Sociedade e governo

UMA PANDEMIA DE SÍNDROME DE ESTOCOLMO: OS PSICOPATAS vão usar terrorismo psicológico novamente para VACINAR, lucrar e matar o quanto possível

Sociedade e governo: Após tanta falsidade sobre "vacinas seguras e eficazes", vacine-se e tudo voltará ao normal, agora sabemos que estamos em uma pand...

Fabio Allves
Compartilhe:
Nos Apoie: Doação

Após tanta falsidade sobre "vacinas seguras e eficazes", vacine-se e tudo voltará ao normal, agora sabemos que estamos em uma pandemia global da Síndrome de Estocolmo, em que as vítimas estão criando algum tipo de afeto por seus abusadores do poder. 

A suposta variante “Ômicron” que as autoridades de tordo o mundo está aterrorizando as massas com a técnica de usar o medo para controlá-las, é o último capítulo do ataque psicobiográfico globalista contra à humanidade - é apenas mais um "presente de ano novo / 2022" que será o trampolim de inciar tudo novamente com mais restrições as liberdade e bloqueios generalizados enquanto forçam vacinas infinitas. 

A parte “psicopata” se refere ao terrorismo psicológico infligido pela mídia cúmplice e suas tentativas de levar todos ao medo generalizado, já que as variantes como Delta, por exemplo, já não é o bastante para aterrorizá-las e controlá-las, pois sua farsa está desmoronando. A arma “bio” é a própria vacina, projetada desde o início como uma arma biológica de despovoamento projetada para causar fatalidades em massa na próxima década (de câncer, doenças autoimunes, doenças cardiovasculares, etc.).

Notavelmente, esta nova forma de guerra não requer armas cinéticas reais, do mundo real. Toda a campanha de terrorismo psicológico ocorre puramente na mente das vítimas visadas. Eles imaginam a variante ômicron perseguindo-os e ameaçando-os, quando, na verdade, estão sendo atacados pelos próprios governos, lhes imputando todo tipo de bloqueios e destruição dos seus meios de subsistência. Eles imaginam dor e sofrimento se não fizerem o que os psicopatas mandam. Virou realmente a síndrome de Estocolmo em massa.

Mas se eles abrirem os olhos e olharem para o mundo real ao seu redor, não haverá guerra por meio de vírus, mas por meio de bioarma. Não há ômicron. Não existe uma pandemia COVID. Somente aqueles que vinculam sua consciência à mídia falsa e desonesta acreditam na existência de uma "pandemia". Sem a campanha do medo da mídia, a pandemia não existe. É apenas mais uma gripe sazonal. É apenas mais ditadores destruindo vidas por lucro ao mesmo tempo em que segue a agenda globalista de reduzir a população global e moldar o futuro da Nova Ordem Mundial.

É por isso que os governadores logo declararão emergência do nada, assim mantendo o genocídio por meio da pandemia de Estocolmo.  Nenhuma infecção física é necessária para espalhar o medo, uma vez que esta é uma guerra psicobiográfica, o que significa que não requer nada enraizado na realidade.

O objetivo dos globalistas é dissociar você da realidade e, em seguida, controlar todas as suas percepções e crenças.


A fim de realizar essa guerra contra sua psique, os globalistas têm lentamente guiado sua consciência para longe da realidade, introduzindo camadas e mais camadas de ficções abstratas em sua paisagem mental. O transgenerismo é uma dessas ficções. Nenhum homem biológico pode engravidar e ter um bebê, mas o complexo da mídia controlado por globalistas convenceu pelo menos metade da população de que a biologia não é real. Eles dissociaram a psique da realidade física.

É importante ressaltar que eles também convenceram as pessoas a não acreditarem em seus próprios sentidos. 

O único vírus real nesta pandemia é o vírus da mente/ estocolmo


O Dr. Thomas Cowan está correto quando diz que não existe um vírus covid-19 que foi isolado, purificado e comprovadamente causador de doenças. O “vírus” covid-19 como um patógeno autônomo é uma obra de ficção. Mas o vírus da mente - ou seja, a pandemia do medo, assim como foi o começo, e agora é a pandemia do Estocolmo - está produzindo efeitos muito reais no mundo real, como pessoas fazendo fila para serem injetadas infinitas vezes com bioarmas de proteína de pico mortal na forma da chamada "vacina segura e eficaz".

Sim, as mortes pela vacina são reais. Os coágulos sanguíneos, os natimortos (até 2900% no Canadá até agora), as mortes por câncer, as vacinas ... é tudo real. No entanto, esta verdadeira tragédia nasce de uma construção fictícia... A “pandemia do medo” que foi instalada em sua consciência pelos propagandistas, mentirosos e assassinos genocidas globais.

A boa notícia é que você pode resistir ao feitiço voltando aos seus sentidos, mantendo contato com o mundo real e mantendo-se ciente da fraude pandêmica, caso contrario sua paixão pelo sofrimento dos abusadores do poder continuaram até a sua morte.

Torcemos que o mundo desperte para a verdade por trás das vacinas COVID e quanto suas vidas privadas foram destruídas pela narrativa COVID —  portanto, os psicopatas do genocídio precisam culpar alguém ou algo e, vão usar todo tipo de terrorismo psicológico para injetar mais vacinas na massa quanto possível.
Publicidade
Explore mais: Brasil , Governo , Mundo , Sociedade , Sociedade e governo
Compartilhe:
Nos Apoie com um donativo
Este artigo pode conter afirmações que refletem a opinião do autor
Siga Coletividade Evolutiva nas redes sociais!

RECENTES