Cientista chefe da OMS contradiz a narrativa falsa, de que as vacinas são seguras

Receba nosso conteúdo no | Telegram
Cientista chefe da OMS contradiz a narrativa falsa, de que as vacinas são seguras

A Dra. Soumya Swaminathan, MD Cientista Chefe da Organização Mundial da Saúde, foi flagrada mentindo descaradamente ao público sobre segurança de vacinas. Em um anúncio de serviço público produzido pela OMS (você pode ver logo a baixo), ela afirmava que "as vacinas são muito seguras" e que as vacinas podem "prevenir doenças sem riscos".

No entanto, em um vídeo vazado da Cúpula  Global de Segurança de Vacinas da Organização Mundial da Saúde (OMS) que foi divulgado recentemente, e nele podemos ver claramente o que tanto temos alertado — os especialistas da própria OMS incluído a 
Dra. Soumya Swaminathan, admitindo sobre os perigos que as vacinas têm sobre as crianças, e como as crianças estão sendo prejudicadas em todo o mundo pelas vacinas com substâncias tóxicas adicionadas deliberadamente nas vacinas. Recomendado: Especialistas da OMS agora admitem na câmera: vacinas estão prejudicando as crianças

Agora podemos ver claramente quem sempre andou realizando falsas propagandas, e falsas notícias da suposta segurança das vacinas, principalmente a grande mídia fascista das massas, que sempre usou de propagada de medo na sociedade para fazer todos correrem para se vacinarem com vacinas perigosas.


Como ressalta o Mike Adans, do NaturalNews.com — a
 contradição flagrante ressalta as mentiras deliberadas e diretas que caracterizam a indústria de vacinas e seus propagandistas como a Dra. Soumya Swaminathan. Não é simplesmente que essas pessoas estejam fornecendo ao público, informações falsas e enganosas sobre vacinas; é que eles estão plenamente conscientes de suas mentiras. As mesmas pessoas que proclamam publicamente as vacinas são "são seguras" são capturadas nos bastidores, apenas cinco dias depois, admitindo abertamente todos os efeitos adversos (efeitos colaterais) e falhas nos sistemas de monitoramento de segurança pública. Esses traficantes de vacinas globalistas são mentirosos. Eles são criminosos contra a humanidade. Eles conscientemente prejudicam as crianças com vacinas tóxicas que, em suas próprias reuniões privadas, admitem abertamente uma à outra são extremamente arriscadas.


Você pode ativar legendas ou ler a transcrição desse vídeo logo abaixo — caso esse vídeo seja removido do YouTube você pode assisti-lo aqui




Transcrição em que afirma vacinas são seguras


Soumia Swaminathan, MDChief Scientist, OMS, Pediatra - Vídeo promocional, 28/11/2019;


As vacinas são muito seguras. Se alguém adoece após a vacinação, geralmente é uma coincidência e um erro na administração da vacina ou muito raramente, um problema com a própria vacina. É por isso que temos sistemas de segurança de vacinas. Sistemas robustos de segurança de vacinas permitem que profissionais de saúde e especialistas reajam imediatamente a qualquer problema que possa surgir. Eles podem examinar o problema rigorosamente e cientificamente, examinar os dados e, em seguida, resolvê-lo prontamente. A OMS trabalha em estreita colaboração com os países para garantir que as vacinas possam fazer o que fazem de melhor: prevenir doenças sem riscos. Novas vacinas contra malária, meningite e encefalite na Ásia e África agora estão sendo monitoradas com o apoio da OMS. As vacinas são uma das ferramentas mais seguras que temos para prevenir doenças e garantir um futuro saudável para todas as crianças.

Transcrição da admissão do vídeo vazado que você pode ver aqui


Dr. Soumya Swaminathan, MDChief Scientist, WHO, Pediatrician - Cúpula Global de Segurança de Vacinas da OMS, 3 de dezembro de 2019

Acho que não podemos enfatizar demais o fato de que realmente não temos sistemas de monitoramento de seguranças muito bons em muitos países, e isso aumenta a falta de comunicação e as más interpretações, porque não somos capazes de dar respostas claras quando as pessoas fazem perguntas sobre as mortes que ocorreram devido a uma vacina específica e isso sempre é divulgado na mídia. Deve-se ser capaz de dar uma explicação muito factual do que exatamente aconteceu e qual é a causa das mortes. Mas na maioria dos casos, há alguma ofuscação nesse nível, portanto, há cada vez menos confiança do que no sistema. Implantando os mecanismos, sejam estudos de coorte ou sites de vigilância de sentinela, para poder monitorar o que está acontecendo e relatar e, em seguida, tomar as medidas corretivas, porque coisas inesperadas podem surgir após a introdução. E sempre é preciso estar preparado, como vimos, na história de muitos medicamentos que você já ouviu falar - quero dizer, aprendi sobre eventos adversos somente depois que o medicamento foi licenciado e introduzido na população. Então, acho que o risco está sempre presente e a população precisa entender isso e sentir-se confiante de que estão sendo criados mecanismos para estudar algumas dessas coisas.

Continue lendo após a publicidade
Continue lendo após a publicidade
Estar havendo uma extrema censura por parte dos gigantes da tecnologia. Por isso, incentivamos que todos que desejam receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se increver acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar sua inscrição.
Se conecte com nós nas redes | Instagram | Facebook |Twitter |Telegram


Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram

Talvez você goste