Proteja-se com essas curas naturais: coronavírus pode infectar milhões no carnaval

Receba nosso conteúdo no | Telegram
Proteja-se com essas curas naturais: coronavírus pode infectar milhões no carnaval

O Carnaval, está as portas, igualmente milhões de turistas estão chegando, e onde há grandes aglomerações de pessoas, é onde está o grande perigo também 一 todos os anos, o carnaval batiza milhares de viroses que deixam lotados os postos de saúde, após os sete dias oficiais de folia. (Não é uma ótima ferramente de expandir infecções pelo mundo afora? Não foi sempre assim com o HIV, e outras?)

O surto do novo vírus que começou na cidade chinesa de Wuhan, tem gerado pânico ao redor do mundo, mas parece que as autoridades brasileiras, estão pouco preocupadas com essa pandemia global de coronavírus, que aparentemente, é como um vírus de cavalo de troia de computador. Até o momento, foram relatados casos de infecção pelo coronavírus em 25 países, com o total de contaminados em poucos dias com 28,401 infectados, isso em dados oficiais, mas claro que passa muito mais disso. Na semana passada, a OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou a doença como emergência de saúde pública global, o que deveria haver um cancelamento de eventos que atraem multidões como shows e jogos de futebol, até que a pandemia, fosse contida.


Como arma biológica pandêmica do coronavírus de Wuhan na China, estar se espalhando sorrateiramente pelo o resto do mundo,一 apesar, dos governos estarem ocultando os reais dados da infecção,一 e onde estão grandes aglomerações de pessoas num espaço restrito, com alimentação majoritariamente inadequada, desidratação e falta de sono, criam as condições perfeitas para o alastramento de doenças infecciosas como o coronavírus da China, uma vez que, o coronavírus infecta as pessoas sem apresentar sintomas por cerca de 14 dias, o que significa que turistas podem chegar no Brasil sem qualquer sintoma, e passar livremente pela verificação Brasileira, que é claramente fraca, o que possivelmente, mesmo estando infectadas sem apresentar sintomas, o coronavírus se espalha, contaminando todas as outras pessoas ao seu redor, fazendo assim igualmente ao resto, o que pode levar a uma contaminação coletiva, e a um colapso social, e na saúde pública do país.



Fortaleça seu sistema imunológico contra infecções virais como o coronavírus


As pessoas que vivem nas Filipinas, um país de ilhas não muito distantes da costa da China, lembram-se muito bem da última vez em que uma epidemia mortal de coronavírus eclodiu na China. Era 2003 quando o coronavírus SARS (síndrome respiratória aguda grave) eclodiu na China. Ele infectou mais de 7000 pessoas na China, com mais de 600 mortes registradas. Mesmo com sua proximidade com a China e a grande população chinesa na nação filipina de cerca de 80 milhões de pessoas, apenas 14 casos de SARS foram relatados com duas mortes registradas.

O Canadá, a muitos milhares de quilômetros de distância, teve muito mais casos e mais mortes registradas devido à infecção por SARS na China do que nas vizinhas Ilhas Filipinas. Uma das teorias apresentadas na época sobre o motivo pelo qual o povo filipino tinha tão poucos casos eram o uso predominante do país no óleo de cozinha: o óleo de coco. As Filipinas são o maior produtor mundial de óleo de coco, com cerca de 70% do óleo de coco do mundo sendo exportado do país. Sabe-se que os ácidos graxos de cadeia média do óleo de coco e principalmente o ácido láurico destroem vírus envolvidos por pesquisadores há muitos anos.



Óleo de coco é um potente anti-viral que combate vários tipos de vírus


Obviamente, é sempre uma boa ideia minimizar a exposição a produtos químicos tóxicos, quantidades indesejadas de estresse mental e emocional, e comer uma dieta orgânica rica em antioxidantes para apoiar um forte sistema imunológico. Aqui estão algumas maneiras para combater o coronavírus e outros.


Obtenha o melhor óleo de coco do mercado agora, e comece a cuidar de sua saúde geral, naturalmente! Clique aqui.

  • Desintegração da membrana do vírus. As atividades antivirais do ácido láurico e da monolaurina foram primeiro observadas por Sands e colaboradores (1979) e depois por Hierholzer & Kabara (1982). Em particular, Hierholzer & Kabara mostraram que a monolaurina era capaz de reduzir a infectividade de 14 vírus envolvidos em RNA e DNA humano em cultura celular em> 99,9%, e que a monolaurina agia desintegrando o envelope do vírus. Thormar e colaboradores (1987) confirmaram a capacidade do ácido láurico e da monolaurina de inativar vírus por desintegração da membrana celular. Demonstrou-se que o lauril sulfato de sódio é capaz de solubilizar e desnaturar o envelope viral (Piret 2000, 2002).
  • Inibe a maturação do vírus. O vírus Junin (JUNV) é o agente causador da febre hemorrágica argentina. Em uma comparação entre os ácidos graxos saturados de C10 a C18 contra a infecção por JUNV, Bartolotta e colaboradores (2001) mostraram que o ácido láurico era o inibidor mais ativo. A partir de estudos mecanísticos, concluiu-se que o ácido láurico inibiu um estágio de maturação tardia no ciclo replicativo da JUNV. A partir de imagens de microscopia eletrônica de transmissão, o JUNV é um vírus envelopado com glicoproteínas incorporadas na bicamada lipídica, formando picos virais (Grant et al ., 2012); isso é semelhante ao nCoV-2019.
  • Impede a ligação de proteínas virais à membrana da célula hospedeira . Hornung e colaboradores (1994) mostraram que, na presença de ácido láurico, a produção do vírus da estomatite vesicular infecciosa era inibida de maneira dependente da dose e reversível: após a remoção do ácido láurico, o efeito antiviral desaparecia. Eles observaram que o ácido láurico não influenciou a síntese da proteína da membrana viral (M), mas impediu a ligação das proteínas M virais à membrana da célula hospedeira.


Maneiras de manter seu sistema imunológico saudável e forte:

  • Tome vitamina C: sabemos que uma deficiência de vitamina C foi associada a pneumonia . Por outro lado, a ingestão de uma quantidade suficiente de vitamina C pode melhorar a saúde imunológica e ajudar as pessoas a evitar adoecer com doenças semelhantes à gripe. Não é surpresa que o Serviço de Saúde de Phillipines, cidade de Cebu, tenha aconselhado recentemente as pessoas (após a chegada de um menino de 5 anos ao país que testou positivo para coronavírus) a tomar vitamina C. Segundo a Clínica Mayo, a ingestão diária recomendada de vitamina C para adultos é de cerca de 65 a 90 miligramas (mg) por dia. Mas isso é muito baixo para ajudar a evitar a ameaça de infecções virais. Em muitos casos, a suplementação é obrigatória ... mas, os alimentos ricos em vitamina C incluem couve, brócolis, pimentão, kiwi e frutas cítricas.
  • Tome vitamina D: estudos, incluindo um estudo de 2017 publicado no BMJ, mostram que os suplementos de vitamina D podem fortalecer as pessoas contra resfriados, gripes e outros tipos de infecções respiratórias. Entende-se - por muitos profissionais de saúde integrativos - que a vitamina D aumenta os níveis de substâncias antimicrobianasnos pulmões chamados peptídeos antimicrobianos. A ingestão mínima recomendada de vitamina D é de cerca de 400 - 800 unidades internacionais (UI) por dia, mas a maioria dos estudos mostra que aumentar sua ingestão para 1.000 a 2.000 UI / dia (ou mais) é seguro e benéfico. Lembre-se de que, para obter a melhor taxa de absorção, é melhor tomar um suplemento de vitamina D que ofereça os cofatores essenciais, como vitamina K2, boro, zinco e magnésio - para citar alguns. Além disso, os alimentos ricos em vitamina D incluem peixes gordurosos capturados na natureza e ovos orgânicos.
  • Durma o suficiente: Foi demonstrado que mesmo uma noite de privação de sono - ficando abaixo das recomendadas 6 a 8 horas - diminui a função imunológica de uma pessoa e aumenta o risco de adoecer com uma doença transmissível. Para evitar a ameaça de infecções virais, faça um compromisso com seus entes queridos de que todos irão priorizar seu sono e praticar boas técnicas de higiene.
Continue lendo após a publicidade
Continue lendo após a publicidade
Estar havendo uma extrema censura por parte dos gigantes da tecnologia. Por isso, incentivamos que todos que desejam receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se increver acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar sua inscrição.
Se conecte com nós nas redes | Instagram | Facebook |Twitter |Telegram


Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram

Talvez você goste