Coronavírus Wuhan: 44.000 agora infectados, alertam pesquisadores da Universidade de Hong Kong

Atualização sobre o coronavírus Wuhan: 44.000 agora infectados, alertam pesquisadores da Universidade de Hong Kong

Aproximadamente 44.000 pessoas já estão infectadas pelo coronavírus Wuhan, alertaram pesquisadores acadêmicos da Universidade de Hong Kong no fim de semana. O número "oficial" de infecções reivindicadas pelo governo comunista chinês é de apenas 2900, revelando um esforço desesperado para encobrir os números verdadeiros e mentir ao mundo sobre uma pandemia perigosa e mortal.

"Os acadêmicos da Universidade de Hong Kong estimaram na segunda-feira que o número de pacientes em Wuhan havia atingido 43.590 no sábado, incluindo aqueles em fase de incubação do vírus, que causa pneumonia", relata o South China Morning Post .

"O pesquisador-chefe e reitor da faculdade de medicina da HKU, Gabriel Leung, disse que sua equipe estimou que havia 25.630 pacientes apresentando sintomas em Wuhan e que o número dobraria em 6,2 dias, de acordo com a modelagem matemática baseada em números de infecções em todo o mundo a partir de sábado". Recomendado: Coronavírus pode causar uma possível pandemia global - genocídio em massa

É importante ressaltar que o coronavírus Wuhan agora é conhecido por ser infeccioso durante o período de incubação , o que significa que as pessoas estão espalhando a pandemia antes mesmo de perceberem que estão doentes. De acordo com uma análise recente publicada no The Lancet , os familiares de vítimas expostas ao coronavírus não apresentaram sintomas por 8 dias antes de finalmente serem diagnosticados com sintomas completos. Além disso, cerca de 2% dos infectados não mostram sinais de febre ou dificuldade respiratória, o que significa que são capazes de passar pelas medidas de rastreamento de segurança nos aeroportos. Recomendado: Coronavírus arma biológica que se espalha em silêncio no coletivo social



Aqui estão os números oficiais do governo chinês, via SCMP:



“Transmissão auto-sustentável de humano para humano… em todas as principais cidades do continente”


Também do SCMP: “Leung disse que a pesquisa de sua equipe mostrou que a transmissão auto-sustentável de homem para homem já estava ocorrendo em todas as principais cidades do continente e alertou que uma pandemia poderia estar próxima. "Temos que estar preparados, para que essa epidemia em particular esteja prestes a se tornar uma epidemia global", afirmou.

De acordo com o modelo dos pesquisadores, a pandemia de coronavírus continuará a se espalhar rapidamente pelas principais cidades da China, chegando ao "final de abril ou início de maio" com "150.000 novos casos" todos os dias.

O pesquisador-chefe Gabriel Leung pediu "medidas draconianas" em toda a China para impedir a propagação da pandemia.

Os vôos da China ainda estão chegando a cada hora nos aeroportos dos EUA, como Los Angeles e Seattle. Agora, seis casos de coronavírus estão confirmados nos Estados Unidos, com pelo menos um deles confirmado na Califórnia. Todos os casos confirmados envolveram passageiros de viagens aéreas que visitaram recentemente a província de Wuhan. É quase certo que eles expuseram outros viajantes durante seus vôos internacionais. Segundo o The Lancet , 83% das pessoas expostas ao coronavírus ficam infectadas com ele. Com um tempo de incubação de 2 a 14 dias, ainda é cedo para saber quantas outras pessoas podem estar portando essa pandemia nos Estados Unidos.



Cinco milhões de pessoas deixaram Wuhan antes da quarentena entrar em vigor


Alguns dias atrás, a Natural News informou que pelo menos 300.000 moradores de Wuhan haviam fugido da cidade antes da quarentena entrar em vigor. Agora, o prefeito de Wuhan, Zhou Xianwang, confirmou essa notícia, expandindo-a para cinco milhões de moradores que fugiram.

“Cerca de 5 milhões de moradores deixaram Wuhan antes do confinamento por causa da epidemia mortal de coronavírus e do feriado do Festival da Primavera, revelou o prefeito Zhou Xianwang no domingo, quando autoridades de saúde alertaram que a capacidade de propagação do vírus estava ficando mais forte”, relata o SCMP .

Segundo fontes oficiais na China, casos confirmados de coronavírus estão surgindo em Pequim. Ainda não se sabe exatamente quantos chineses de Wuhan fizeram voos internacionais e podem ter transportado o vírus para outras nações, mas o número de infecções continua a aumentar nos Estados Unidos e na Europa, embora o número de casos confirmados oficialmente continue baixo.

A Universidade de Hong Kong está pedindo às autoridades chinesas que fechem todas as escolas, locais de trabalho e reuniões sociais para impedir que a pandemia se espalhe.

Os impactos econômicos de tais decisões ainda não estão sendo percebidos por jornalistas e investidores. O mercado de ações dos EUA sofreu um impacto hoje, enquanto as ações das companhias aéreas despencaram, mas as implicações mais amplas da China efetivamente cancelando todas as operações comerciais por duas semanas ainda não foram levadas em consideração nos mercados. Se essa pandemia continuar a se espalhar, os impactos econômicos terão um preço devastador em escala global.


Saiba mais em Naturalnews.com
Estamos preocupados com a censura e exclusão da nossa página no Facebook. Por isso, incentivamos todos que desejam continuar a receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se increver acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar.
Siga-nos nas redes para atualizações - (Instagram) (Facebook) (Twitter)




Alexa - amazon