cada duas semanas. Um total de 133.051 pessoas optaram por fazer o regime, enquanto 87.466 recusaram. O estudo está intitulado de : A profilaxia com ivermectina usada para COVID-19 reduz a infecção por COVID-19 e as taxas de mortalidade: Uma retrospectiva de 220.517 indivíduos em nível populacional em toda a cidade

Temos certeza de que os 'verificadores de fatos' já estão trabalhando arduamente para tentar difamar a esse estudo, no entanto, eles também podem querer dar uma olhada em ivmmeta.com - uma meta-análise em tempo real de 70 estudos que descobriram que a ivermectina funciona como profilaxia 83% das vezes . Em estudos revisados ​​por pares, ele foi considerado eficaz 70% das vezes como um tratamento precoce e apenas 39% das vezes como um tratamento tardio.

Assista;

Corrigindo a fala do comentarista de redução de 46 por cento, na verdade: “A redução da mortalidade é ainda maior olhando para grupos de diferentes idades - 85 por cento para 31-49 anos e 59 por cento para mais de 50 anos.” Saiba mais




A maioria dos relatórios sobre ivermectina, ou IVM, envolveu seu uso precoce quando uma pessoa contrai COVID, devido ao seu impacto positivo no estágio inicial de replicação do vírus. Se você ficar doente com COVID e estiver gravemente doente, seu médico e o hospital não fornecerão ivermectina graças aos conflitos de interesses pró-vacina por várias partes, mas vários casos mostraram que os tribunais podem forçar os hospitais a permitir seu uso.

Exemplos, evidências e quem faz o seu uso, sabe-se que o medicamento salva vidas em pacientes hospitalizados em estado crítico, com poucas chances de sobrevivência quando protocolos aprovados pelo governo são usados.


A doutora Tess Lawrie referida no vídeo você pode acompanhar as evidências nesse link

Publicidade

Explore mais em: Brasil , Ciência , Coronavírus , Covid-19 , Hidroxicloroquina , Indústria farmacêutica , Ivermectina , saúde , Saúde e medicina , Vídeos
Compartilhe:
Nos Apoie com um donativo
Este artigo pode conter afirmações que refletem a opinião do autor

MAIS RECENTES