Vídeos

De porta em porta identificando aqueles que rejeitam vacina para levar para campos de quarentena à força?

Vídeos: Esse é o preço de renunciar a liberdade em troca de falsa segurança. Pelo que parece, os agentes são disfarçados de saúde batendo de porta e...

Coletividade Evolutiva
Compartilhe:
Nos Apoie: Doação
De porta em porta identificando aqueles que rejeitam vacina para levar para campos de quarentena à força?
Esse é o preço de renunciar a liberdade em troca de falsa segurança.

Pelo que parece, os agentes são disfarçados de saúde batendo de porta em porta para vacinar ou identificar aqueles que resistem à vacinação para em um futuro próximo, passar com agentes das forças armadas e pegar a força e aplicar vacinas ou levar para campos de quarentena. Isso já tem sido feito no exterior e pelo que parece, não demorará muito para acontecer no Brasil.

Por exemplo, o exército da Austrália começou a fazer a transferência forçada de australianos com Covid-19 residentes nos Territórios do Norte para o Campo de Quarentena de Howard Springs, localizado em um antigo campo de mineração no norte da Austrália. A transferência forçada teve início após o registro de nove casos de Covid-19 na comunidade Binjari. Assista o vídeo de um civil preocupado;


O que está acontecendo em outros países é o reflexo do que está prestes a acontecer no Brasil. Por exemplo, os austríacos têm até fevereiro de 2022 para cumprir o programa de vacinação obrigatório lá, enquanto a Grécia já está multando residentes não vacinados todos os meses por eles permanecerem com sua saúde intacta. A pergunta é, quando não puderem pagar multas para onde será que vão ser levados a força?

No Brasil, a obrigatoriedade está prestes a ser imposta através da exigência do passaporte da escravatura vacinal, popularmente chamado de passaporte de vacina. Chamo de passaporte da escravatura vacinal, porque é isso que ele é, escravizar a sociedade nas exigências intermináveis de vacinações que virão nos próximos meses e anos até a conclusão do holocausto genocida por meio de vacinas infinitas que suprime o sistema imunológico e causa uma série de efeitos no coração, cérebro e muito mais.

A evidência é clara, os vacinados estão sofrendo reações em curto e médio prazo, no entanto, estão culpando uma variante fictícia para não culpar a vacinação. Assista;



Publicidade

Explore mais em: Brasil , Notícias alternativas , Últimas-notícias , Vídeos
Compartilhe:
Nos Apoie com um donativo
Este artigo pode conter afirmações que refletem a opinião do autor

MAIS RECENTES