Saúde e medicina

Cidade brasileira reduz hospitalizações e mortalidade por COVID com o uso de ivermectina

Saúde e medicina: Cidade brasileira reduz hospitalizações e mortalidade por COVID com o uso de ivermectina... Foi determinado por pesquisadores que as taxas de hospitalização e mortalidade em Itajaí foram reduzidas pelo uso de ivermectina.

Fabio Allves
Compartilhe:
Cidade brasileira reduz hospitalizações por COVID, mortalidade em METADE com o uso de ivermectina

Entre julho e dezembro de 2020, cerca de 220.000 pessoas em Itajaí receberam um curso de tratamento de dois dias de 0,2 mg / kg / dia uma vez a cada duas semanas. Um total de 133.051 pessoas optaram por fazer o regime, enquanto 87.466 recusaram.

Mais tarde, foi determinado por pesquisadores da Universidade de Toronto e da Universidade EAFIT de Columbia que as taxas de hospitalização e mortalidade em Itajaí foram reduzidas pela metade em um período de sete meses no grupo da ivermectina, provando a eficácia da droga. 

“Isso é ainda mais impressionante quando você descobre que os usuários de IVM [ivermectina] eram mais velhos em média, com 30 por cento acima de 50 anos contra 20 por cento para usuários não-IVM”, tuitou alguém chamado Simon Vallée após examinar mais de perto os dados.

“A redução da mortalidade é ainda maior olhando para grupos de diferentes idades - 85 por cento para 31-49 anos e 59 por cento para mais de 50 anos.” O estudo está intitulado de : A profilaxia com ivermectina usada para COVID-19 reduz a infecção por COVID-19 e as taxas de mortalidade: Uma retrospectiva de 220.517 indivíduos em nível populacional em toda a cidade

Os autores desta pesquisa certificaram-se de ajustar as variáveis ​​de confusão relevantes, como idade, sexo, histórico médico, doenças anteriores e outras condições.

A grande mídia mentiu sobre o estudo, alegou que a ivermectina foi um "fracasso"


Em outubro, o Business Insider (BI) publicou um artigo de sucesso alegando que esse experimento foi um fracasso total e que a ivermectina não ajuda como remédio profilático para o vírus Covid. Recentemente, chegaram ao cúmulo de ligar a ivermectina usada a mais de 30 anos com surto de uma suposta sarna. 

Citando evidências anedóticas de um médico brasileiro de UTI, o BI basicamente saiu de seu caminho para tentar fazer a ivermectina soar como uma “pasta de cavalo” ineficaz quando a realidade é que o medicamento barato, seguro e eficaz aprovado por reguladores por décadas como seguro é, altamente eficaz em humanos. - Enquanto isso, vacinas completamente experimentais se tornaram misteriosamente "segura e eficaz" apenas por propaganda enganosa.

“Por ser uma análise observacional retrospectiva, é incerto se os resultados seriam reproduzíveis em um ensaio clínico randomizado, controlado por placebo e duplo-cego, mas provavelmente, uma vez que grupos de usuários e não usuários de ivermectina tinham características demográficas semelhantes e as taxas foram ajustadas para as variáveis ​​de confusão relevantes”, afirmou uma pré-impressão do novo artigo que prova que a ivermectina funciona.

Os chamados “verificadores de fatos” provavelmente estão lutando para inventar algo que “desmascare” a pesquisa, que expõe bloqueios, máscaras e “vacinas” como uma farsa desnecessária.

A pandemia já teria passado se o governo tivesse aconselhado as pessoas a tomar ivermectina em vez das injeções da experimentais. Isso é baseado em dados publicados por IVMMeta.com , uma análise em tempo real de 70 estudos que descobriram que a ivermectina funciona como profilaxia 83 por cento do tempo - Claramente superando as vacinas experimentais e perigosas.

Como tratamento inicial, estudos revisados ​​por pares descobriram que a ivermectina é eficaz 70% das vezes . Como tratamento tardio, a droga funciona cerca de 39% das vezes.

Na província indiana de Utter Pradesh, que optou pela ivermectina em vez das injeções, a ivermectina é amplamente e com sucesso usada como profilático contra o vírus Covid.

Funcionários da província, que tem uma população de 200 milhões, disseram que o uso generalizado de ivermectina "ajudou a manter a positividade [e] baixas as mortes".


O governo indiano financiou vários estudos que chegaram a conclusões semelhantes. Um deles descobriu que uma profilaxia de ivermectina com duas doses de 300 µg / kg com intervalo de 72 horas resultou em uma redução de 73% na infecção por SARS-CoV-2 entre profissionais de saúde.

Outro estudo realizado na Índia descobriu que os pacientes que receberam ivermectina no hospital eram muito mais propensos do que os pacientes que não receberam o medicamento a sobreviver.

Outro descobriu que a administração de ivermectina junto com a doxiciclina resultou em um tempo médio de recuperação melhorado de dois dias antes em comparação com os pacientes que receberam um placebo. IVERMECTINA: presidente da associação médica japonesa reconheceu publicamente para prescreverem ivermectina contra COVID IMEDIATAMENTE
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Veja mais sobre:

Coronavírus Covid-19 Governo Hidroxicloroquina Indústria farmacêutica Ivermectina Pandemias saúde Saúde e medicina
Compartilhe:
RELATAR ERROS:

: Ao reproduzir este artigo: Uso não comercial OK, cite | coletividade-evolutiva.com.br | com um link clicável. Siga Coletividade Evolutiva nas | REDES SOCIAIS | Se você gosta de informações como as que publicamos, por favor, considere fazer uma doação para nos ajudar a manter nosso trabalho e o Coletividade Evolutiva disponível | FAZER UMA DOAÇÃO |

MAIS RECENTES