Notícias Recentes

Porque seus níveis de vitamina D dependem do magnésio

Por que seus níveis de vitamina D dependem do magnésio

De acordo com pesquisas, a alimentação das famílias brasileiras possui deficiências graves em vitaminas, minerais, fibras e carotenoides. No entanto, as famílias que moram em zonas rurais se saíram melhores do que as urbanas no consumo de energia, fibras e micronutrientes. Ao contrário dos centros urbanos, no campo, as pessoas tendem a se alimentar de forma mais saudável, além de obter frutas frescas colhidas na hora, o que pode ser muito mais vantajoso em quesitos nutricionais.

É exatamente por isso que adicionar suplementos nutricionais de alta qualidade a uma dieta equilibrada pode ajudar a corrigir esses déficits, especialmente quando se trata de baixos níveis de vitamina D no organismo. Mas há um grande problema de saúde: se você não está consumindo magnésio suficiente, seus esforços para obter o suficiente da "vitamina do sol" serão ineficazes

Em termos de melhoria do seu status de vitamina D, é importante entender que certos nutrientes, como o magnésio, podem melhorar bastante a absorção da vitamina D, que pode ser facilmente obtido com luz solar natural diária. Na verdade, as pesquisas mostram que, para desfrutar de uma boa saúde óssea (e do coração), além de evitar outras doenças graves, é ideal, que você definitivamente deva considerar obter esse pro-hormônio constantemente.


Pesquisas revelam que seus níveis de vitamina D dependem muito do magnésio


Vários estudos, incluindo um artigo do The Journal of American Osteopathic Association , descobriram que a deficiência de vitamina D está ligada a baixos níveis de magnésio . Essa evidência sugere claramente que o magnésio é essencial para a digestão e assimilação adequadas da vitamina D.



"Todas as enzimas que metabolizam a vitamina D parecem exigir magnésio", dizem os autores do artigo de março de 2018, chamado "Papel do magnésio na ativação e na função da vitamina D". O magnésio, acrescentam, funciona "como um cofator na enzima reações no fígado e rins. "

Os autores também lembram aos leitores que uma deficiência de vitamina D, magnésio ou ambos está ligada a uma variedade de condições, incluindo síndrome metabólica , doença cardiovascular e comprometimento da saúde óssea. Além disso, uma deficiência de vitamina D está ligada a um risco aumentado de diabetes, depressão, psoríase e câncer de mama, cólon e próstata !

Parece que aumentar a ingestão de magnésio pode realmente render, a propósito. Um estudo de 2013 constatou que as pessoas que consumiam regularmente alimentos ricos em magnésio eram menos propensas a serem deficientes em vitamina D em comparação com as pessoas que não consumiam muito magnésio em sua dieta. E outras pesquisas mostram que pessoas com altos níveis de magnésio também têm menor probabilidade de ter baixa densidade mineral óssea (algo em que a vitamina D normalmente desempenha um papel crítico).

Esses dois nutrientes estão tão intimamente ligados que talvez seja hora de começar a pensar neles como um par - você não pode se preocupar com um sem se preocupar com o outro.

Portanto, consuma esses alimentos ricos em magnésio ou ( talvez adicione um suplemento de magnésio de alta qualidade também): Bananas, Espinafre, Abacate, Castanha de caju, Amêndoas, Sementes de abóbora, Peixe oleoso, Feijão, sementes de Sesamo, Manteiga de amendoim

Produtos que recomendamos para você!

Fraudas em ofertas



Receba as últimas notícias do Coletividade Evolutiva em primeira mão. Siga-nos nas redes sociais! Facebook - Twitter - Instagram - Receber por e-mail - Ajudar o Site