Notícias Recentes

OMS agora admite que as vacinas estão causando surtos da poliomielite

OMS agora admite que as vacinas estão causando surtos da poliomielite

Em um relatório recente revela, que a Organização Mundial da Saúde (OMS) e as autoridades de saúde, estão finalmente admitindo que a infecção da poliomielite está se espalhando por causa da ​​própria vacina oral, que supostamente previne contra a doença - na Nigéria, Congo, República Centro-Africana e Angola. Sete países em outras partes da África têm surtos semelhantes e casos foram relatados na Ásia, incluindo os dois países onde a poliomielite permanece endêmica, o Afeganistão e o Paquistão, o que está fazendo com que as crianças tenham perda do sistema nervoso, fiquem paralisadas e até morram em nome da "imunização contra doenças".

Contrariando o que os políticos e as autoridades de saúde e até mesmo as próprias organizações de saúde dizem ser 100% seguras e eficazes e aprovadas por organizações como a Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA),dos EUA e a OMS, agora admitem e diz que as vacinas orais contra a poliomielite estão causando estragos na saúde pública em todo o terceiro mundo.

Como eles contêm componentes de vírus vivos que têm a capacidade de se transformar em poliomielite, as vacinas orais contra a poliomielite são uma "substância" de alto risco que  podemos desde de muito tempo ver claramente está causando muito mais mal do que aparentemente bem.

"Todos os casos atuais de poliomielite derivados da vacina foram desencadeados por um vírus do tipo 2 contido na vacina", "O vírus selvagem do tipo 2 foi eliminado anos atrás", Afirma o 
Associated Press.


E isso não são casos isolados, logo porque já ouve outros relatos admitidos pela OMS, juntamente com a UNICEF em um comunicado:

"A OMS e a UNICEF disseram em comunicado conjunto que o surto de poliomielite nas Filipinas é preocupante porque é causado pelo poliovírus derivado da vacina tipo 2". "O vírus enfraquecido usado nas vacinas se replica por um curto período no intestino das crianças e é excretado nas fezes".

Ambientalmente falando, diz-se que o vírus da poliomielite se espalhe por água e alimentos contaminados e geralmente afeta crianças com menos de cinco anos de idade. Aproximadamente uma em cada 200 infecções resulta em paralisia, enquanto uma porcentagem ainda menor de casos termina em morte.

Mas a maior ameaça do que a poliomielite selvagem está agora nas vacinas orais contra a poliomielite, que ainda Surpreendentemente, a OMS ainda está afirmando que mais de 95%, da população mundial precisa ser "imunizada" para "erradicar a poliomielite" mesmo com as evidências mostrando o contrário de suas alegações, - uma vez que as indústrias farmacêuticas e de vacinas e as organizações de saúde continuam a forçar e orientar o mundo a se vacinar, bem como seus cães de caça na política e na mídia, continuam empurrando como uma espécie de "remédio" para a prevenção da infecção da poliomielite.



Para erradicar a poliomielite, mais de 95% da população precisa ser imunizada. A OMS e os parceiros contam há muito tempo com as vacinas orais contra a poliomielite porque são baratas e podem ser facilmente administradas, exigindo apenas duas gotas por dose. Os países ocidentais usam uma vacina injetável contra a poliomielite mais cara que contém um vírus inativado incapaz de causar a poliomielite.  

Os globalistas doam bilhões para empurrar mais vacinas nas populações do terceiro mundo


Nenhuma dessas informações é nova. Embora possa ser novo no sentido de que as "autoridades de saúde" agora são as que a admitem, a mídia independente há muito tempo alerta sobre os perigos de vacinas como a vacina oral contra a poliomielite que contém componentes de vírus vivos, pois essas vacinas têm o potencial de " mutação em um hospedeiro humano ” e esses componentes do vírus tem o potencial de causar mais doenças, não somente vacinas orais, mas também vacinas dedicadas a "imunização" de massa de injeção por agulha.

Globalistas que querem reduzir populações inteiras como Bill Gate, que aparentemente se mostram "preocupados" com populações de terceiro mundo, continuam doando dinheiro no valor de bilhões para ver mais dessas vacinas forçadas a todas as pessoas do terceiro mundo, que simplesmente são levadas a acreditar pela cúmplice dos globalistas, a grande mídia.

"Na semana passada, os doadores prometeram US $ 2,6 bilhões para combater a poliomielite como parte de uma iniciativa de erradicação que começou em 1988 e esperavam acabar com a poliomielite até 2000", relata a AP, provavelmente referindo-se a filantropos bilionários como Bill Gates, que admitiu abertamente que as vacinas são um estratégia para reduzir drasticamente a população mundial.

Receba as notícias do Coletividade Evolutiva em primeira mão. Siga-nos nas redes sociais! Facebook - Twitter - Instagram - Receber por e-mail - Ajudar o Site



Fabio Allves

Fundador:Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Ao longo da vida busquei explorar os mistérios e os conhecimentos ocultos que cercam o planeta e as origens da humanidade, questionando as raízes do que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao despertar a sociedade (Saber Mais)