AVISO - Estamos vivendo tempos de extrema censura on-line, por isso entre para o nosso > CANAL DO TELEGRAM

Anthony Fauci duvida da eficácia das vacinas COVID-19 e culpa “anti-vacinas” por falhas dos criadores de vacinas

Anthony Fauci duvida da eficácia das vacinas COVID-19 e culpa “anti-vacinas” por falhas dos criadores de vacinas

especialista em saúde pública dos EUA, Anthony Fauci admite que futuras vacinas (COVID-19) não funcionarão e culpa “anti-vacinas” por falhas das indústrias de vacinas, ou melhor, os laboratórios de vacinas. Geralmente uma vacina devidamente testada e "segura", leva no mínimo 10 a 15 anos para ser desenvolvida, mas nos últimos dias, com o coronavírus Wuhan (COVID-19), a corrida para criar uma solução injetável "milagrosa" contra o coronavírus, tem levado empresas e indústrias do ramo da saúde, a desenvolver em tempo recorde, o que possivelmente, pode dar mais errado, do que "benefícios".

Durante uma recente entrevista à CNN, o reconhecido e renomado especialista em saúde pública dos EUA, que estar basicamente guiando o mundo em seus discursos, o Anthony Fauci, lamentou o fato de milhões de americanos desconfiarem dele, e da indústria farmacêutica, de Bill Gates e de outros que buscam empurrar para que todos sejam vacinados após o lançamento da vacina contra o coronavírus Wuhan (COVID-19).

Segundo Fauci, uma futura vacina para o novo vírus provavelmente não funcionará porque quase 30% dos americanos já indicaram que não a tomarão - nem agora, nem nunca, e culpa os anti-vacinas, no qual acredito eu, que, na verdade, não são anti-vacinas, ou anti-ciência, são a favor da livre escolha, anti-toxinas perigosas, e anti-ciência comprada que favorece interesses obscuros. Não se engane, eles já estão preparando o cenário para obrigar todos à se vacinar, ou para fazer qualquer outra coisa em meio a sociedade: Alerta vermelho: Passaporte de imunidade COVI-PASS para controle em massa prestes à ser lançado 

Assim como o argumento da máscara, a única maneira de funcionar uma vacina para o coronavírus Wuhan (COVID-19) é se todos a receberem. Se apenas uma pequena porcentagem disser não, todos os demais não serão protegidos, por algum motivo. Esse é um paradigma louco, se uma grande parcela de pessoas se vacinar para imunizar contra o vírus, então significa que estarão imunes ao vírus, portanto, não tem mais o que temer se uma outra parcela optar por não vacinar certo? Caso contrario a vacina não imuniza nada.

“Existe um sentimento geral de anticiência, e autoridade contra vacinas entre algumas pessoas neste país - uma porcentagem alarmante de pessoas, relativamente falando”, lamentou Fauci durante sua entrevista, afirmando ainda que o governo “tem muito trabalho” à fazer” para“ educar” às pessoas sobre vacinas.
"É improvável que os EUA obtenham imunidade de rebanho contra o coronavírus, mesmo com uma vacina, de acordo com o principal especialista em saúde pública do país, que alertou que um" sentimento geral anti-ciência, anti-autoridade e anti-vacina "provavelmente frustrará esforços de vacinação.

Fauci: A melhor vacina já criada foi para o sarampo


Ao explicar a potencial eficácia de uma futura vacina contra o coronavírus Wuhan (COVID-19), Fauci admitiu que não chegará nem perto da suposta eficácia de outras vacinas, independentemente de quantas pessoas optarem por tomá-la.

"O melhor que já fizemos foi o sarampo, que é 97% a 98% eficaz", afirmou Fauci, referindo-se, é claro, à vacina MMR para sarampo, caxumba e rubéola, que tem sido associada a causar autismo em crianças pequenas. , especialmente meninos afro-americanos.
"Seria maravilhoso se chegarmos lá", acrescentou Fauci. “[Mas] acho que não. Eu aceitaria [a] uma vacina eficaz de 70% e 75%. ”

No final, nunca haverá uma vacina eficaz para o coronavírus Wuhan (COVID-19), foi basicamente a conclusão de Fauci. Mas, em vez de culpar o fracasso da vacina (apressada) em si, ou mesmo do vírus mutante, ele optou por ir atrás das pessoas que a recusarão, o que é ridículo.

Fauci também está profundamente chateado com o fato de milhões de americanos não estarem comprando a noção de que máscaras de pano fornecem proteção contra a transmissão viral. Ele diz que é "uma receita para o desastre" que nem todo mundo está usando, e também está com raiva de alguns estados supostamente reabrirem muito rapidamente.

"Existem alguns estados em que a liderança e a decisão [de se abrir] foram um pouco precipitadas", disse Fauci durante a entrevista. "Há outros onde a liderança fez certo, mas os cidadãos não os ouviram."

No final das contas, a maior queixa de Fauci parece ser que é o público americano se recusarem a obedecer a todas as diretrizes do governo e da Organização Mundial de Saúde, e sua autoridade, por mais absurdo ou conflitante que seja. Na ideia dele, ele quer que todos os que não estão em posição de "autoridade como ele" devem simplesmente fazer o que ele manda, sem fazer perguntas.
Estamos preocupados com a extrema censura dos gigantes da tecnologia. Por isso, incentivamos, que todos que desejam continuar a receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se increver acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar.
Siga-nos nas redes para atualizaçõe apesar da censura | Instagram | Facebook |Twitter |Telegram