Coronavírus: novo projeto de lei pode obrigar a todos tomar vacinas?

Compartilhar
Coronavírus: novo projeto de lei pode obrigar a todos se vacinar?

Como relatamos em nosso artigo anterior, a grande mídia tem feito grandes propagandas de medo em todo o mundo sobre o chamado agora, "novo coronavírus", levando a um pânico em toda a população brasileira. Toda essa propaganda de medo da grande mídia mundial, parece que está dando muito certo para os globalistas eugenistas como Bill Gates, que apoia publicamente uma redução populacional com vacinas — uma boa jogada para integrar, e obrigar com leis repressivas, aqueles, cujo hoje não querem se vacinar. 

Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o surto de coronavírus como "emergência" (pandemia) em saúde pública de importância internacional.

O tempo dirá o que acontece com esse último susto na saúde pública, mas uma coisa é certa: Bill Gates e seus amigos eugenistas estão se esforçando para vacinar todo o planeta contra o coronavírus ou qualquer outra doença que possam invocar como uma arma biológica mortal.

Tanto é, que empresas estão correndo a passos largos, para criarem uma "vacina para o coronavírus" pandêmico (isso se já não criaram), que aparentemente era desconhecido, no entanto, tem realizado um processo de redução populacional intencional na China, ao mesmo tempo, em que levam países a loucura, logo que, evidências apontam que o coronavírus, que era supostamente desconhecido, é, na verdade, uma arma biológica projetada em laboratório. No entanto, tem havido uma correria grande para esconder essa realidade do público.

É fato que o coronavírus de Wuhan na China, sua verdadeira razão por trás da propagação viral é porque uma versão projetada do coronavírus (que pode ter sido originalmente obtida do Canadá ), foi lançada pelo Institute of Virology de Wuhan (acidentalmente ou intencionalmente), um laboratório de risco biológico de nível 4, que estudava" os patógenos mais perigosos do mundo".

Veja abaixo o que está por vir nesse projeto de lei;



O atual presidente Jair Bolsonaro já definiu um projeto de lei ao Congresso Nacional que define aparentemente as regras para a repatriação e quarentena dos cidadãos brasileiros que estão apenas na cidade de Wuhan, na China, epicentro da pandemia. No entanto, o que temos que notar, é que esse projeto uma vez estabelecido, jamais são revogadas no caso de uma solicitação da sociedade, o que possivelmente pode significar, que qualquer "doença futura", mesmo que seja uma gripe simples, os cidadães com a tal, perderá todos os seus direitos, sendo forçado a força, a seguir todas as regras estabelecidas nesse projeto aparentemente inofensivo para os brasileiros não infectados ou doentes.
Em despacho ao presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta disse que “o anteprojeto de lei visa adequar a legislação interna, coordenando as ações e os serviços do SUS em todas as esferas federativas para permitir uma atuação eficiente e eficaz, mediante a definição de instrumentos que possibilitem o enfrentamento ágil da situação de emergência sanitária internacional existente, objetivando a proteção da coletividade, com maior segurança jurídica”.
Projeto de lei;

  •  Isolamento: pessoas doentes ou contaminadas serão separadas para evitar a contaminação ou a propagação do coronavírus;
  • Quarentena: pessoas suspeitas de contaminação serão separadas ou terão suas atividades restritas de pessoas que não estejam doentes;
  • Realização compulsória de exames médicos, testes laboratoriais, coleta de amostras clínicas, vacinação e outras medidas contra doenças infecciosas ou tratamentos médicos específicos;
  • Restrição excepcional e temporária de entrada e saída do país por rodovias, portos ou aeroportos;
  • Requisição de bens e serviços de pessoas naturais e jurídicas, hipótese em que será garantido o pagamento de indenização justa
  • Autorização excepcional e temporária para a importação de produtos sem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) desde que já tenham sido registrados por uma autoridade sanitária estrangeira e estejam previstos em ato do Ministério da Saúde.
  • Os cidadãos afetados por essas medidas têm o direito de ser informados permanentemente sobre o seu Estado de saúde, de receber tratamento gratuito e terão falta justificada ao trabalho durante o período de ausência causado por quarentena ou isolamento. 
  • Fica dispensada a licitação para aquisição de bens, serviços e insumos de saúde destinados ao enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus.
  • Toda pessoa natural no território brasileiro deve comunicar imediatamente as autoridades sanitárias sobre possíveis contatos com agentes infecciosos do coronavírus, circulação em áreas consideradas como regiões de contaminação pelo coronavírus (atualmente, só a China se enquadra nesse status) ou manifestação de sintomas considerados característicos do adoecimento pelo coronavírus.


Compartilhar
Ajude-nos abrindo uma publicidade - Cique aqui
Ajude-nos abrindo uma publicidade - Cique aqui
Continue lendo após publicidade
Estar havendo uma extrema censura por parte dos gigantes da tecnologia. Por isso, incentivamos que todos que desejam receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se inscrever acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar sua inscrição.
Siga nas redes | Instagram | Facebook |Twitter |Telegram

Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram